Lei que regulamenta trabalho dos caminhoneiros pode sofrer alterações

Pátio Porto Paranaguá

Menos de um ano após ter sido sancionada e sem nunca ter entrado em vigor, a lei que regulamenta a jornada de trabalho dos caminhoneiros (Lei 12619/12) pode sofrer alterações em breve. Uma comissão especial da Câmara dos Deputados foi criada para propor as mudanças.

Polêmica desde o início, a lei estabelece o descanso de 11 horas a cada 24 horas trabalhadas, além da parada de 30 minutos a cada quatro horas dirigidas. Ela deveria ter entrado em vigor no dia primeiro de agosto do ano passado, mas não foi bem aceita pela categoria e gerou muitos protestos.

A reação fez o governo adiar para março deste ano o prazo para o início da fiscalização das novas regras, inclusive a aplicação das multas previstas. As mudanças no texto foram propostas por integrantes da Frente Parlamentar da Agropecuária. Segundo o coordenador interino da frente, deputado Luís Carlos Heinze, do PP gaúcho, a lei é prejudicial à produção, ao consumidor e às pequenas empresas de transporte rodoviário de carga.

“O cara que tem um caminhão, dois, cinco, 10 caminhões, muitas empresas são familiares e essas empresas têm dificuldade, hoje, de sobreviverem com a aplicação da lei. Andar quatro horas, parar meia hora. Os pontos de parada não existem no país inteiro. Então, é uma série de problemas que de uma certa forma vão prejudicar, vão encarecer o custo do transporte e prejudicar esses pequenos empresários. As grandes empresas, de uma certa forma, se adequam.”

LEIA MAIS  Caminhão com mais de R$20 mil em débitos é flagrado com madeira irregular em Gravatá

O presidente do Movimento União Brasil Caminhoneiro, Nélio Botelho, concorda com a necessidade de mudanças na lei e espera que a comissão especial corrija pontos do texto que ele considera impossíveis de serem cumpridos.

“No projeto, tem que ser reduzidas essas 11 horas para oito horas, o ponto de apoio de descanso obrigatório nas rodovias tem que ficar a critério do motorista. A partir daí, está resolvido o problema e poder botar a lei para funcionar, que vai dar tudo certo.”

LEIA MAIS  PRF prende caminhoneiro por porte ilegal de arma de fogo na Bahia

Já o Ministério Público do Trabalho defende a lei que regulamenta a jornada de trabalho dos caminhoneiros e rebate os argumentos sobre a não existência de pontos de parada suficientes nas rodovias brasileiras. Os procuradores entendem que a legislação é importante para reduzir os acidentes nas estradas.

O deputado Luís Carlos Heinze informou que o presidente da Câmara se comprometeu a intermediar junto ao Executivo a ampliação do prazo de 180 dias para a entrada em vigor da nova lei. É uma forma de ganhar tempo para que o Congresso proponha as modificações.

Fonte: Agência Câmara




47 comentários em “Lei que regulamenta trabalho dos caminhoneiros pode sofrer alterações

  • 04/06/2013 em 21:44
    Permalink

    Vc sabe pra essa lei vai funciona, pra quem usa droga ter mais tempo pra usa , pra ladrao ter mais tempo pra pensar qual caminhao roubar, pra postos tirar mais dinheiro da gente, pra estas empresas grandes , como HU, G10, MARTELLI , TRANS OESTE e tantas outras acabar de foder com os pequenos que tem 1 ou 2 caminhoes, gente para e pensa como nos motoristas iremos ficar tanto tempo em patio de postos, vamos falar com a familia só por celular, estas empresas grandes ta acabando com os pequenos, vc so ve estas empresas comprando caminhao 25 e 30 mts, e o pequeno vai fazer oque, vai uma dessas empresas comprar um caminhao, ou uma carreta, compra na maior facilidade, vai um pequeno pra ver a burocracia. muitos acidentes acontecem sim, mas acontecem porque essas empresas grandes que pegam um caminhao enorme desses e da pra qualquer um dirige sem experiencia, falo pq ja trabalhei em grupos e é a sim, ai vem fala pra mim que tem que ficar parado 13 hrs, que vai evitar acidente….

