Flagra mostra caminhoneiro fazendo alteração que causa ‘efeito guilhotina’

suspensao levantada

Caminhoneiros adulteram a suspensão para viajar com uma carga mais pesada e enganar a fiscalização, mas o resultado disso é o aumento do risco de vida para quem vem atrás.

Só os olhares mais atentos conseguem perceber como alguns caminhões estão com a parte traseira mais alta. Motoristas descumprem a lei e elevam a suspensão dos veículos. A elevação é feita com a colocação de calços nas rodas traseiras ou com o aumento do número de molas na suspensão.

Com isso, a parte da frente do caminhão fica mais pesada, o que dificulta a frenagem, aumenta o desgaste dos pneus e compromete a estabilidade. Além de prejudicar o desempenho do veículo, a alteração pode provocar uma consequência ainda mais grave.

O para-choque fica mais alto e deixa de ser uma barreira. No caso de batida, o carro que estiver atrás pode entrar embaixo do caminhão, o que aumenta o risco de morte.

“Isso é o efeito guilhotina, o para-choque fica na altura do pescoço e da cabeça do motorista que vem atrás”, explica o policial rodoviário Federal Fagner Moura Camargo.

Com uma câmera escondida, fomos até oficinas especializadas para mostrar como é fácil fazer a modificação. Mesmo assim, o mecânico oferece a peça usada para deixar a parte traseira mais alta.

A alteração, proibida por lei, tem um preço: R$ 380. O resultado da facilidade para fazer a alteração é um risco maior nas estradas.

Em operações feitas pela Polícia Rodoviária Federal na BR-153, no interior de São Paulo, vários motoristas foram flagrados.

“Se depender só de mim está normalizada a situação. Não gosto de frear rápido não”, diz o caminhoneiro Amarildo Silva.

‘Guilhotina não é só uma figura de linguagem’, afirma Alexandre Garcia

A questão é a falta de fiscalização, mais uma vez. Isso não é tão novidade, e é mais comum que a gente imagina.

Guilhotina não é só uma figura de linguagem, é literal. Eu não posso descrever aqui o que eu vi na foto de um acidente assim, na rodovia federal que une Goiânia e Brasília, o que aconteceu com dois jovens em um carro que entrou na traseira de um caminhão. É como cortar uma fatia.

Na verdade, a irregularidade é fruto também do estado de muitas estradas. Para buscar a riqueza do campo, que salva a balança comercial brasileira, caminhões enfrentam atoleiros parecidos com os que os bandeirantes encontraram, mas as carroças dos pioneiros tinham bois. Os caminhões só têm os cavalos do motor e, com o peso da riqueza na carroçaria, muitas vezes encalham com o chassi no barro. Aí, nem boi nem trator.

Eles põem esses calços na suspensão e, como alteram o centro de gravidade, na hora de frenagem de emergência, é outro problema.

O caminhão fica perigoso para os que vêm atrás e também para os que estão à frente. Outro pretexto dos calços é burlar a fiscalização visual de excesso de peso.

Eu disse visual, porque as balanças sumiram e o asfalto some também por excesso de peso. É bom lembrar que é obrigatório o para-choque traseiro à altura máxima de 55 centímetros do chão, para evitar que o caminhão seja guilhotina ambulante.

Vídeo:

Fonte: Bom Dia Brasil




27 comentários em “Flagra mostra caminhoneiro fazendo alteração que causa ‘efeito guilhotina’

  • 07/11/2016 em 10:28
    Permalink

    Essa turminha é realmente sábia! Encontrei um que havia levantado a traseira do caminhão ao ponto de uma pessoa com altura de 1,75 poder passar sob a carroceria. Questionei ao “mané” o porque da notificação e ele afirmou que o caminhão ficou muito mais seguro e econômico, dá para a creditar? O cara é tão desinformado que ele faz transporte de pias para cozinha e pensa que a carga ficou mais estável. Quando eu disse que quanto mais alto o caminhão ou qualquer outro objeto, maior é a facilidade de tombamento, haja vistas que o contro de gravidade foi elevado e assim perde-se estabilidade, mas o “bem informado” motorista disse que isso não acontece com caminhão. Parei na hora e desejei que a PRF barre esses “inteligentes” inclusive prendendo o caminhão e o esperto ter de buscar o moleiro para corrigir a falha. Liberar para ir ao moleiro pode ser o momento em que aconteça um acidente e mate alguém.

