Anfir: venda de implemento rodoviário sobe no semestre

SRB-SLIDER




A indústria brasileira de implementos rodoviários registrou alta de 1,14% nas vendas no primeiro semestre na comparação com igual período de 2012. Foram 83.408 unidades nos seis primeiros meses de 2013. As informações são da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir).

Apenas em junho as empresas aumentaram as vendas em 14,65% na comparação com o mesmo mês do ano passado, para um total de 14.442 unidades. Em relação aos 14.306 implementos comercializados em maio, a alta foi de 0,95%.

Para a entidade, o ritmo de recuperação de mercado da indústria de implementos rodoviários está consolidado. O segmento leve (carrocerias sobre chassi) aumentou em 3,92% suas vendas em junho em comparação ao mesmo mês do ano passado. Foram 8.851 unidades. No semestre, as vendas de implementos leves recuaram 9,92% sobre as 57.056 unidades comercializadas em igual período de 2012 e somou 51.398 emplacamentos.

No segmento pesado (reboques e semirreboques), a alta em junho foi de 37,06%, para um total de 5.591 implementos vendidos. Em seis meses, os emplacamentos cresceram 25,97%, para 32.010 unidades, ante 25.410 no primeiro semestre de 2012.

De acordo com a Anfir, o diferente desempenho dos segmentos leve e pesado em junho é justificado pelo perfil do cliente de implemento rodoviário. “Os clientes dos produtos carrocerias sobre chassis costumam ser empresários de pequeno porte, empreendedores que não conseguem apresentar as garantias necessárias para tomar empréstimos no BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social)”, afirmou, em nota, o presidente da entidade, Alcides Braga.

Ele explica que as vendas no setor, como um todo, seguem aquecidas com suporte do PSI Finame, mas o segmento leve não apresenta a mesma resposta ao programa que o de implementos pesados.

Fonte: Estadão