  • 21/03/2013 em 11:20
    Permalink

    a lei e absurda e ridicula so serve para enriquecer os politicos deveria ser 8hrs de descanso eo resto deixa o coro comer ok

  • 17/03/2013 em 19:23
    Permalink

    ja que fizerem a lei e somos profissionais,so falta a lei de teto salarial né senhores politicos !!!outra coisa antes de inventar leis vão ao fundos e si enterem do assunto ou da coisa que vao fazer lei,isso aqui é ridiculo

    • 19/03/2013 em 11:09
      Permalink

      bom dia ao meu povo.. não entendo esta lei em um pais que está entre trancos e barrancos aonde si cresceu menos de 1% . e que a única coisa k está segurando o brasil ainda eo agronegócio , a safra de grãos começou , será k vão fiscalizar as estradas do mato grosso …. ou vão fazer vista grossa nesta situação .eu acredito k está lei possa sim ajudar muito a nos todos . mais por pior k seja na verdade a gente vai da mais dinheiro no bolso de policiais rodoviários corruptos . por que eles não estão nen ai p esta lei eles querem e mais dinheiro …..agora vê si alguém falou em salário . alguém falou no valor absurdo do diesel . isso k nosso país e alto suficiente em combustível. eos pedágio cada vez mais caro e cada vez mais praça . um rio de ganhar dinheiro sair de feira de santana na bahia com destino. a campinas sp.com uma carreta c 15 toneladas por 2.200 reais gastei 190 reais de pedágio, 800 litros a 2.27 o litro do diesel mais a comissão do motorista qui deu 264 reais .somen p ver . 190+1816(diesel)+264: 2270 d gastos vê si tem condição uma coisa desta ea cambada de políticos inbecis que queren aruma este país como …….. mi falên como arumar isto colocando motoristas a mercê de bandidos na beira da estrada. cade a polícia na serra do 90 na 116 régis bittencurt cade a polícia na serra do azeite na mesma rodovia . aonde mulekes de 15 anos apavoram motoristas todas as noites roubando pertences e cargas… kd os políticos p veren as condições da br entre montes claro e salinas ….. cade a polícia cade eu respondo… vendo vídeo pornô aw
      sentadinho na salinha dele bem confortável no ar condicionado … eos políticos rindo da nossa situação precária . sou carreteiro a 14 anos meu nome e peterson q.r.a teto loko . amo minha profissão mais amo mais minha família por isto axo melhor desisti de td mesmo e ir vende coxinha nos posto ou nas fila que irão si forma na beraldo da pista . eu desabafeiiiiiii

      • 19/03/2013 em 11:16
        Permalink

        desculpa alguma coisa errada qui eu falei pois sou apenas um mero caminhoneiro que cresceu vendo este país ser levado nas costas por gente honesta e trabalhadora . nos motoristas de caminhão ……….

      • 19/03/2013 em 11:21
        Permalink

        a e eu espero a resposta de um hipotrica … por favor si manifesten que eu tenho mais p fala…….

  • 16/03/2013 em 17:59
    Permalink

    Só vejo políticos querendo colocar essa lei na pratica não vejo nenhum falar em aumentar frete tenho um caminhão sou agregado teve dois aumento de óleo nada de frete aumentar. cadê os políticos só sabe aumentar os salários deles e Brasil

  • 15/03/2013 em 13:06
    Permalink

    o horário para descanso é fundamental para uma serie de coisa (segurança,acidentes,etc..) sou estradeiro viajando para Goias, São paulo e nordeste e acho que de seis a oito horas seria o suficiente acho que as cargas horarias deveriam ser extintas .Ha de ser visto que o desgaste de uma viajem mais longa,onde o gasto do motorista que já não é pequeno ira aumentar,fora que não existe local para descanso nas nossas rodovias;é o pior que postos a beira da rodovia aproveitando disso,estão cobrando para estacionarmos,ficando livre apenas se abastecermos, eles esquecem que ocupam a margem da rodovia muitas vezes sem estarem totalmente regulamentados clandestinamente.

  • 11/03/2013 em 08:09
    Permalink

    a lei já está sendo aplicada?

