Guaíba-RS tenta atrair montadora chinesa

caminhoes foton

Guaíba, no Rio Grande do Sul, e outras três cidades em São Paulo são cotadas a receber a primeira fábrica da montadora de caminhões chinesa Foton no país. A decisão será tomada até o fim do mês, promete a representante da marca no Brasil, a Foton Aumark, empresa de Luiz Carlos Mendonça de Barros, ex-presidente do BNDES. Os municípios paulistas avaliados não são revelados, porque as negociações ainda estão em curso, mas o vice-presidente da Aumark, Orlando Merluzzi, adianta que no RS apenas Guaíba está no páreo.

A probabilidade de levar o empreendimento para São Paulo ou Guaíba, porém, é de 50% para cada lado, diz o executivo. O objetivo é iniciar o projeto o quanto antes para aproveitar as vantagens tributárias concedidas pelo novo regime automotivo a montadoras que investem no Brasil. Os investimentos são estimados em R$ 250 milhões para uma linha com capacidade de produção de 21 mil veículos por ano, a começar por caminhões leves e semileves. Segundo Merluzzi, a ideia é iniciar os trabalhos de terraplenagem em setembro e concluir as obras em dois anos.

LEIA MAIS  "Se proteger é seu dever" é tema da SIPAT na Jamef

A partir de 2018, a fábrica entra em nova fase de expansão, com a chegada de fornecedores de autopeças e capacidade ampliada para cerca de 50 mil caminhões/ano. Há quase dois anos, a Aumark planeja produzir caminhões da Foton no país. Mas o projeto teve que ser redimensionado com a nova política automotiva, que impôs exigências de nacionalização aos veículos fabricados no Brasil. Quando for definido o investimento, o projeto deve ser submetido à apreciação do governo para ter acesso a benefícios no Inovar-Auto.

Fonte: Correio do Povo