Acidentes envolvendo caminhões crescem 30% no noroeste paulista

A mistura de viagens longas e caminhoneiros que não descansam podem provocar acidentes e muitas vezes a morte de pessoas que não tem nada a ver com esse problema. Na região noroeste paulista, os casos têm sido cada vez mais freqüentes.

Sem o descanso necessário, muitos motoristas se arriscam e seguem viagem pelas rodovias. De acordo com levantamento da Polícia Rodoviária de janeiro a outubro deste ano 30% dos acidentes registrados na região envolveram caminhões.

Em Votuporanga (SP), um caminhão desgovernado tirou a vida de pai e filho há duas semanas e reabriu a discussão em torno do assunto, que precisa de atenção urgente de motoristas e autoridades. Jorge Dorti da Rocha, de 44 anos, e Anderson Pedro da Rocha, de 18, seguiam de bicicleta pelo acostamento da Rodovia Euclides da Cunha quando foram atingidos por um caminhão carregado com madeira.

Durante o registro da ocorrência, a polícia constatou que o motorista que provocou o acidente estava dirigindo há mais de sete horas sem parar para descansar. Um inquérito foi aberto e as circunstâncias que causaram o acidente serão investigadas pela Polícia Civil.

LEIA MAIS  Scania apresenta caminhões personalizados, movidos a gás e biometano na Fenatran

Uma lei aprovada pelo Governo Federal determina que a cada quatro horas seguidas ao volante o motorista de caminhão descanse meia hora. A medida, que entrou em vigor em setembro, foi prorrogada e deve passar a valer a partir de março de 2013 para que pontos de parada sejam instalados nas pistas.

LEIA MAIS  Tabela de frete não vai resolver problema do excesso de caminhões

Fonte: G1