No sul, frio intenso maltrata carreteiros

scania-cordilheira-dos-andes




As baixas temperaturas que atingem o Sul do País neste inverno, batendo recordes históricos, têm afetado principalmente os carreteiros que atuam no transporte internacional e que, depende de longas esperas para a liberação de cargas em Uruguaiana/RS, fronteira do Brasil com a Argentina.

As filas quase sempre são enormes e há casos frequentes em que a burocracia emperre a liberação do caminhão por vários dias. E, com o rigor deste inverno, com temperaturas muito baixas, os motoristas sofrem, principalmente os que dormem na cabine.

Para os que viajam para o Chile, acostumados com os rigores das nevascas nas Cordilheiras dos Andes, é comum o uso de trajes especiais, os macacões térmicos, além de muitos cobertores. Porém, há carreteiros do centro do País que apenas trazem a carga para o transbordo em Uruguaiana e não estão acostumados ao frio intenso do inverno gaúcho.

Por isso, é comum encontrar pessoas resfriadas e até mesmo sem condições de procurar medicação ou atendimento médico, afinal, não podem deixar o caminhão sozinho num posto de combustível ou na fila do Porto Seco. A mesma situação – ou até pior – acontece com frequência nas épocas de inverno com o fechamento da passagem das Cordilheiras em razão das nevascas, obrigando os motoristas a longas esperas em pátios de postos de combustíveis, associações de motoristas ou locais especiais oferecidos pelas autoridades policiais. Lá, o problema também é grande, até mesmo para a alimentação e o uso de instalações sanitárias. Além do frio, é claro.

Fonte: Portal O Carreteiro





5 comentários em “No sul, frio intenso maltrata carreteiros

  • 02/08/2013 em 20:05
    Permalink

    Uruguaiana é um descaso tão cristalino quanto o fracasso comercial óbvio do chamado “mercosul” que nunca existiu, e nunca existira como deveria. Deveria ser um facilitador do comercio e dos entraves burro-cráticos entre os signatários. Mas é tanta piada, é tanta incompetência que o Chile, o país mais desenvolvido da américa-latrina, percebeu isso, e nunca entrou. Prefere fazer acordos de comércio por sua própria conta. E o brazil-piada, colocou a venezuela e já tá de presidente do bloco… bloco de samba pra falar a verdade…
    O mercosul nunca conseguiu arrumar as barreiras que dizia que iria amenizar. É um toma lá-dá-cá absurdo entre a Argentina e o brazil, e os motoristas ficam no meio só sofrendo. Do lado da Aduana argentina é pior ainda… pensa.. É um desrespeito que nem puta de zona pobre de beira de estrada aceita, mas os motoristas tem que engolir seco. Ser autônomo lá é ser antes de tudo sadomasoquista. O frio, sempre teve, no Chile tem estrutura, na argentina tem estrutura, mas é pra eles.. os brasileiros nem ar quente no caminhão tem, e quando ficam parados, não possuem o tratamento devido, pois são “forasteiros”…
    Longas filas se formam nas saídas do túnel Cristo redentor, e o cara fica amargando muito tempo, sem a devida remuneração. E em Uruguaiana, é mais fácil as moça da zona despachar um documento mais rápido do que os despachantes aduaneiros que ficam lá, fazendo operação padrão, pra depois de 1 ano trabalhando lá, pleitearem a transferência de lá, pois ninguém quer ficar lá. É o fim do mundo, o fim do brazil, que sequer nação se fez.. Lugar sujo pra caramba, ladrão pra todo lado, e falam que aquilo é transporte internacional?? é mudança de multinacional isso sim, e que se lasque o resto.

    Resposta
  • 28/07/2013 em 06:35
    Permalink

    os gauchos ja estão acostumados com frio,e so eles tomarem o cha de capim que ele esquenta, ou então arrumar outro gaucho p/ ficaremjuntinhos p/ se esquentarem

    Resposta
  • 27/07/2013 em 14:59
    Permalink

    esta fronteira,e um lixo.falta tudo,inclusive vergonha na cara,das autoridades,que se disem competentes,inclusive o governo federal,que e o maior responsavel,pelas fronteiras.

    Resposta
  • 26/07/2013 em 23:40
    Permalink

    isso não tem importancia nenhuma, afinal é só mais um entre tantos que pisam nos camioneiros

    Resposta
  • 26/07/2013 em 17:10
    Permalink

    E` NO`S CAMINHONEIRO QUAZE MAO TEMOM NENHUM VALOR MAS TENHO FE` Q ISS VAI MUDA

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!