IPI zero para caminhões continua por tempo indeterminado

Papéis de parede - Agosto-2012 (33)




O Governo prorrogou, mais uma vez, os descontos do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para veículos, que acabariam em dezembro. Em vários casos, a alíquota começará a subir a partir de janeiro até junho de 2013. No entanto, para os caminhões, ela será mantida em zero por cento por tempo indeterminado (confira tabela abaixo).

Segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega, a manutenção da taxa zero ocorrerá porque esses veículos são considerados bens de capital (usados na produção) e o governo pretende continuar a desonerar os investimentos.

A renúncia fiscal com a desoneração do IPI de veículos, prevê o ministro, será de R$ 2,063 bilhões no próximo ano. Os descontos para o setor tiveram início em maio, foram prorrogados em agosto e, depois, novamente em outubro.

As taxas diferenciadas do setor automotivo buscam reativar o consumo, ressaltou Mantega. Ele explicou que as vendas do setor automobilístico se intensificaram a partir de julho e se mantiveram em níveis acima dos registrados no primeiro semestre, graças à medida.

Automóveis Alíquota
Normal
Alíquota
Reduzida
Benefício para 2013
Janeiro a
Março
Abril a
Junho
Até 1000 cc 7% 0% 2% 3,5%
De 1000 cc até 2000 cc
Flex 11% 5,5% 7% 9%
Gasolina 13% 6,5% 8% 10%
Utilitários 8% 1% 2% 3%
Caminhões 5% 0% 0% 0%

Fonte: Agência CNT de Notícias