Operadores aprovam novo chassi de ônibus Agrale MA 17.0

Chassi Agrale MA 17.0 (2)




Operadores de transporte coletivo urbano de algumas das principais capitais brasileiras aprovam o novo chassi de ônibus Agrale MA 17.0, que começou a ser comercializado em agosto passado. A Viação Bom Retiro, de Belo Horizonte, a Visate, de Caxias do Sul, e a Pelicano, de Porto Alegre/Guaíba, entre outras, colocaram os veículos em operação e têm obtido desempenho acima das expectativas.

Segundo Magnus Isse, diretor da empresa Viação Pelicano, o novo chassi Agrale MA 17.0 superou as expectativas de desempenho, robustez e baixo custo operacional. “Realizamos um longo programa de testes antes de adquirir o ônibus Agrale e o resultado foi excelente nas aplicações do dia a dia em nossas linhas”, destaca o executivo.

De acordo com Magnus Isse, os testes realizados no primeiro semestre deste ano foram fundamentais para a escolha do modelo Agrale, que se mostrou um produto robusto e extremamente confiável. “O veículo está em operação nas linhas do município de Guaíba, sempre utilizado nos trajetos com maior volume de passageiros”, acrescenta Magnus Isse.

Mais robusto da categoria e destinado a aplicações urbanas, o Agrale MA 17.0 é o modelo de maior capacidade de carga já produzido pela marca. O produto amplia as opções da empresa no principal segmento de mercado de ônibus urbanos, que representa mais de 40% do total de chassis vendidos no Brasil e muito disputado por todos os fabricantes.

Para o diretor de vendas de veículos da Agrale, Alvonir Anderle, o novo chassi representa uma evolução natural da família de modelos da marca. “Há 15 anos somos líderes nacionais na produção de chassis leves. Esse expertise foi fundamental para ingressarmos no segmento de chassis de 17 toneladas de PBT, o de maior volume de vendas. Isso permitirá que tenhamos, a partir de agora, uma presença ainda mais destacada e reforcemos nossa posição como uma das principais marcas do mercado nacional”, explica Anderle.

A Agrale possui uma gama diversificada de chassis de 8 a 17 toneladas de PBT. A família oferece as opções de motor traseiro, piso baixo, suspensão pneumática e transmissão automática, e é composta pelos modelos MA 8.7, MA 9.2, MA 10.0, MA 12.0, MA15.0, MT 12 LE, MT 15 LE e MA 17.0. Os produtos atendem à demanda existente no mercado por veículos mais econômicos e compactos, sobretudo nos segmentos urbano e de fretamento.

Com tecnologia nacional desenvolvida para aplicação no transporte de pessoas e as já reconhecidas características de versatilidade, segurança, conforto e eficiência, a linha de chassis Agrale apresenta atributos de economia operacional e diversidade de opções de distâncias de entre-eixos para o atendimento das diferentes demandas do mercado.

Chassi Agrale MA 17.0

Chassi Agrale MA 17.0 (1)O chassi para ônibus MA 17.0 é a mais nova solução para o transporte de passageiros desenvolvida pela Agrale. Tem como principais características a robustez e uma mecânica consagrada no mercado brasileiro. Admite carrocerias de até 12.500 mm comprimento e foi projetado para atender as condições mais severas de trânsito urbano e de lotação.

Equipado com motor MWM de 6 cilindros e 225 cv de potência, permite retomadas em baixo regime de rotação, o que é ideal para o anda e para do trânsito urbano. O modelo possui transmissão Eaton mecânica de seis marchas, suspensão com molas semielípticas na dianteira e traseira, direção hidráulica, entre-eixos de 5.950 mm, na versão “standard”, e PBT de 17.000 kg (técnico).

Fonte: Agrale




2 comentários em “Operadores aprovam novo chassi de ônibus Agrale MA 17.0

  • 12/12/2013 em 11:05
    Permalink

    Será se haverá uma versão desse chassi destinada a caminhão.

    • 16/12/2013 em 00:58
      Permalink

      Duvido muito, aliás se for observar os planos pela Agrale expostos foi de aumentar sua gama e potência nos tratores saindo da faixa dos até 168cv e nos ônibus das 17 toneladas . Caminhões por enquanto nada , nada mesmo apesar que a linha atual deveria vender bem mais do que vende pela qualidade e design.

Fechado para comentários.