Noma inova com a linha Basculante em Alumínio

bitrem noma

Na Fenatran de 2009 a Noma quebrou um paradigma no setor ao ser a primeira fabricante de implementos a desenvolver carretas/semirreboques para caminhões 8×2. Uma configuração legalmente autorizada que possibilita maior capacidade de carga ao transportador, no qual o conjunto (caminhão + carreta) chega a um Peso Bruto Total Combinado (PBTC) de 54,5 Toneladas.

Agora em 2013 a empresa paranaense sai na frente novamente ao lançar a linha Basculante Alumínio, a única do mercado que apresenta resistência, maior capacidade volumétrica de carga e leveza. Além da configuração 8×2 a empresa também passa a disponibilizar a linha Rodotrem em alumínio.

O produto, indicado ao transporte de grãos, farelo e açúcar, possui a menor tara da categoria. Por ter apenas um terço da densidade do aço a caixa de carga permite que o transportador leve até uma tonelada a mais de carga líquida, além de oferecer ganhos de resistência à corrosão e eliminar os riscos de contaminação do produto transportado.

Por permitir carregar 53,5 metros cúbicos o implemento leva vantagem frente aos produtos da categoria pois alia a capacidade de carga líquida ao volume necessário para o transporte de produtos agrícolas, gerando maior rentabilidade ao transportador.

O desenvolvimento da linha também levou em consideração detalhes que garantem menor desgastes dos pneus, bem como economia de consumo de combustível. “Este projeto foi desenvolvido alicerçado em nossa filosofia de oferecer os produtos mais robustos e leves do mercado, que tragam ganhos reais ao transportador, com segurança e responsabilidade ambiental”, comenta Marcos Noma, presidente da Noma.

Parceria Internacional

A linha Basculante Alumínio que estará sendo apresentada oficialmente na Fenatran, é fruto de um intercâmbio tecnológico com a europeia Menci, renomada fabricante implementos rodoviários. Pioneira e especializada em carretas em alumínio a empresa atua em dezenas de mercados em todo o mundo.

Fonte: Noma





RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS NO E-MAIL

Seu e-mail (obrigatório)


Deixe sua opinião sobre o assunto!