  • 10/03/2013 em 17:32
    Permalink

    eh o que dizem que so fica na boleia de um caminhao quem nao estudou ne? pois eu estudei concluindo meu ensino medio sim e (nao quis fazer faculdade, pois oportunidade eu tive). tenho orgulho de ser mais um caminhoneiro por este brasilzao. E podes cre meus caros senhores do colarinho branco que, um caminhoneiro cuida da parte deste Brasil que voces nao sabem nem como começa quanto mais como que eh ser um caminhoneiro. Observe que voces estudaram muito em faculdades, fizeram a pos, dpois mestrado e por fim doutorado. blz ne entao o que queremos v eh voces trabalharem com dignidade e respeito ao cidadao que paga seus impostos em dia. E quanto a nos, caminhoneiros, que vcs dizem que somos analfa pois bem, indigna-se pelo simples fato de que mesmo sendo analfa ainda consegue ser mais superior do que vcs, pois o nosso trabalho sim eh digno e (mesmo sem ser respeitado, as vezes pela propria classe) movimentamos e damos lucros ao nosso amado Brasil enquanto que vcs fazem, o que mesmo????
    Ah sim, dizem que cuida da parte “burocratica” ne? ou seja, qual eh mesmo a burocracia deste pais quanto se tem o poder na mao né?
    nos, os caminhoneiros, os convidamos para passear em uma boleia de caminhao da Bahia ao Pará, ou entao até Sampa. para que possam v verdadeiramente o quanto eh que vale um caminhoneiro.
    por fim eu nao sou contra a lei e sim contra as propostas horarias existentes nela, pois tem brexas que muitos vao usar e torna-se em apenas mais uma lei so isso. Ao inves de estipular horarios de trabalhos apenas estipula o horario inicial e o final (de acordo com o veiculo) sendo que o ultimo para as 22 horas e pronto.

  • 10/03/2013 em 12:58
    Permalink

    ó meu deputado que eu votei,confiei muito em sua postura,por este motivo que peço a vossa excelência para que se explique ou melhor,fala agora como devo continuar minhas viagens
    porque ando na estrada e nem-se quer sei como seguir,já que colocou esta lei agora deve dar o fim,quando agente começa uma viagem,temos que chegar no destino,não é assim que tem que ser? sera que vossa excelência fez isso pra mostra que ta fazendo alguma coisa como todos fazem? por favor,né !!!

  • 07/03/2013 em 09:58
    Permalink

    Bom dia! Estou contente que alguém falou das empresas pequenas e dos colegas que tem um caminhão só,espero que tenham resposta logo sob o aumento do prazo ,para que possamos trabalhar em paz sem estar preocupado com a PFR que esta multando o não cumprimento da lei.
    Favor divulguem nos meios de comunicação,ninguém sabe nos informar,só querem cobrar.

    • 09/03/2013 em 13:22
      Permalink

      mas afinal d contas essa lei tá valendo ou não??é pra fazer as paradas ou tá liberado rodar kinem os verdureiro? porquê os cara tão apavorando e se acabando no rebite, colocando em risco nossas vidas..escuto cada uma no PX… os cara são doido… Deveria haver uma fiscalização mais rigorosa com relação aos pilotos de carga horária, pois eles só andam drogados ou rebitados e ninguém faz nada… De madrugada nunca se vê policiais na pista, ficam tudo dormindo nas base só esperando cair os 8 mil na conta no fim do mês, que é um salário extremamente injusto, ganham mais que médicos recém formados e não fazem quase nada. Nem espanhol arrastam pra tentar se comunicar com os estrangeiros. ISSO É UMA VERGONHA kinem diz o Bóris Casoi..

  • 06/03/2013 em 20:20
    Permalink

    OLA BOA NOITE,
    SOU CONTRA ESA LEI DO DESCANÇO POIS NAO TEMOS ESTRUTURA EM NOSSO PAIS.

  • 06/03/2013 em 13:21
    Permalink

    não concordo com esta lei, como que um país que nem o Brasil quer implantar uma lei como esta, se não existe nem estrada em boas condiçoes pra o motorista trafegar.
    Já trabalho de motorista para ter liberdade e vem esses politicos que nem sabem o que é um caminhão e querem colocar uma lei como esta, se for pra ter horario para trabalhar prefiro trabalhar perto de casa.
    Vocês acham que os politicos pensam na gente?, esta lei é so para arrecadar mais impostos, então se for para vigorar uma lei como está desisto de ser motorista.

  • 05/03/2013 em 19:52
    Permalink

    A lei pode e deve entrar em vigor., não esquecendo de que, deve-se impor salários fixos e com planos de saúde para toda a família. E que Deus nos abençoe nas estradas. AMEM!!!!!!

  • 04/03/2013 em 16:02
    Permalink

    Concordo com a lei, e com a redução de 11hs para 8hs. O que o GOVERNO tem que colocar em pauta tambem, é fazer que os donos de postos, deixe os motorista descansarem quando estiver vencendo as horas de jornadas, eu tentei fazer uma viagem obedecendo os horários, mas quando cheguei no posto EMBAIXADOR REDE GRALL da rod. DUTRA, não pude pernoitar, porque eu não ia abastecer o veiculo, e da mesma forma foi no posto OURO VERDE EM REGISTRO e no POSTO PETROPEN EM PARIQUERA-AÇU, na Régis Bittencourt por mesmo motivo.
    Então, vou ser obrigado a abastecer pra poder pernoitar? Isso tem que levar muito em considerção antes da lei entrar em vigor.