  • 03/12/2013 em 19:20
    Permalink

    Os fabricantes gastam fortunas em projetos de engenharia, para tornar o veículo seguro, econômico. Ai vem um monte de mané dizer que não faz diferença e que melhora a segurança e estabilidade do caminhão.. O caminhoneiro com alguma informação sabe que, alterar desta maneira o bruto, desestabiliza e vai em desencontro a engenharia geral do mesmo. Certo mesmo ta o zé mané moleiro que garante não haver problemas de segurança com estas alterações.. Só rindo mesmo..Bem, olhando o facebook da maioria, logo se vê serem motoristas com anos de profissão e muito conhecimento de projetos mecânicos, engenheiros. Bisbilhotei alguns e ví q a maioria tem entre 12 e 16 anos de idade. muito tempo de vida e de estrada.

  • 15/11/2013 em 02:05
    Permalink

    gosto é igual #@$# como diria o ditado , mais fica feio demais isso fica , o engraçado ver gente achando ruim que falar que ta errado, aposto q é tudo engenheiro e estudaram anos pra fazer isso com caminhões.. e os engenheiros os fabricantes eles que estão errados né? .
    querem quer achar ruim o que eu falei achem cada um tem a sua opinião agora querer achar criticar a opinião de quem não gosta e impor que isso é legal já é demais e não causa nada já é demais.

  • 14/11/2013 em 20:41
    Permalink

    O POVO PRA COLOCAR “MARMOTA” EM CAMINHÃO ,SE O BICHO FOI PROJETADO PRA SER ASSIM É PORQUE FOI TESTADO RE-TESTADO !!!!!!!!!

  • 14/11/2013 em 18:55
    Permalink

    Quem bate atrás é o errado,
    agora vem dizer que caminhão foi feito pa bater, e pesquisem para ver muitas pessoas morrem por traseiras baixas, pois se fossem altas não teriam morrido!!!!

  • 14/11/2013 em 18:53
    Permalink

    esse povo aí quer fazer graça contra os caminhoneiros, efeito grilhotina o cassete, não devia ser proibido empinar desde que o pára choque esteja até 40 cm do chão não tem problema o povo q quer empinar aumenta o pára-choque que no caso a maioria faz, eu sou fã de caminhão empinado, logo vão por lei de que o caminhão não pode ter direto pois atrapalha o povo, não vão mais pode por calota pq risca carro, nem rodoar pq muda a largura do caminhão, nem lamerão pq esconde o eixo e sufoca o motorista de trás, as autoridades não estão preparadas para por lei, a lei tem que vir quando ajuda os dois lados não quando ignora o lado do caminhoneiro que sustenta o país.

  • 14/11/2013 em 18:13
    Permalink

    por isso o brasil e terceiro mundo nao se ve caminhao arqueado em paises onde tem educaçao, saude, puniçao para corrurtos, criminosos, laranjas e outras mazelas etc.etc

  • 14/11/2013 em 16:25
    Permalink

    O QUE MATA É A PROSTITUIÇÃO DA REDE ESGOTO DE TELEVISÃO, NÃO É MOLA DE CAMINHÃO

  • 14/11/2013 em 12:59
    Permalink

    pq vcs não fazem reportagem falando como não é facil comprar um caminhão dos juros abusivos onde a prestação de caminhão é de 3 mil para frente onde pais de familia rodam dia e noite e não é porque gosta de virar a noite não e sim porque se não for assim não consegue paga a prestação e sustentar a familia que o espera.
    E FICA A DICA:procure fiscalizar melhor isso:[https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/q71/s720x720/1470235_757443110938835_93616829_n.jpg]
    pois isso sim tem que acaba isso prova que a lei nãonão funciona para bandido só para trabalhador

  • 14/11/2013 em 11:24
    Permalink

    Me respondam uma coisa, se quem bate atras é o errado, por que você tem que preocupar com a traseira ?
    E outra caminhão foi feito para batrerem atrás

  • 14/11/2013 em 11:20
    Permalink

    estao tratando os motorista como bandidos!! nao tem nada de bom pra passar dai começa a inventar merda!

  • 14/11/2013 em 10:50
    Permalink

    Blog do Caminhoneiro contra os caminhoneiros? Vão parar de falar merda!

