Entrevista com Rodrigo Henker, o caminhoneiro ‘brasiguaio’

por Blog do Caminhoneiro

Rodrigo Henker - Blog do CaminhoneiroNatural de San Alberto, no Paraguai, e caminhoneiro a oito anos, Rodrigo Henker é autônomo. Trabalha junto com seu irmão e primo, cada um com seu caminhão, e estavam parados em um posto à margem da BR-476, em São Mateus do Sul-PR, preparando o almoço, no sábado, 14/12.

Para iniciar a profissão, Rodrigo começou trabalhando com seu primo, nas lavouras paraguaias e diz ser caminhoneiro por estar com a profissão no sangue, e também pela quantidade de oportunidades no país vizinho, que tem caminhões novos paradas por falta de motoristas.

Quando iniciou a vida na estrada, as primeiras dificuldades encontradas foram principalmente cozinhar, pois no Paraguai não há a quantidade de restaurantes na estrada que existe no Brasil, e filas nos portos, pois não havia estrutura, como banheiros, e as filas eram na estrada. Hoje houve grandes mudanças, com modernização dos portos e diversas melhorias para os caminhoneiros no país vizinho.

Ficando no máximo dez dias longe de casa, o caminhoneiro ‘brasiguaio’ diz que o pior é sair de casa, pois depois se distrai com a viagem. Viajando principalmente do Paraguai para Santa Catarina com milho, e retornando ao Paraguai com calcário agrícola e outros insumos, Rodrigo nos conta que nem deveria estar em São Mateus do Sul-PR. Por problemas no descarregamento em Chapecó-SC, foram enviados à Concórdia-SC, o que acabou atrasando a viagem. O planejamento era estar em Palotina-PR. Por serem Adventistas, os três caminhoneiros não trabalham no sábado. Iriam esperar o anoitecer para seguir viagem.

Dirigindo um Scania R113H 380, que não há similar no Brasil, Rodrigo nos conta que o Paraguai tem preferência por caminhões Scania, e há um mercado muito forte de caminhões usados, vindos da Europa. Mas se hoje fosse trocar de caminhão, a preferência seria por um Volvo FH 540.

Diferentemente da opinião dos caminhoneiros brasileiros, Rodrigo elogiou a estrutura das rodovias do Brasil, dos postos de combustível, que fornecem água, banheiros, rampa, e que nem pode comparar com o Paraguai, onde nem há rampa nos postos para engraxar o caminhão.

Nas viagens, Rodrigo faz de tudo para poder voltar para casa, respeitando o caminhão, as estradas e outros motoristas, pois tem família e precisa se cuidar. Ele também reclama da atitude de alguns motoristas brasileiros, que discriminam as “placas paraguaias”, principalmente pelo rádio PX, dizendo que os paraguaios tem passado fome e por isso vêm ao Brasil. Mas a realidade é outra. O Paraguai é um país rico em agricultura, e com sobra de fretes. É por opção que Rodrigo, seu irmão e primo estão no frete internacional.

Na visão de Rodrigo, as estradas do Paraná estão boas. Em Santa Catarina está precária a situação das estradas não pedagiadas, por isso, ele considera as rodovias pedagiadas excelentes, com serviços, sinalizações e etc. de acordo com as necessidades.

No Paraguai não há planos de financiamentos para caminhões, como no Brasil, por isso existe a dificuldade para compra de um caminhão mais novo, sendo para pagamento em no máximo dois anos, com metade de entrada e “safra”, onde o valor restante é pago nas safras seguintes. Porém os caminhões são muito mais baratos que os veículos brasileiros, e não há muita burocracia para a compra.

Quanto as cargas, Rodrigo conta que é fácil carregar no Brasil hoje em dia, mas anteriormente era mais difícil, e as “placas brasileiras” tinham preferência para pegar as cargas, muitas vezes eles precisavam pagar um “extra” para os agenciadores para conseguir o frete.

Uma reclamação dos caminhoneiros, tanto de Rodrigo quanto dos colegas dele, é sobre a situação do Porto Santa Helena, no oeste paranaense, às margens do Lago de Itaipu. Faltam banheiros e toda estrutura básica para os caminhoneiros, que sofrem na fila de espera que existe no local.

Fonte: Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-98800-6519

Artigos relacionados

8 comentários

Ana Paula Sadlovski 06/03/2017 - 17:10

Tá tudo lindo.. só que em relação a restaurantes a 277 pelo menos tá péssima.. onde a comida é boa o preço é um absurdo, isso quando te tratam bem, em relação a rodovia não tem melhor..

Reply
Francisco de assis ferreira 06/03/2017 - 13:28

Meu nome e framcisco de assis ferreira estou desempregado sou motorista carreteiro.tenho 52anos moro em navirai. Cep 79950.000. Estou ptecizando de uma oportunidade de trabalho alguma empresa que estiver com vaga para motorista pata inicio imediato me liga 67992943247.67998598607

Reply
edison werner silveira 01/08/2014 - 19:35

amigo ele ta certo de elogiar o brasil na terra dele esta tudo atrazado em beneficio do povo eu trabalhei numa firma em santos tinha 20 carretas na epoca 19 mt brasileiro e 10 argentinos na epoca convidei o colega argentino para ir em casa com a familia so ia descarregar na segunda feira as crianças do colega ficaram bobos com a minha tv a cores e argentina e dez vez mas adiantada do que o paraguai e poriço que ele esta encantado com o brasil

Reply
Ana Paula Sadlovski 06/03/2017 - 17:06

Como assim no Paraguai está tudo atrasado? Meu amigo olhe a situação que está o Paraguai e olhe como está o Brasil.. ahh só uma dica, comece pelo combustível.. Tchau, brigado..

Reply
jose raimundo 28/05/2014 - 02:04

meu querido sou caminhonrito ha mais de 10 anos, 8 destes fora do brasil , moro no rio e sou adventista, a dificuldade de um adv nessa area e grande demais. preciso de ajuda se e q me entende. quero trabalhar,sou otimo profssional e tenho referencia.melhor seria trabalhar para um adv que tivesse uma segunda carreta parada a espera de um bom carreteiro. espero q possa me ajudar meu nome jose raimunndo da silva, niteroi,rj 21 3719 6964 ou dasilva,raimundo@gmail.com que Deus os abencoe

Reply
valdimar ramos 16/12/2013 - 22:56

bacana gostei!

Reply
Lourenço Souto Maior 16/12/2013 - 16:22

Peça para ele dar uma opinião sobre os preços dos pneus aqui no Brasil para ver se é essa “maravilha” toda do que ele fala!

Reply
André 16/12/2013 - 11:28

Show de bola!

Reply

Escreva um comentário