  • 03/03/2013 em 22:47
    Permalink

    Para mim a lei não pode ser aplicado aos autônomos, pois ela é inconstitucional, interfere no direito de ir e vir particular de cada cidadão, mesmo este prestando serviço de transporte a um terceiro seja particular ou transportadora, ele não goza dos direitos da CLT pois não tem CTPS assinada, dessa forma eu acredito estar isento de cumprimento da Lei 12619. Ou caso contrário a mesma deve ser aplicada para todos os motoristas( taxi, onibus, vans e automóveis particulares quando em viagens), ou seja alterar a constituição brasileiro.

  • 03/03/2013 em 20:12
    Permalink

    Será que os caminhoneiros, não leem essa lei?se lerem vai ver que ela é muito boa para tordos, principalmente para o autônomo que não tem o ministério do trabalho fiscalizando.,Quanto aos pontos de paradas é só observar que das duas da manhã em diante, noventa e cinco cento dos caminhões, estão acomodados nos postos de gasolina já das oito horas em diante os postos já estão vazios,com a nova lei, alguns vão optar por descansar durante o dia e viajar anoite, e aí haverá espaços para todos. Um abraço a todos meus colegas de estradas….

    • 04/03/2013 em 12:57
      Permalink

      Voce no entando deve estar acostumado a viver como animal, atirado em qualquer canto, sem banho e comendo qualquer gororoba…Ai para vc encontrar um lugar para descansar vc vai ser obrigado a rodar a noite do mesmo jeito se drogar para aguentar acordado e dormir de dia,sendo assim p que a lei se é para evitar acidentes!!! vc nao t noçao das coisas…

      • 19/03/2013 em 11:33
        Permalink

        mais respeito aiii com o colega …..

  • 03/03/2013 em 14:13
    Permalink

    Eta leizinha burra. Aos criadores da lei ; ´´um sujeito q tem um caminhao“ e tem que pagar prestacao,seguro,manutencao,impostos,carga/descarga em alguns casos,tem q pagar o pal se nao ñ carrega pra descarregar tambem,levando toco de ate smanas, sim isso acontece muito senhores deputados, sendo estorquidos nas estradas na forma de multas.(nao sou contra penalidades a quem desrespeita as leis sou contra exageros que sao cometidosn as estradas) por agentes da lei que tem fe publica e agora sao premiados por imfrasoes q emitem ou seja ficamos encurralados como uma cassa sem nenhuma defesa a impressao q tenho é q para onde quer q vamos os caminhos nos levam ‘as multas. Mas voltando ao nosso amigo q tem um caminhao apenas e se submete a todos essas barreiras,e mais outras q nao anotei aqui,trabalhando livre (como antes) tem um faturamento q quase nao da pra cubrir todas essas despesas.como ficaria em um senario em que ele teria q ficar parado 11hrs+meia+meia+uma para almoco +uma pra jantar, somados isso da 14hrs em 24hrs q o dia tem, hem como ficaria???
    acho q nao vai dar pra po na pratica tal lei a nao ser q ela fique apenas no papel para legalisar mais multas como ja existe. Ainda tem o toco do carga/descarga q e de prache no brasil, com tudo isso o caminhao ja perderia +- 40% do seu faturamento. Como meu colega q tem só um caminhao vai fazer para sobreviver ou será q ele deve morrer com toda sua familia?

  • 03/03/2013 em 09:19
    Permalink

    Trabalho com caminhão a 17 anos eu penso o seguinte, ninguém está nem aí para nós,para muitos somos a escória perante a sociedade,quando acontece um acidente envolvendo veículos de passeio se o condutor for alguém de nome ele pode atropelar matar e ninguém diz nada,agora quando acontece um acidente envolvendo um caminhão ninguém procura saber o que aconteceu se o motorista passou mal se foi defeito mecânico,a maioria já nos chamam de assassinos.Sobre está lei acredito que em alguns pontos sera bom sim,só que em primeiro lugar os orgãos governamentais deveriam tomar providencias nas principais Rodovias do Pais,exemplo o contorno de Cuiabá,o trecho que liga cuiabá a Nobres,serra do Gil a Campo de Júlio,e no sentido Sinop.Só uma pequena observação referente a um comentário acima,na minha opinião o autônomo não tem muita opção,ele chega na transportadora o frete e 95 a t.ele tem que carregar por que se ele não carregar vem ás grandes empresas e acaba carregando até por menos,por isto eu não acho que os autônomos se deixam explorar na minha opinião eles não tem muita opção de escolha.Outro dia carreguei uma carga de soja,quando eu pesei o caminhão a tara ficou errada,eu disse para o funcionário da transportadora que ia dar quebra, ele não fez nada simplesmente manifestou a carga e eu segui viagem,quando cheguei no destino quebrou 260 quilos,eu fui em outra uma filial reclamar ninguém fez nada simplesmente descontaram a quebra.

