Natura aposta em ônibus verde para transporte de funcionários

onibus orion - etanol - Scania K 270 4x2 - natura

Em busca de alternativas favoráveis ao meio ambiente e que contemplem seu projeto de redução das emissões de carbono, a empresa decidiu apostar em um ônibus de fretamento que utiliza combustível renovável. Em um projeto piloto desenvolvido em parceria com a Orion, Marcopolo, Raizen e Scania, um grupo de funcionários da Natura usará o veículo movido a etanol, um chassi Scania K 270 4×2, que reduz 88% as emissões de gases de efeito estufa, em comparação a um ônibus convencional movido a diesel.

O ônibus de fretamento movido a etanol conduzirá colaboradores para Cajamar, cidade na região metropolitana de São Paulo onde está instalada a sede da empresa. A Natura é a primeira empresa brasileira a implementar este tipo de transporte para funcionários e a única a contar com essa tecnologia. “Esse ainda é um projeto piloto. Nosso objetivo, no entanto, é aprimorar cada vez mais essa tecnologia e expandir os trajetos e carros oferecidos”, explica Denise Alves, diretora de sustentabilidade da Natura. Atualmente, a Natura conta com uma frota de 68 ônibus de fretamento usados para o transporte de colaboradores.

Paralelamente, a empresa também está testando dois caminhões a etanol, em parceria com a própria Scania e com a transportadora Coopercarga. Esse tipo de tecnologia é pioneira em nível mundial e emitirá até 90% menos de CO2 comparado com um caminhão movido a diesel. Os cavalos mecânicos, de modelo P 270 6×4, vão rodar na operação que abastece de produtos Natura a fábrica de Cajamar e o Hub de Jundiaí.

A Natura, que desde 2007 neutraliza suas emissões de carbono, que não puderam ser evitadas, por meio de projetos de reflorestamento, eficiência energética e substituição de combustíveis, busca agora novas formas de atuação por meio dos transportes. A meta para 2013 da empresa é reduzir as emissões relativas de GEE (gases de efeito estufa) em até 33%. Até 2012, a redução foi de 28,4%. Segundo Denise, a intenção é, além de mitigar o impacto, servir de benchmarking para outras instituições investirem em alternativas como esta, barateando inclusive os custos do projeto. “Precisamos investir em formas de conter nossas emissões e, em uma cidade como São Paulo, fazer isso por meio dos transportes tem muita relevância”, conclui.

LEIA MAIS  NEOBUS amplia presença em São Paulo

Tecnologia exclusiva no Brasil

A Scania é a única montadora a oferecer chassis de ônibus movidos a etanol no Brasil. Com este modelo que vai ser usado no projeto da Natura, a empresa inova e reforça, mais uma vez, sua participação no desenvolvimento de soluções de transporte sustentável.

LEIA MAIS  Volare reforça participação de mercado em Santa Catarina

Outro benefício dos motores movidos a etanol é que eles conservam as características de economia de combustível, potência, mobilidade e rendimento do trem de força. O chassi Scania adquirido pela Natura possui um tanque de combustível de maior autonomia, com capacidade para 500 litros. O tanque tradicional tem capacidade de 300 litros. Ele desenvolve 270cv de potência e um torque de 1.200Nm. O veículo também é equipado com controle eletrônico do sistema de freios (EBS) e computador de bordo. “Esta parceria inédita com a Natura mostra o quanto o ônibus a etanol pode ser viável e capaz de enaltecer as ações das empresas que estão procurando soluções mais sustentáveis para o transporte de seus colaboradores”, afirma Wilson Pereira, gerente executivo de Vendas de Ônibus da Scania do Brasil. “É um primeiro passo para um futuro muito mais amigável ao meio ambiente e à sociedade. A chancela de uma empresa do tamanho da Natura torna válido todo o nosso investimento nessa tecnologia”, salienta Pereira.

Fonte: Divulgação