Habilitada ao Inovar Auto, Sinotruk ‘volta ao jogo’ com pesado A7 e fábrica em Lages (SC)

Sinotruk_A7




A Fenatran 2013 apresentou há duas semanas muitas novidades já disponíveis no mercado de caminhões e que deverão ser tendências no mercado pelos próximos dois anos. No entanto, um fator que era esperado com mais força não se confirmou no evento: uma presença sólida das empresas chinesas do segmento no Brasil. Entre as marcas que aparecem com planos mais ambiciosos para o nosso País, somente a Metro-Shacman teve estande no 19º Salão Internacional do Transporte.

Outra empresa chinesa com projeção otimista no mercado brasileiro, a Sinotruk planejava mostrar seus produtos na Fenatran, mas teve que adiar a programação por conta da demora na homologação do pesado A7. Agora, com tudo pronto, a marca se prepara para apresentar na próxima semana, no dia 19, suas novidades para o País.

“Infelizmente, as restrições criadas a importadores através do decreto de lei nº 7.819 ocasionou atrasos em todo nosso planejamento. Agora, recém-habilitados ao Programa Inovar Auto, “voltamos ao jogo”, e, neste momento, voltamos todo nosso foco e dedicação todos na preparação dos caminhões A7″, explica Joel Anderson, diretor geral da Sinotruk Brasil, em entrevista exclusiva.

Mesmo com objetivos definidos para o mercado nacional, ainda há incerteza entre os caminhoneiros sobre os planos das marcas chinesas no Brasil. Nada mais natural, por se tratar de uma novidade no País. No entanto, a Sinotruk começa a contornar essa visão com o projeto de uma planta que deve começar a ser construída ainda neste ano em Lages (SC).

“Contamos hoje com uma rede de 25 concessionárias ativas e outras 5 em fase de nomeação, sem dúvidas atraídas por nossa nova linha de produtos e pelo fator ‘fábrica’”, revela o executivo. Durante o turbulento período de restrição aos veículos importados, a Sinotruk deixou de negociar os caminhões A7 apresentados na Fenatran de 2011. Além do golpe nos negócios, houve a perda de parceiros comerciais.

“Nos últimos 20 meses, tivemos algumas perdas na rede em razão das dificuldades impostas à marca, que comprometeram a viabilidade econômica do negócio. Mas a partir de agora projetamos um crescimento expressivo da rede, que deverá fechar em 40 concessionárias até o final de 2014″, projeta Joel Anderson de maneira otimista. Além dos extrapesados A7, A rede de concessionárias Sinotruk também possui no estoque a linha Howo Euro 3.

Fonte: Portal Brasil Caminhoneiro Texto Leandro Tavares




Um comentário em “Habilitada ao Inovar Auto, Sinotruk ‘volta ao jogo’ com pesado A7 e fábrica em Lages (SC)

  • 12/11/2013 em 22:12
    Permalink

    A concessionária Sinotruk Vimassi Sinodiesel, de Rio Verde (GO), vendeu o primeiro modelo A7 importado da China pelo Inovar-Auto. O cavalo mecânico de 460 cv de potência e tração 6×4 foi encomendado por Olmiro Andriollo, empresário do setor agrícola.

    A experiência positiva que teve com o caminhão Howo 380 Euro 3, antecessor do A7 Euro 5, foi o motivo que o levou a optar pela compra. “Desde que adquiri o Howo, em 2010, nunca precisei pará-lo para manutenção corretiva. Apenas para revisão”, conta Andriollo, que pretende ampliar sua frota com modelos Sinotruk.

Fechado para comentários.