  • 02/03/2013 em 22:55
    Permalink

    Só gostaria de saber quantas horas os legisladores que fizeram esta lei dormem em suas casas com suas famílias eu não acho que eles dormem as onze horas.Sou transportador de frutas e acho que oito horas estava bom .E como postou outro colega de profissão onze horas passa a ser estres . E QUANTO AS OITO HORAS TODOS NÓS MOTORISTAS APOIAMOS ; ABRAÇOS.

  • 02/03/2013 em 13:21
    Permalink

    Acredito que o texto da lei que se refere aos horários poderia ser modificado para: período de descanso de no mínimo 6 horas e o período de jornada de trabalho de no máximo 12 horas. Quanto aos locais de parada, infelizmente o pessoal de colarinho branco não conhecem mesmo a nossa realidade. Existem vários pontos sim, mas poucos com o mínimo de higiene e segurança. Esta lei foi feita para motoristas urbanos, que trabalham com ônibus e caminhões de entregas, que cumprindo a jornada de trabalho, deixam os veículos no pátio da empresa e vão descansar em casa. Outro ponto importante também é o nosso piso salarial, pois esta lei acabou com as comissões e qual o patrão que vai registrar o funcionário com todo salário em carteira??? Muitas dúvidas ainda e por enquanto nós que estamos pagando a conta.

  • 01/03/2013 em 23:14
    Permalink

    tenho 1 caminhao e se enquadrar esta lei e melhor trabalhar de empregado , tudo por causa de politicos , que ganhan tudo na mesa e no horario , nao sabem que foi o caminhoneiro que trouxe o seu alimento , e ainda se achan inteligente fazendo uma lei burra dessas , 8 horas de descansso e mais do que suficiente para nos descansarmos numa cabine de caminhao , se ainda fosse em casa do lado da esposa e filhos mas na cabine do caminhao e dose , bota o inventor dessa lei dormir dentro do caminhao com os mosquito comendo ele vivo , que ele ia mudar essa lei ja , desculpe o disabafo e minha higuinorancia sou apenas um caminhoneiro lutando pelos seus direitos .

    • 15/03/2013 em 23:02
      Permalink

      com certeza;estão acostumados a ter tudo do bom e do melhor na mão.Pra que se preocupar com a ralé(só na hora do voto,não é)Sabe estou cansada de ver tantos problemas urgenteees para ser resolvidos e eles simplesmente fecham os olhos.Tem que colocar esses parlamentares para dirigir um caminhão e ver como é bom e simples como eles acham.

    • 20/05/2013 em 22:50
      Permalink

      Meu kmarada ODI, quem esta empurrando essa lei goela abaixo da catigoria e o MPT(ministerio publico do trabalho) que não tem muito trabalho pra fazer e fica aporrinhando o saco de quem quer trabalhar…

  • 01/03/2013 em 22:31
    Permalink

    o governo tem que elaborar melhor essa lei…visando principalmente as melhorias para os motoristas que são as peças importante de tudo isso…sou casada com um motorista e acompanho todos os dias a distancia o que meu marido passa nas estradas…é um descaso completo…vamos autoridades”competente”vamos melhorar a vida dos motoristas com horários e sálario justos…queria ver se alguns de voces aguentaria o batidão desses trabalhadores…vamos pensar nos motoristas em primeiro lugar…e que Deus abra a ideia de algum de voces

