Mais plástico no seu automóvel, ônibus ou caminhão

painel scanis - plasticos




Continuadamente, nota-se maior presença do plástico embarcado em automóveis, pick ups, comerciais leves, caminhões e ônibus. A justificativa é que o plástico reduz o custo e o peso dos veículos, economiza combustível e melhora o nível de segurança de motoristas e pedestres, além de proporcionar melhor acabamento, de permitir concepção mais moderna, bonita e versátil aos veículos. O departamento de engenharia da Volkswagen do Brasil, por exemplo, calcula que, entre peças e componentes, são empregados polímeros numa proporção entre 8 a 10 por cento do volume e peso em seus diversos modelos de automóveis e utilitários.

Os veículos brasileiros, conforme destacam fornecedores de peças e acessórios, levam de 100 a 150 quilos de material plástico, enquanto que na Europa chegam a 200 quilos. Obviamente, caminhões e ônibus consomem muito mais peças e componentes fabricados com essa matéria prima.

Hoje, os polímeros estão fortemente presentes no ambiente interno do veículo, como painel, bancos, forração, tampos, retrovisor, direção e outros. No motor, tampos, cabos, filtros, bujões de água, óleo e combustível. Na parte externa, em grades, faróis e lanternas, pára- choques, em frisos, calotas, espelhos retrovisores e até tanques de combustível. Sem contar compostos de pneus.

Recentemente, os promotores da K 2013, maior feira internacional da indústria de plásticos, em visita ao Brasil e em contato com o setor automotivo nacional, destacaram que na próxima edição, a ser realizada em outubro próximo em Düsseldorf, Alemanha, os mais de 200 mil visitantes esperados – significativa parte de brasileiros – poderão conhecer detalhes dos novos componentes e peças fabricados com polímeros especialmente projetados para utilização pela indústria automobilística mundial. Cerca de 9 % dos mais de 3 mil expositores da K são fornecedores para a indústria automotiva mundial. Fabricantes de veículos, de autopeças, de projetos de engenharia automotiva e públicos institucionais são os que terão maior interesse em manter contato com a mais notável tecnologia existente no universo do plástico aplicado, durante a K 2013.

Fonte: MDK Feiras Internacionais





Deixe sua opinião sobre o assunto!