Auto Sueco São Paulo apoia programas de renovação de frota para tornar transporte de cargas mais eficiente‏

IMG_3671

O Brasil começa a sinalizar mudanças positivas que vão beneficiar toda a cadeia logística. Esta é a opinião da Auto Sueco São Paulo sobre os recentes programas de renovação de frota anunciados pelo governo do Rio de Janeiro e a Agência de Desenvolvimento de São Paulo para o Porto de Santos. A concessionária de caminhões e ônibus da Volvo, de origem portuguesa, se baseia nos resultados obtidos em outros países para apoiar as medidas.

“Esses programas valorizam todo o setor, com caminhões mais novos e menos poluentes. A frota no Brasil tem uma idade média de 17 anos, o que gera um custo operacional muito elevado. Na Europa, onde esse número fica na casa dos 11 anos, houve a conscientização da importância de manter em atividade os equipamentos com tecnologia mais eficiente”, afirma Mario Oliveira, diretor-superintendente da Auto Sueco São Paulo.

LEIA MAIS  A Fenatran dos bons negócios

A renovação de frota, segundo Oliveira, impacta diretamente a economia, o meio-ambiente e a segurança nas estradas. “Caminhões velhos são mais propícios a acidentes por inúmeros motivos, como componentes desgastados e a falta da cultura da manutenção preventiva, o que gera maiores custos operacionais. Em termos ambientais, grande parte da frota de caminhões no Brasil ainda é Pré-Euro, ou seja, foi fabricada antes do Programa de Controle de Emissões Veiculares. E um caminhão nessas condições emite o equivalente a sete caminhões com a nova tecnologia Euro 5”, explica.

O Programa de Renovação de Frota do Estado de São Paulo começou em maio de 2012, com o objetivo de modernizar a frota de caminhões por meio de linhas de financiamentos com recursos próprios da agência estadual de fomento à economia Desenvolve SP. Inicialmente, o público-alvo é formado pelos caminhoneiros autônomos da área de transporte que atuam no Porto de Santos, região atendida pela unidade da Auto Sueco São Paulo na Baixada Santista.

LEIA MAIS  Transportes Marvel abre novas vagas para motoristas carreteiros em Chapecó-SC

“Os maiores impeditivos para a renovação, como as altas taxas de juros e a falta de credito, estão sendo minimizados. Falta ainda um plano de incentivo ao abate dos caminhões velhos, tanto para os autônomos quanto para os grandes transportadores a exemplo do que está sendo proposto no projeto carioca”, acrescenta Fernando Ferreira, diretor-comercial de vendas e pós-vendas da Auto Sueco São Paulo.

Fonte: Auto Sueco