  • 01/03/2013 em 16:17
    Permalink

    Segue abaixo problemas da lei 12619.
    a) Não temos rodovias no mt, seguindo a lei corretamente, não se consegue rodar + que 300 km por dia.
    b) Descargas nos terminais ferroviarios e portos não funcionam. Imaginem, o motorista chegar em Alto Araguaia 2 horas da tarde, (entra no horario de espera) pois ja rodou as 8 hrs, vai ser chamado para descarregar 2 horas da manha, ai ele só vai poder rodar a partir das 14 horas do dia seguinte, vejam que se ele morar em Rondonolis, vai estar próximo de casa, tem que ficar em A.Araguaia aguardando as 11 horas de descanso.
    c) Rodando apenas 300 km por dia, o motorista e o caminhao não vai fazer mais de 4 viagens de Sorriso para Alto Araguaia. (oque vai faturar o caminhão para poder remunerar bem o motorista??)
    d) Observem os 9 eixos, que agora sai a licenca somente de sol a sol, e eventualmente fica em uma fila para carregar ou descarregar a noite inteira o o outro dia até as 18 horas, ai ele descarrega e não pode rodar mais, pois a licença não permite, mesmo estando cumprindo a lei 12619;
    e) Pontos de parada no mato grosso não existem, com a lei, quando chega 19 horas, os postos ja estão lotados e ja estao cobrando R$ 10,00 a R$ 20,00 por hora, para quem não abastece até 300 litros.
    f) dificuldades imensas de alguns companheiros meus, que foram criados em fazendas e não tiveram acesso a estudo, então não conseguem preencher o diario de bordo corretamente, ou mesmo controlar corretamente os intervalos, pois ja trabalham a 40 anos ou mais, carregando e pegando a nota, descarregando e pegando o comprovante de descarga. E são ótimos profissionais, cuidam como ninguem o caminhão, aplicam certinho direção defensiva, sabem fazer media, enfin, são exemplares, mas não sao acostumados com caneta e papel. Vão ser descartados??

  • 01/03/2013 em 11:19
    Permalink

    É…desejo realmente que acabe com os acidentes, mas esta politica vai acabar com as pequenas empresa vai acabar com o motorista comissionado, houvi dizer que iriam subir o piso para 3 mil mais as diarias rsrss e o frete vai pra quanto e quanto vai almentar os produtos transportados para o consumidor final o qual nós tbm fazemos parte será que 3 mil de piso vc vai conseguir o sustento da familia, dizem que no Brasil o pençamento é esse ( PRA QUE AJUDAR SE EU POSSO ATRAPALHAR).
    Que vergonha!!!!!!!!!!

    • 05/03/2013 em 18:53
      Permalink

      sim alexandre. se um frete do RS ate o ES é pago R$ 8.000,00 mais R$ 1.000,00 de pedagio ida e volta, mais uns R$3.000,00 de combustivel (pra uma carreta frigorifica, por causa do frio)e minha alimentaçao, banho, algum reparo no caminhao de mais ou menos R$500,00, mais impostos e seguros, mais R$3.000,00 do meu salario….quanto sobra pra empresa??

  • 01/03/2013 em 10:34
    Permalink

    nao tem logica essa le por q o meu pai iria ficar 40 dias viajando e ia trabalhar so 20 dias,14 horas parado e 10 andando , eu nao vi logica nesta lei quem criou ela devia estar por fora do movimento.

  • 01/03/2013 em 10:29
    Permalink

    isso é um absurdo por onde vai ter lugar nos postos:vao ter q parar no acostamento e vao tomar multas!!!meu pai e caminhoneiro a 18 anos e nao gostou nada dessa lei

  • 01/03/2013 em 10:11
    Permalink

    Que lei!Cade o tal piso!Onde esta o incentivo para que pessoas que realmente optem por essa profissao.A grande maioria migra pro caminhao por nao ter opcao.Ai um incompetente desses fala. em acidentes.Quero ver como se dara a questao aumento dos custos.Quem pagara a conta?Ou esqueceram que alimentos e bens do dia dia chegam ate as pessoas via caminhao.Vamos ver se eles aguentam.Inflacao de volta que tal a ideia.Sugestao.Aumentem a capacidade proficional e a renda atraves da capacitacao das pessoas que os ACIDENTES IRAM DIMINUIR

  • 28/02/2013 em 21:41
    Permalink

    porque os deputados ou o presidente do ministerio do trabalho,(que com todo respeito nunca deve ter subido na boleia de 1 caminhao) …porque esses que se dizem inteligentes não vão viajar do sul ao nordeste,pra ver oque nós motoristas passamos e sofremos em 1 caminhão,dormimos apertado,pagamos pra tomar banho,pra urinar e até pra ka
    ka,porque esses idiotas não vão pra cima de 1 caminhão pra ficar longe da familia,deixando esposas e filhos nos esperando,e todos preocupados se voltaremos vivos ou mortos,com isso ninguem se preocupa.
    Peço que todos me desculpem pelo jeito de desabafar,sou a favor da lei,mais 8 hs andadas é pouco,se kisecem que tivessimos leis de trabalho,proibiriam caminhoes rodarem das 22 hs as 6 hs do proximo dia,mais o ministerio do trabalho só esta pensando em ganhar o imposto de renda que teremos,se vamos estar em casa,hehehe,isso ninguem fala nada,temos que parar,mais é na estrada e não em casa.
    Trabalho a 9 anos de carreteiro,tenho 30 anos ,me criei dentro de 1 caminhão junto ao meu falecido pai amado, e confesso, que era meu sonho de ser caminhoneiro,mais estou quase desistindo da profissão,abraços a todos os colegas da estrada e tudi bãããooo…

