22% dos caminhoneiros assumem tomar medicamento proibido

PRF




A Polícia Rodoviária Federal, juntamente com o SEST/SENAT e outras instituições públicas e privadas sediadas em Parnaíba, realizou a Operação Comando de Saúde nas Rodovias para avaliar as condições de trabalho dos motoristas profissionais.

Durante a ação preventiva, foi realizada uma avaliação que comprovou o descuido dos motoristas profissionais com a saúde. Um total de 114 motoristas de caminhão e ônibus coletivo de passageiros se submeteram aos exames.

Questionados sobre medicamentos para prolongar as horas trabalhadas, 22% assumiram fazer uso dos remédios, o que pode ser influência da carga horária excessiva, realidade para 26% dos profissionais. Além disso, 18% já haviam se envolvido em acidente de trânsito.

Ao final da avaliação ficou demonstrado que 88% dos motoristas estão acima do peso; 71% têm circunferência abdominal além do normal; 63% apresentam gordura corporal acima do padrão; 61% estão com elevada pressão arterial; 53% têm dificuldade na visão e 25% apresentaram açúcar no sangue elevado.

Dados da PRF dão conta de que 35% dos acidentes de trânsito nas rodovias federais envolvem diretamente motoristas de caminhões e ônibus. Muitos dos acidentes estão relacionados à condição de trabalho. Seja por descuido com a saúde, seja pelo uso de artifícios para prolongar as horas trabalhadas.

Na avaliação e saúde, os profissionais puderam verificar a pressão arterial, o açúcar no sangue e a gordura corporal. Tiveram acesso a testes para análise da capacidade visual e auditiva, bem como da força mecânica em ambos os membros superiores.

Fonte: Portal O Dia




2 comentários em “22% dos caminhoneiros assumem tomar medicamento proibido

  • 10/11/2013 em 15:54
    Permalink

    Lógica brasileira, por causa de 22% temos uma lei, por causa de 88%, não temos hospitais, e nenhum órgão público que, ao menos, indiquem e incentivem a prática de exercícios nas estradas.

  • 09/11/2013 em 20:29
    Permalink

    Querem saber qual o medicamento mais usado pelos caminhoneiros autônomos??? “NABUNDA” em gotas

Fechado para comentários.