Avaliação: Strada Adventure Cabine Estendida

clS0lXVrcOgXNR9v05e3

A picape Fiat Strada é uma velha conhecida no mercado brasileiro. Alias, estamos falando de uma campeã de vendas. Por muitos anos, o modelo foi a picape compacta mais vendida em território nacional. Isso é resultado de um produto que tem, sobretudo, várias versões e configurações disponíveis para o cliente.

Lançada em 1998, a picape Strada ganhou a versão Adventure apenas em 2001. A cabine dupla só veio em 2009, para conquistar os que sempre gostaram do estilo da Strada mas, vez ou outra, precisa levar um 3º ou 4º ocupante.

Linha variada

A Strada, mesmo com tantos anos de vida, continua a ser única em várias coisas. A família começa com o modelo de trabalho “Working” equipado com motor 1,4 litro e disponível nas configurações cabine simples, estendida e dupla. Na sequência existe o modelo Trekking com motor 1,6 litro, também com as 3 opções de cabine. Por fim, chega-se ao modelo Adventure, equipado com motor 1,8 litro, oferecido com cabine estendida e dupla. Dessa forma, a picape compacta da Fiat ganha de lavada de qualquer concorrente, quando o assunto é opção de gama. E mesmo considerando versões específicas, a Strada continua a oferecer diferenciais ainda sem concorrentes diretos. Foco dessa avaliação, temos a Strada Adventure Cabine Estendida.

A mais aventureira de todas

strada-02A linha 2013 da Strada Adventure recebeu algumas pequenas melhorias. Ela traz novo para-choque dianteiro com nova grade. Por dentro, o modelo 2013 ganha um novo quadro de instrumentos, e volante multifuncional, novo rádio e apoio de pé para o motorista. A Strada Adventure vem ainda com estribos laterais antiderrapantes, que facilitam o acesso a caçamba.

A linha Adventure da Fiat é conhecida por ser a “menos fantasiada” entre todos os produtos oferecidos com essa proposta de visual fora-de-estrada, no mercado brasileiro. E a picape Strada, talvez seja o produto com a melhor mobilidade além do asfalto. Pra começar, a picape tem uma suspensão realmente elevada em relação a versão normal. São 20 cm de vão livre na parte de baixa da picape. Além disso, vem com pneus de uso misto, que garantem melhor aderência na hora de roda na terra ou areia. E para garantir uma performance mais digna, a picape ainda traz um amortecedor mais robusto definido por Power Shock e o sistema de bloqueio de diferencial “Locker”.

Aqui é muito importante observar que a linha Adventure da Fiat, inclusive na Strada, não foi concebida para verdadeiras aventuras no fora de estrada. O foco principal, é conferir um estilo aventureiro ao modelo, com algumas melhoria no uso extra-urbano. Então, a linha Adventure permite ao usuário ir um pouco mais longe, onde modelos tradicionais urbanos teriam dificuldade, ou até mesmo não conseguiriam passar.

Alguns exemplos dessas situações: aquele típico acesso de fazendas, por estradas de terra, depois de chuva. Ou ainda, aqueles caminhos de praia (na areia) também em piso molhado. Até mesmo, pequenos morros ou grama molhada entram nessa lista. Mas, os grandes atoleiros, rampas realmente inclinadas e regiões de difícil acesso, permanecem fora do alcance da linha Adventure.

Sistema Locker

O principal responsável por essa melhor mobilidade é o Locker (um equipamento opcional na linha Adventure). Trata-se de uma exclusividade entre os modelos urbanos, com perfil aventureiro. Com o apertar de um botão, o motorista consegue bloquear o diferencial dianteiro, fazendo com que as duas rodas de tração girem totalmente juntas. Para ativar o sistema, basta pressionar a tecla no painel. Para isso, é preciso que o veículo esteja parado e o motorista com o pé no freio. O sistema só pode ser utilizado com o carro em primeira marcha e com velocidade sempre inferior à 25 km/h. Caso o motorista exceda essa velocidade, o sistema é desativado automaticamente, deixando o diferencial em modo normal.

O recurso do diferencial com bloqueio eletrônico é uma ajuda para aumentar a capacidade de tração do veiculo em situações bem pontuais. É certo que ele permite a Strada Adventure ir mais longe que qualquer concorrente direto na categoria. Mas isso não iguala a Strada a modelos com tração 4×4, verdadeiramente preparados para aventuras no fora de estrada.

Caçamba

strada-35Ainda dentro do quesito utilidade, a caçamba da Strada cabine estendida comporta 830 litros. Quando o assunto é o peso suportado, a picape carrega 685 kg. Nesse espaço cabem duas bicicletas sem precisar retirar as rodas. Até uma moto é possível levar, mas com uma das rodas apoiada na tampa da caçamba (que deverá estar sempre fechada em função da legislação de trânsito). Outra vantagem é a presença da fechadura na tampa, com chave. Se equipada com capota marítima, dá pra fazer um uso da caçamba como porta-malas.

Mas se o usuário ainda precisar de mais espaço, existe a porção estendida atrás dos bancos dianteiros. O espaço é suficiente para colocar duas malas médias. Até mesmo o estepe pode ser transferido para esse espaço (com um suporte comprado a parte), liberando mais espaço na caçamba. Porém, falta um sistema de ancoragem com redes ou suportes. A carga colocada nesse espaço fica solta. Objetos pequenos tendem a rolar para baixo dos bancos.

