Fiscais da BR-262 usam telefone para tentar pegar caminhoneiros fujões

pesagem - viana Espirito Santo - Caminhoes




Motoristas de caminhões com cargas acima do peso aceleram para fugir das balanças da fiscalização. Eles põem em risco a vida dos outros motoristas e ainda contribuem para acelerar o desgaste das nossas rodovias.

Na BR-262 – rodovia que liga o Espírito Santo a Minas Gerais – o posto de pesagem na cidade de Viana, na Grande Vitória, é um dos mais movimentados do país e também onde mais caminhões escapam da fiscalização.

Todo veículo que transporta carga ou passageiro tem que passar pelo posto. E um semáforo indica se o caminhão deve parar na balança, que é fixada no asfalto: o sinal vermelho mostra que o veículo não pode voltar para a pista. Mas os motoristas ignoram a sinalização e fogem da pesagem.

É uma carreta atrás da outra. Uma delas, com 47 toneladas de granito, foi pega em uma blitz depois de passar direto pelo posto.

“Todo mundo passa direto, porque eles multam a gente e aí o lucro do frete fica todo ali”, admite Eliel Klon, o motorista flagrado.

Um levantamento da Controladoria Geral da União mostrou as 10 balanças onde acontece a maioria das infrações – 3 ficam no Espírito Santo. Em um posto no Sul do estado, a média é de um caminhão por minuto passando direto na balança.

Quando o caminhão com excesso de peso não para, o funcionário do Dnit, que trabalha na balança, deve avisar à Polícia Rodoviária Federal. Mas esse aviso é feito por telefone e há falhas na fiscalização. O telefone da polícia pode estar ocupado em outra ocorrência, e, em horários de maior movimento, enquanto o funcionário está ligando, outros caminhões pesados podem passar direto aqui pela balança e também pela polícia.

“Justamente pela dificuldade. A demora de se avisar a fuga do veículo. Muitas vezes fica muito em cima, o veículo passa e a gente não tem como disponibilizar uma viatura para ficar correndo atrás de todos os veículos”, admite Argeu Rangel, superintendente da PRF.
Mesmo com as falhas, este ano, mais que o dobrou o número de multas no Espírito Santo. E quando a fiscalização funciona é possível sentir o peso da imprudência. Um caminhão, por exemplo, passou direto na balança, o pessoal do Dnit avisou.

E a polícia mandou voltar. A carga estava com seis toneladas acima do permitido.

A empresa responsável pelo transporte também é multada. Em quase metade dos acidentes com transporte de carga, há um veículo acima do peso.

“A distância de frenagem do veículo vai aumentar, a estabilidade vai diminuir e a possibilidade de provocar acidente é muito maior”, explica o instrutor de trânsito Paulo Cosendey.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) disse que, no ano que vem, começará a usar um sistema de fiscalização integrado com a Polícia Rodoviária que registra as imagens dos veículos.

Fonte: Bom Dia Brasil




4 comentários em “Fiscais da BR-262 usam telefone para tentar pegar caminhoneiros fujões

  • 01/06/2014 em 09:25
    Permalink

    Si nóis num sabe é bão ficá sabendo: o brasil é um dos países mais CORRUPTOS do mundo…Ainda mais agora que o JOAQUINZÃO vai deixar nóis orfãos de justiça os ladrões vão bebe a banha…

  • 23/12/2013 em 10:49
    Permalink

    Eu acho isso um verdadeiro descaso ao motorista, por que o pessoal da PRF só vão atras deles e quando chega pedem propina para poder libera o caminhão.
    E mas uma coisa o que diz no 1º paragrafo eu também acho isso um absurdo por causa que não tem se quer uma pista boa para esses heróis trafegarem a e eles veem com esse desculpa que desgasta mas rápido a rodovia e cada a ”porra” do dinheiro que o governo recebe o ano inteiro onde ele colocou? Para que serve me respondam? Com tanta responsabilidade que o caminhoneiro tem eles apesar de tudo isso são ainda desclassificados e se não fossem eles eu e vocês seus hipócritas não teríamos nada só ressalta aqui uma informação cerca de 75% a 80% das cargas são transportados em cima de um caminhão. Então acorda BRASIL e valorize a nossa profissão por que se o caminhoneiro para o BRASIL também para.

    • 24/12/2013 em 08:25
      Permalink

      boa boa falou tudo!!!

    • 24/12/2013 em 20:27
      Permalink

      falou tudo e mais um pouco!!!

Fechado para comentários.