Sest Senat oferece cursos profissionalizantes na área de logística

Uruguaiana-01-2




O município de Uruguaiana (RS) tem o maior porto seco da América Latina e o terceiro maior do mundo. O tráfego intenso de caminhões de carga na região exige profissionais cada vez mais capacitados para lidar com este mercado. Para se ter uma idéia, somente nos primeiros sete meses de 2013, o movimento de carga no porto cresceu 20% na comparação com o mesmo período de 2012, atingindo 2.667,3 mil toneladas de produtos.

Para suprir a demanda por trabalhadores capacitados para atuarem na área, o Sest Senat abrirá, em 2014, duas turmas de Assistente de Logística de Transporte, por meio do programa Jovem Aprendiz, que disponibiliza pagamento de bolsa no valor de um salário mínimo e do qual podem participantes jovens a partir dos 14 anos.

Na fase inicial, o curso repassa lições como atendimento eficaz, relações interpessoais, éticas e sociais, sobre as responsabilidades dos trabalhadores em transporte para com o meio ambiente. Na segunda etapa, são repassadas noções sobre legislação, informática, português, matemática e inglês. Por fim, no módulo teórico específico, as aulas abordam temas como custo e nível de serviço, layout e organização dos armazéns, montagem e seleção dos pedidos, movimentação da carga, manuseio de cargas perigosas e qualidade na prestação do serviço. A formação dura 320 horas.

Além disso, o Sest Senat deu início, em 2012, ao curso de Gestão de Recursos Humanos com Ênfase em Transporte, também oferecido por meio do Programa Jovem Aprendiz.

O curso tem duração de 800 horas: metade do tempo é em sala de aula e a outra metade é de atividade prática nas companhias da região. Hoje, dos 45 jovens que passam pela formação, 12 estão atuando no porto seco. “A profissionalização é uma forma de inserção na atividade profissional”, explica a coordenadora da unidade, Ana Paula Victorino Claus. Segundo ela, durante a capacitação o jovem aprendem lições básicas como atendimento eficaz e ética, e aspectos específicos do setor de logística e transporte. Na região há, ainda, uma peculiaridade: parte do treinamento é dado em espanhol, para que os futuros trabalhadores consigam fazer negociações e documentos necessários para o intercâmbio de mercadorias com países do Mercosul. Eles também são treinados para atuarem como despachantes aduaneiros.

“No transporte quase sempre há mais vagas abertas do que pessoas qualificadas para trabalhar, então existe uma demanda grande na área”, explica Ana Paula.

As turmas são abertas anualmente e as aulas iniciam em junho. A seleção de estudantes é feita por meio de currículos enviados por empresas do setor ou entregues no Sest Senat. Para mais informações, basta contatar a unidade de Uruguaiana, pelo telefone (55) 3413-4930.

Fonte: Agência CNT de Notícias