    • 02/04/2013 em 19:01
      Permalink

      concordo contigo tem que colocar esses corno nas estradas pra sentir o que e bom mas tem que levar as esposas junto pra ver o tanto que nos esposas sofre pra usar banheiros isso quando tem ou pagar caro pra usar todo sujo nojento temos que colocar a boca mesmo e muita humilhação

  • 28/02/2013 em 17:06
    Permalink

    algum entendido pode me informar se vale ou não a lei ? e quando vai valer?

    • 05/03/2013 em 18:39
      Permalink

      é isto q quero saber tbm? tao fiscalizando ou nao? vao dar mais prazo ou nao? isso ja ta virando zorra!!!! queremos mais explicaçoes!! esta muito vago isso!
      se eu sair de minha cidade pra outra pra carregar e viajar 3 horas e meia, fiquei no patio da empresa parado por 6 horas. posso sair viajar ou vou ter q esperar 11 horassss????
      se der um acidente de transito e ficar tudo parado por 3 horas, terei q dirigir só mais 1 hora?
      e se terminar meu horario ja adicionada as horas extras e eu precisar atravessar a ponte rio niteroi ( q é permitido so das 22:00 ate as 5:00) vou ter q ficar parado ate a outra noite? e se depois do descanço de 11 horas eu tiver q atravessar sao paulo e minha placa é restrita aquele dia, vou ter q ficar parado esperando o outro dia pra mim atravessar a cidade?
      meu deus quantas duvidas e ninguem sabe falar nada? nem a empresa nem quem criou a lei???
      um deputado desses tinha q fazer uma viajem na boleia de um caminhao pra avaliar a quantas andas nossas estradas, nossos locais de parada( q muitas vezes vc nao pode parar por nao ser clientee) pra depois fazer a lei corretaaaaaaaaa….chega de enrolaçaoooo eu preciso trabalhar pra sustentar meus filhos!!!!!

    • 06/03/2013 em 22:11
      Permalink

      Rubio;
      Com a Deliberação nº 134 do Contran, foi cancelado a Res.417/12, que prorrogava o início da fiscalização em 180 dias. Portanto, ela já está vigente desde o dia 16/01/2013, e é claro que os órgãos de fiscalização tem que fazer ajustes nos procedimentos, pois o objetivo da fiscalização além da repressão, e evitar a circulação além do tempo estipulado. Diversas empresas já orientam para respeitar a Lei.

  • 27/02/2013 em 19:59
    Permalink

    Epa!Estou no meio da serra das Araras, deu 4 horas de rodagem.. vou parar , pois posso ser multado.. a gerenciadora de risco que se exploda…sou obrigado por lei a parar.. rsrsrsrs

    • 06/03/2013 em 22:03
      Permalink

      Por isto é interessante planejar a viagem, além do mais você tem mais 01 hora para encontrar um local adequado. Caso ocorra um situação extrema no trânsito, isto com certeza já se justificará. A Lei é tentar dar mais dignidade à categoria, que até agora só enriquecer os Barões do Transporte.

      • 20/05/2013 em 22:42
        Permalink

        Meu kmarada Pedro, tu deve ser um motorista( ou um advogado de porta de cadeia querendo ganhar uns trocados com as brigas homéricas que estão pra chegar no TST) regido pela CLT, não é verdade?? Concordo que pra quem é empregado deve existir uma lei bem rígida, porém para os MOTORISTAS EMPREENDEDORES AUTÔNOMOS a coisa muda radicalmente, pois tu, com certeza, quando chega o natal já deve ter colocado no bolso o 13 salário, tu tem 30 dias de ferias por ano, tua empresa paga seguro e plano de saúde, né verdade?? E nós, MOTORISTAS EMPREENDEDOR AUTÔNOMO não temos nada disso, portanto, meu kmarada, se você esta se sentindo desprezado, desmotivado, depressivo, mude de lado, mostre que tem peito e compre uma carreta, porra, não fique reclamando da vida, digo e repito: 11 horas de descanso é coisa pra VAGABUNDO.

