Senador defende melhoria de condições para os caminhoneiros

caminhoneiros do Brasil




O senador Eduardo Amorim (PSC-SE) destacou em Plenário o Dia do Caminhoneiro comemorado na segunda-feira (16). Amorim detalhou as lutas de uma das categorias mais tradicionais do País. O parlamentar é autor de dois Projetos que enaltecem a profissão de caminhoneiro. O primeiro dará a cidade de Itabaiana, localizada a 51Km de Aracaju, o título de ‘Capital Nacional do Caminhão´; já o segundo determina que os caminhoneiros profissionais realizem avaliação de saúde anual para continuar exercendo a atividade. Nossas homenagens a esses bravos profissionais, que carregam em suas mãos o desenvolvimento do país, destacou.

Segundo o parlamentar, a atividade de transporte de carga no Brasil vem aumentando sua participação no Produto Interno Bruto de maneira crescente. “Esse crescimento foi influenciado pela desconcentração geográfica da economia brasileira nas últimas décadas em direção às regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste”, destacou o senador ao completar que o transporte rodoviário é responsável pela movimentação de 60% de toda a carga que trafega no território nacional.

O senador mostrou preocupação com a categoria, segundo ele 84% são transportadores autônomos e baseado nesse dado propôs o PLS 407/2012determinando a realização de exames médicos para exercer a profissão, por meio de um programa de saúde conduzido pelo SUS. “Esse trabalhadores, submetem-se a condições de trabalho desumanas, dirigindo ininterruptamente seus caminhões,sem o devido inter ou intrajornada”, disse Amorim.

A profissão já é conhecida pelos excessos de rotina de trabalho, segundo Eduardo Amorim há o estresse psicológico em função do prazo para entrega, trânsito, das precárias condições das rodovias e a falta de segurança nas estradas brasileiras. “Isso além de postura inadequada ao volante, alimentação irregular e privação de sono, contribui para causar danos à saúde desses profissionais”,afirmou.

“Precisamos olhar mais para esses profissionais no sentido de criar políticas públicas que favoreçam essa categoria, no sentido de lhe proporcionar melhores condições de trabalho”, destacou o senador. Para ele, outro fator importante é a idade média dos veículos, os transportadores autônomos possuem frota com idade média superior às demais categorias, fato atribuído à dificuldade histórica que eles têm em acessar programas de financiamento para renovação da frota.

Concorrência desleal

Amorim fez, ainda, um apelo à Agência Nacional de Transporte Terrestres (ANTT), no tocante ao combate e criação de mecanismos que atuem sobre a ação de concorrência desleal no transporte rodoviário de cargas. “É extremamente prejudicial ao transportador autônomo, que tem dificuldades na contratação de seus serviços com preços de fretes mais justos”, concluiu.

Fonte: Assessoria





Um comentário em “Senador defende melhoria de condições para os caminhoneiros

  • 18/09/2013 em 07:20
    Permalink

    a antt não faz não pelo caminhoneiro ela tinha que fiscalizar mais essas transportadora que ganha a metade do nossos frete sem ter que fazer nada,apenas um telefonema para falar to manda mais um otário pra carregar.

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!