Fórum Nacional em Defesa da Lei dos Motoristas será lançado em São Paulo

491-BITREM-AMARELO-GRANELEIRO-VOLVO




As entidades defensoras da Lei do 12.619/2012, conhecida como Lei do Descanso, se uniram para lançar o Fórum Nacional em Defesa da Lei do Descanso no dia 06 de dezembro, em São Paulo.

O Fórum tem o objetivo alertar aos governos Federal e Estaduais, quanto a omissão do poder público com relação a efetiva fiscalização e aplicação da Lei, que já foi sancionada em abril de 2012, em defesa da segurança e saúde dos motoristas do Brasil.

Com o apoio do Ministério Público do Trabalho, Polícia Rodoviária Federal, ANAMATRA – Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho, SOS estradas, centrais sindicais, parlamentares e demais representantes dos trabalhadores, o Fórum ganhou força para enfrentar a CEOMOTOR – comissão criada pela câmara dos deputados para alterar a Lei do Descanso e retirar os direitos conquistados pelos trabalhadores.

Histórico

A Lei 12.619/2012 foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff em abril de 2012, mas seu cumprimento foi adiado por resoluções do CONTRAN até o dia 12 de março deste ano, quando acabou o prazo de adaptação e a Lei deveria ser cumprida na íntegra.

A Lei, que regulamentou a profissão de motorista, garante aos motoristas profissionais o controle da jornada de trabalho e outros direitos que são garantidos a todos os outros trabalhadores mas não eram respeitados no caso dos motoristas, por não terem uma profissão regulamentada.

A CEOMOTOR foi criada em fevereiro deste ano para discutir novamente a Lei do Descanso e alterar a lei já sancionada. Composta majoritariamente por ruralistas e parlamentares empresários do agronegócio, a comissão transformou uma Lei que visava proteger os trabalhadores e os usuários das rodovias em um projeto que beneficia apenas o empresário, visando o lucro e não mais a vida.

Fonte: Divulgação




5 comentários em “Fórum Nacional em Defesa da Lei dos Motoristas será lançado em São Paulo

  • 22/12/2013 em 11:15
    Permalink

    Essa é a lei dos VAGABUNDOS, o kra fica mais tempo parado em algum lugar perdido do que trabalhando. Tem algum esperto ganhando com isso…

  • 09/12/2013 em 09:49
    Permalink

    Sou contra a lei pelo um simples motivo,eu nao ganho salario ganho comissao,e como vai ficar para pagar nossas conta trabalhando 8 h por dia,a dilma vai inventar uma bolsa motorista agora,pra pagarmos nossas contas,por que ate agora ninguem fala em salarios,quem vai ser o maior prejudicado com isso,nos motoristas nao tenha duvida..eu quero descansar sim mas em minha casa e nao num potio de posto,nao e justo,todos nos pagarmos pelo uma meia duzia de inrresponsavel que temos porai.Se essa lei vigorar mesmo vou trocar de profissao nao tem como trabalhar assim.O GOVERNO NAO SABE O TAMANHO DA NOSSA FORCA BASTA NOS UNIRMOS,NAO PODEMOS ACEITAR O QUE VAI NOS PREJUDICAR,nao sou a favor tb de ter que andarmos dia e noite,mas nao precisamos fazer isso tb quem e motorista sabe o que eu to falando,so faz isso quem usa drogas rebites etc,mas e dessa minoria que eu falo,agora temos que todos nos pagarmos.O QUE ESTOU FALANDO E SERIO JENTE VAI FALTAR MOTORISTAS NINGUEM VAI QUERER TRABALHAR DESSA FORMA E QUEM JA TA VAI DESISTIR,MUITAS EMPRESAS PEQUENAS VAI QUEBRAR,COMO O AGREGADO O ALTONOMO QUE TEM SO UM CAMINHAO COM DIVIDA.e porai vai,e como vai o nosso pais temos que ser um pais de primeiro mundo agora ne temos copa do mundo,etodos nos temos que pagar esse presso.ESSA LEI TEM QUE MUDAR

  • 05/12/2013 em 23:55
    Permalink

    Esta lei do descanso na realidade foi emposta por pessoas que nem sabem o que é ter que trabalhar de sol a sol nestas estradas do brasil,esta ficando enviável o um cidadão brasileiro com conta de caminhão pra pagar conseguir pagar as prestações e manutenção ,onde os fretes estão em baixa,onde só existe regras na estrada para motoristas e esquecem de que não se tem uma estrutura física de qualidade para suporte de parada nas estradas e o pior as firmas de carregamento parecem ignorar o fato seja da lei do descanso ou das licenças do amanhecer ao por do sol e ficam como sempre enrolando tanto para o carregamento quanto para a saída de notas, quando o coitado do motorista consegui sai o carregamento com a nota ,ja é hora de parar,ou tem calcular a trajetora por causa da lei do descanso pelo menos esta lei deveria exigir das firmas de carregamento e estipular prazos de carregamento e entrega de notas sobe pena de diária para os motoristas,pois eu acho que não pode o pequeno trabalhador pagar para as grandes empresas porque ate agora foram as únicas beneficiadas,sem falar no horror de multas por excesso de velocidade ou por andar em horário inadequado para circulação do veiculo no desespero de consegui trabalhar para pagar as contas!!!sou esposa de um cidadão que trabalha a mais de 15 anos na estrada e estamos pagando o nosso caminhão sempre com muito trabalho e persistência,sempre com muita responsabilidade de trafegar no transito,pois alem de ser o nosso ganha pão ,eu e meus dois filhos estamos sempre esperando o retorno do meu esposo,espero que esta situação mude,pois separa a distancia de muitas famílias de seus motoristas também por esta lei incompleta e não fundamentada nas reais condições de muito motorista brasileiro….um abraço!! Silvia c. m.facco

  • 02/12/2013 em 22:25
    Permalink

    esses politicos corupitos fasem leis sem nem mesmo consutar os interressados,lei para gringo ver,eo salario quero ver como vai ser eu ando descansado e minha familia passa fome com esse salario q as enpresas pagam.ridiculo,ridiulo ridiculo.

  • 02/12/2013 em 10:43
    Permalink

    ninguem fiscaliza de fato. Os poucos que o fazem, tem interesses ocultos. Se tiver jornalistas por perto, executam a fiscalização com rigor. Mããããssss, caso não, ai aparecem interesses ocultos ( cafézinho, ervinha chimarrão, natal das crianças, etc)…é soda.

Fechado para comentários.