  • 14/11/2013 em 10:38
    Permalink

    isso é uma palhaçada pq eles nao vao cuida das estradas que estao uma merda e muitas outras coisas q estao errada só sabem enche o saco dos motoristas…….pra eles é facil só fica mandando agora quero ve eles fica quarenta cinquenta dias longe da familia nisso eles nao pensam isso sim é a legitima palhaçada traseira alta nao é crime

  • 13/11/2013 em 20:15
    Permalink

    Isso não tem fundamento, ninguém usa calço em pneu não ,o calço é usado nos feixes de molas do caminhão , sendo calço ou se aumentar o número de mola melhora a estabilidade do caminhão nas curvas ,só vai aumentar o peso na dianteira do caminhão se for retirado molas nos feixes dianteiros ,não compromete estabilidade só dizem isso por que a alteração é proibida por lei.
    e claro também melhora a estética do cargueiro mas enfim … Vocês nem sabem do que estão falando , haha e outra TRASEIRA DE CAMINHÃO NÃO É ESTACIONAMENTO PARA AUTOMÓVEL !

    Por isso mesmo , usamos uma escrita na traseira … Mantenha Distancia

  • 13/11/2013 em 19:05
    Permalink

    Só cururu que criticaa tudi baum oq liga é traseira alta

  • 13/11/2013 em 18:48
    Permalink

    O que mata é a velocidade nao a altura

  • 13/11/2013 em 18:27
    Permalink

    Por que será que não vemos reportagem de policiais corruptos,policiais que estão fazendo abordagens com bafo de cachaça?

  • 13/11/2013 em 17:25
    Permalink

    Essa rede esgoto é imunda mesmo!!!! Nada do que ela fala presta!!!! Eu te odeio rede esgoto!!!!

  • 13/11/2013 em 16:34
    Permalink

    melhorar estrada ninguem fala bando de filha da puta essas emisoras so estragando com us caminhoneiros intaum proibi caminhao i trasporta tudu de navio seu babaca

  • 13/11/2013 em 16:01
    Permalink

    noooooo tem nada a ver soh pq deu o talento no cargueiro vish cururu eh foda neh povo ai carrega essa merda de Brasil nas costas pra merece isso e a corrupção e os vao prender bandidos agora os CAMINHONEIROS ki eh pessoas trabalhadoras c vcs fika amolando eles aaaa vei sakanage
    BRASIL ONDE ARQUEAR CAMINHÃO É CRIME E ROUBAR MATAR E CORRUPÇÃO EH ARTE

  • 13/11/2013 em 15:41
    Permalink

    oque mata e a velocidade nao a trazeira erguida #euapoioarquea

  • 13/11/2013 em 13:28
    Permalink

    Que mídia idiota…
    Observações:
    1º A maioria do caminhões que mostram na reportagem NÃO ESTÃO ALTO, NÃO ESTÃO ALTO… (o Mercedes baú que mostra no ponto 1:41 do vídeo “é o mais alto inclusive”, se abaixar ele as rodas entra no baú…)
    2º Reparem nos acidente que mostram na reportagem, os caminhões também NÃO ESTÃO ALTOS, se tiver está só alguns centímetros, ou seja dentro da lei…

    Essa mídia burra precisa ficar mais por dentro do assunto pra meter o bico…

  • 13/11/2013 em 10:01
    Permalink

    Um país que tudo o que se faz precisa de fiscalização, é um país sem cultura, que não respeita leis. TUDO QUE SE TEM OU SE NO BRASIL PRECISA DE ALGUÉM PARA FISCALIZAR(ou seja CUIDAR), ACHO NÃO É SOMENTE POLITICOS, JUIZES E OUTROS QUE ESTÃO NO PODER QUE SÃO CURRUPTOS OU BURLADORES DAS LEIS.
    ESSE É O “BRASIL PENTACAMPEÃO”.

  • 13/11/2013 em 09:58
    Permalink

    É erro atrás de erro….O caminhoneiro esta errado por suspender a traseira do caminhão, o Bom Dia Brasil esta errado por permitir a visualização das placas dos veículos em sua “matéria”!!!! Como dizia meus antepassados….”Pimenta nos olhos dos outros é refresco”.

    Se eu fosse o dono desse caminhão azul, processaria esta emissora irresponsável!!!! Lei é lei, e deve ser cumprida!!!

    • 14/11/2013 em 18:00
      Permalink

      Acho que não tem nada ave meu pai arquio o caminhao 25/26 e nunca levo mais do que 13 ton peso de balança do 1620.

Fechado para comentários.