Teto solar

strada-16Outro equipamento exclusivo da Strada é o mini teto-solar (opcional). Ainda que seja de operação manual e fique na parte da trás da cabine, ele amplia a sensação de espaço e luminosidade no interior da picape. Ele pode ser basculado, melhorando a circulação de ar no interior do veículo.

Faróis de profundidade

Outro equipamento diferenciado do modelo são os faróis de profundidade e neblina da Strada Adventure. Eles foram desenvolvidos para proporcionar a melhor visibilidade possível mesmo nas condições climáticas mais extremas, como forte neblina. Estes faróis foram projetados separadamente, cada um para uma necessidade específica. O de neblina ilumina as laterais do carro. Já o de profundidade, se acende somente com o acionamento do farol alto, ampliando consideravelmente a iluminação em longo alcance.

Bússola e inclinômetros

strada-25A Strada Adventure inclui alguns equipamentos para a rotina do público aventureiro. Para aqueles que gostam de explorar os percursos mais radicais, a picape vem com bússola e inclinômetro longitudinal e transversal. Ainda que indiquem a situação da picape, eles serve mais para efeitos decorativos, que práticos.

Motor 1,8 litro

Outro diferencial da Strada Adventure é o motor E.torQ 1.8 litro – 16V. Trata-se do mais potente motor entre as picapes compactas do mercado brasileiro. Assim, a picape esbanja potência. São 132 cavalos de potência máxima quando abastecida com etanol (130 cavalos com gasolina), atingindo o torque máximo de 18,9 Kgfm (18,4 Kgfm na gasolina) aos 4.500 rpm. Esse motor também melhorou a marca de consumo da picape (quando comparado ao antigo 1.8 litro).

Com um câmbio manual de cinco marchas, o resultado é bom. Sua aceleração de 0 à 100 km/h acontece em pouco mais de 10 segundos. E a velocidade máxima é de 179 km/h com etanol (178 km/h na gasolina).

A Strada Adventure está no programa de etiquetagem do Inmetro. E dentro da sua categoria, recebe a classificação “B”. A média apontada é de 6,7 km/l na cidade e 7,5 km/l na estrada com etanol. Na gasolina sobre para 9,8 km/l e 11,1 km/l respectivamente. Com um tanque de 58 litros, a autonomia é adequada.

Ergonomia

strada-19Esse é um ponto que não agrada na Strada. O projeto da picape é muito antigo, datando de 1999. E não foram feitas evoluções, mantendo a mesma posição de dirigir até hoje. O assento elevado pode agradar os mais baixos. Mas quem tem mais de 1,80m sofre pela falta de regulagem de altura do banco. Esse é um recurso opcional na picape. A coluna de direção, só oferece limitado ajuste de altura, sem a opção do ajuste de profundidade.

Dirigibilidade

A Strada Adventure, apesar de não ser um fora-de-estrada autêntico, é perfeita para as aventuras urbanas. A suspensão mais elevada, os pneus mistos e os amortecedores reforçados são ideias para quem não tem tantos cuidados ao volante com buracos, valetas e lombadas. A picape é realmente resistente e encara esses desafios com total tranquilidade. Até mesmo subir e descer guias é uma tarefa tranquila sem consequências para a mecânica do carro. E o motor 1,8 litro garante boa agilidade, seja no trânsito ou na estrada.

Equipamentos de série

De fábrica, a versão Adventure vem com ar-condicionado de controle manual, o kit HSD (composto de Airbag Duplo + freios com ABS) e rodas de liga-leve de 15 polegadas. Direção com assistência hidráulica; vidros e espelhos laterais com controle elétrico; computador de bordo e protetores de caçamba e cárter.

Opcionais

A Strada conta com uma ampla lista de opcionais. São incríveis R$ 8,3 mil em equipamentos extras que podem ser incluídos pelo cliente. A extensa lista inclui: Chave canivete com telecomando para abertura e fechamento das portas – R$ 260,00; Banco do motorista com regulagem de altura – R$ 305,00; Capota marítima – R$ 716,00; Teto solar – R$ 881,00; Rodas de liga leve 16 polegadas[] com pneus de uso urbano – R$ 512,00; Kit High Tech composto por Retrovisor interno eletrocrômico, Sensor de chuva e Sensor crepuscular – R$ 716,00; Kit Evolution 2 que inclui Retrovisores externos elétricos, Rádio Connect compatível com MP3/WMA, Viva-voz Bluetooth e entrada USB – R$ 1.577,00; Bancos revestidos parcialmente em couro bicolor – R$ 1.266,00; Sistema Locker (bloqueio de diferencial) – R$ 1.522,00; Fixação do estepe no interior da cabine estendida – R$ 204,00 e Volante em couro com comandos do rádio – R$ 362,00.

Preço

O preço inicial da Strada Adventure cabine estendida é de R$ 48,6 mil. São três cores sólidas e seis opções metálicas (com custo adicional de R$1 mil). Com todos os opcionais, o preço da Strada Adventure vai à R$ 58 mil. Pesa contra a Strada, a garantia de apenas 1 ano (sem limite que quilometragem). Outro ponto que não ajuda na hora da venda, são os diversos opcionais. Dificilmente eles são valorizados na hora de revender o carro, por não constarem nas tabelas de usados.

Fonte: Brasil Turis