  • 27/02/2013 em 19:46
    Permalink

    Concerteza essa lei e muito importante afinal ate que enfim pesanram nos trabalhadores.essa classe de trabalhadores tao desvalorizada que carrega o mundo na costa com tanta responsabilidade,a pena que o nosso brasil nao ta preparado para uma lei como essa pois nao existe acostamento,lugar para os motorista parar,pois a infristrutura do nosso pais e precaria mem pagando pedagio nao tem lugar adequado.Sou esposa de um motorrista ando com ele a 17 anos nessas estradas ja vi muitas imprudencias nassas estradas ,muitas vezes trocando ideia com meu esposo a gente sempre comenta que se existir pra vale a lei que as carretas trafegase das 6 da manha ate as 9 da noite seria o ideal pois esse e horario que nos trabalhamos e vamos e viemos em todas viaje a gente nao tem hora para parar durante o dia pois a gente para na hora que tem necessidade pois a gente nao tem como controlar as nossas vontade por isso essa de ter que parar de 4 em 4 hora ta por fora pois para quem nao ta na estrada nao sabe como e facil dizer o que e certo ou errado.tem lugares nas estradas que a gente anda mais de 4 horas e nao percore mem 100km porque as estradas nao tem condiçoes de trafegar por exemplo de Cuiaba para Rondonopolis e muitos mais entao acho que tem muitas coisas a ser revista antes de por a lei ou melhor antes de sair multando trabalhadores que so querem ganhar o pao de cada dia afinal os patrao nao querem pagar um salario descente eai como fica pra isso nao tem lei,

  • 27/02/2013 em 17:52
    Permalink

    gostaria que alguen do governo mostrase a estrutura dos locais de descanso que eles falam porque eu ainda nao vi a lei e boa mas o pais e pecimo no transporte !parabems ao passoal do blog otimas reportegems

  • 27/02/2013 em 10:30
    Permalink

    Concordo plenamente com esta modificação. A redução do tempo de parada após 24 hs trabalhadas é significativa ( de 11 para 8 hs), principalmente para os autônomos e pequenos empresários. Assim como a definição dos pontos de apoio pelo próprio motorista. O MPT ao meu entender, não deveria ter poderes para interferir no trabalho do autônomo. O sr. Nélio e o Sr. Heinze, deveriam lutar por uma tabela justa de fretamento na categoria dos autônomos, estes sempre explorados pelas empresas( diga-se a bem da verdade; se deixam explorar). Voltando ao assunto lei 12619/12. E quanto a obrigação de parar 36 hs após 40/44 hs semanais trabalhadas?_ Desta parte da lei ninguém falou em modificar. Porem deveria ser revista, pois creio que como autônomo, trabalho o tempo e no horário que desejar (inicio e fim das atividades diárias), escolho a hora de almoçar, jantar, beber café,etc; o MPT exerce uma ingerência no trabalho do autônomo, diria até mesmo uma ilegalidade. Vá reclamar direitos trabalhistas contra empresas( que é uma bobagem mesmo de parte de alguns que se dizem autônomos), e veja se terá algum ganho de causa. Claro que não, pois não é regido pela CLT. Bem, deve ser revista esta obrigação, pois ao rodar muitas vezes terá que parar as ditas 36 hs, estando a meio caminho de seu destino. Nesta história toda ninguém lembra que, motorista trabalha mesmo parado quando embarca no caminhão; motorista é motorista 24 horas do dia. Os procuradores do MPT dizem que os pontos de parada existem, sim alguns, mas a maioria é chiqueiro de porco. Querem exigir algo, exijam que pontos de parada tenham quartos individuais, banheiro individuais, segurança 24 por dia, seguro patrimonial, etc.. Isto sim beneficios maiores para a classe trabalhadora enlatada( digo isto pq se vive anos a fio dentro de uma cabine).Tudo é muito bonito no papel e, quando é para se tirar proveito ( fazer boa imagem) e, se autopromover utilizando-se de uma categoria de trabalhadores ( isto fazem muito também os ditos sindicalistas de gabinetes).. PORCA MISÉRIA CONFIAR NESTA GENTE TODA.

    • 02/04/2013 em 21:55
      Permalink

      gostaria de ver area de descanso na br que corta mt do sul com mt ,so tem posto de gasolina se abastecer dorme,ou dorme na estrada ou na br kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      ai é facil colocar pedagio vão coloca pedagio la quero so ver se vai ter local de descanso

Fechado para comentários.