Dez mil caminhoneiros param por 72 horas em todo o Estado de Minas Gerais

caminhoneiros br 381




Na onda dos protestos realizados em todo o país há duas semanas, os caminhoneiros de Minas Gerais aderem nesta segunda-feira (1º) à paralisação nacional de 72 horas. Apesar da orientação do Movimento União Brasil Caminhoneiro (MUBC) de os motoristas não saírem das garagens, vários protestos estão previstos nas rodovias mineiras.

Para o coordenador do MUBC em Minas Gerais, Geraldo de Assis, 10 mil caminhoneiros devem participar do movimento no Estado. “A categoria vai enfileirar os veículos nas principais rodovias mineiras a partir das 6h de hoje”, adiantou.

Estradas

Na Grande BH, as vias escolhidas foram as Brs 040 e 381. “Vamos parar os caminhões a partir do Posto Chefão, na saída para o Rio de Janeiro, e também próximo ao Ceasa e em Igarapé. A pista da esquerda sempre irá ficar liberada. O protesto deve durar até a manhã de quinta-feira”, diz.

Os caminhoneiros pedem que a jornada de descanso seja de oito horas ininterruptas, ao invés das atuais 11 horas, isenção de pagamento de pedágios, diminuição do valor do óleo diesel, entre outras.

Coordenador nacional do Movimento União Brasil Caminhoneiro (MUBC), Nélio Botelho admite que também poderá haver tumulto no trânsito na BR-116, perto de Governador Valadares, no Leste do Estado. “Dessas, a de maior adesão deve ser em Betim”, pontua.

Fonte: Hoje em Dia

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS NO E-MAIL





Seu e-mail (obrigatório)






10 comentários em “Dez mil caminhoneiros param por 72 horas em todo o Estado de Minas Gerais

  • 26/09/2013 em 13:12
    Permalink

    RONILDO É ISSO AI, VAMOS ACABAR COM A ROUBALHEIRA DO FRETE RETORNO, VAMOS NOS UNIR NESTA CAUSA .

    Resposta
  • 02/07/2013 em 19:04
    Permalink

    ok!!
    concordo com todas as reevidicaçoes vamos ficar parados 7 dias
    e acabar com frete retorno por que trabalhar a troco de oleo diesel
    não existe e frete mesmo km de ida tem que ser a volta????

    Resposta
  • 02/07/2013 em 13:17
    Permalink

    Não vi minguem falar sobre salário fixo pois somos á maioria comissionados e não temos nem um real de salário fixo o brasil tem que mudar, o BNDS que só sai para empresários nunca vi um motorista que adquiriu seu próprio caminhão pelo tão falado BNDS hahahahahahah

    Resposta
  • 02/07/2013 em 13:12
    Permalink

    Concordo com as manifestações, porém acredito que esta faltando organização,fechar rodovias não resolve o problema,o que deveria ser feito e os caminhões ficar em casa ou em pátios de posto, garanto que com 2 dias sem nenhum caminhão circulando eles iriam ver a importância que essa classe tem.E deve ser mais valorizada.Eu tbm sou motorista a 17 anos.

    Resposta
  • 01/07/2013 em 14:16
    Permalink

    Concordo se quisessem melhorar o frete já o teriam feito, basta ninguém carregar cargas com frete baixo. Se um agenciador oferecer uma carga ai na manifestação se o frete for bom vai dar confusão entre eles e vão fazer leilão de preço para ver quem é que vai. Me perdoem mas são quase todos um bando de fura olho.

    Resposta
  • 01/07/2013 em 14:05
    Permalink

    Na verdade acho que os motoristas querem reivindicar às concessionárias de caminhões uma diminuição no tempo de entrega de caminhões novos, pois estas não vencem entregar veículos novos…. e a maioria que está parado só está lá de medo de algum colega quebrar seu para-brisa, senão já estaria lá na frente descarregando a carga e pensando onde carregar a próxima. Esta é a verdade pura.

    Resposta
  • 01/07/2013 em 14:04
    Permalink

    uma coisa que o caminhoneiro deveria reivindicar tambem era a isençao de pedagio quando o caminhao estivesse vazio(sem carga)

    Resposta
  • 01/07/2013 em 10:35
    Permalink

    O pedágio que é cobrado abusivamente corroe todo o lucro do caminhoneiro. A categoria tem que se unir para acabar com este absurdo.

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!