Volvo toma terceiro lugar nos caminhões da Ford

linha-de-produção-volvo1




O expressivo crescimento das vendas de caminhões pesados nos últimos meses no mercado brasileiro fortaleceu as operações da Volvo, que em outubro comemorou ascensão ao pódio. A fabricante de origem sueca ultrapassou a Ford e também abriu maior distância de sua compatriota Scania.

Com 17 mil 316 caminhões comercializados de janeiro a outubro a Volvo registrou crescimento de 36,9% com relação ao mesmo acumulado de 2012, alcançando 13,5% de participação nas vendas totais de caminhões no País.

Duzentos caminhões a menos do que a Volvo fizeram a Ford cair para a quarta colocação. A fabricante licenciou nos dez primeiros meses deste ano 17,1 mil caminhões, 5,6% abaixo do volume de iguais meses de 2012. Parte desta perda está relacionada à saída temporária de linha da Série F, no aguardo da tecnologia Euro 5 de motores.

A Mercedes-Benz segue sua estratégia de recuperação de mercado e encerrou os dez primeiros meses com alta de 8,7%, somando 31,3 mil unidades, na vice-liderança. É desempenho superior ao de sua principal concorrente, a MAN, ponteira do ranking com avanço de 1,4% na mesma comparação, totalizando 34 mil 393 unidades.

Apesar de líderes as duas não acompanharam o ritmo do mercado, em média de 12,8% de alta no período.

Também apoiada nas vendas de pesados a Scania manteve a quinta posição no ranking graças aos 16,1 mil caminhões vendidos de janeiro a outubro, o que representou 90,3% de incremento sobre as vendas de idêntico período de 2012. Na mesma comparação a Iveco fechou os dez primeiros meses com alta de 10,5%, somando 9 mil 472 unidades, na sexta colocação.

Na sétima posição a International, que já planeja abrir segundo turno de produção de sua nova fábrica em Canoas, RS, vendeu 442 caminhões de janeiro a outubro, apontando alta de 9% ante o mesmo intervalo do ano passado. Em igual comparativo a Agrale viu suas vendas caírem 17,3%, somando 378 unidades, mantendo a oitava posição.

A Daf, que iniciou as vendas do XF 105, estreia no ranking neste mês com quinze unidades emplacadas.23414

Ônibus

Com mais de 40% do mercado, A Mercedes-Benz segue líder de vendas de chassis de ônibus no País com 11 mil 88 unidades licenciadas de janeiro a outubro, avanço de 2,5% sobre o mesmo intervalo de 2012.

A vice-líder, MAN, obteve desempenho melhor, 15% de alta na mesma comparação, porém bem distante em volume, 7,5 mil unidades vendidas nos dez meses.

O melhor desempenho foi da Agrale, a terceira colocada do ranking, com crescimento de 75% nas vendas acumuladas de janeiro a outubro ante iguais meses do ano passado, totalizando 4 mil 862 unidades. Na sequência, a Volvo emplacou 1,4 mil chassis de ônibus, 3,6% de queda na mesma comparação.

Com a promessa de ampliar o portfólio de chassis de ônibus no próximo ano, a Iveco vendeu 17,2% menos chassis nos dez primeiros meses deste ano ante idêntico período de 2012, e com 1 mil 130 unidades ficou com a quinta colocação.

A Scania é a quinta no ranking de vendas de chassis de ônibus graças às 947 unidades comercializadas de janeiro a outubro, 12,5% acima do volume de iguais meses do ano passado. A International apontou queda de 53,7% no mesmo comparativo, com 25 unidades vendidas, na sexta posição.23416

Fonte: Portal Autodata




4 comentários em “Volvo toma terceiro lugar nos caminhões da Ford

  • 09/11/2013 em 11:43
    Permalink

    Esses dados estão corretos ? Se não em engano na Fenetran tinha quase 300 unidades da Sinotruk comercializadas no acumulado , cadê a marca ? Ela estava atrás da Agrale.

    • 09/11/2013 em 11:47
      Permalink

      Perdão FENABRAVE, é que fiquei tanto lendo sobre que ficou na cabeça kkkkkk; é a Sinotruk caiu muito na lista é no acumulado à 12° mas tem 262 unidades vendidas até o mês de outubro de 2013.

  • 09/11/2013 em 10:18
    Permalink

    Se a Scania tivesse uma politica de preços melhores para os modelos semipesados, com certeza venderia, que aquela “merda” VM.

  • 08/11/2013 em 10:59
    Permalink

    VOLVO TOMA TERCEIRO LUGAR NOS CAMINHÕES DA FORD…

Fechado para comentários.