Vendas de pesados caem 11,8% em novembro

Scania-Streamline-lançada-no-Brasil-2




Em novembro, as vendas de caminhões e ônibus ficaram quase 12% abaixo do volume registrado em outubro, ao emplacar 14.729 unidades contra as 16.715 unidades do mês anterior, segundo dados divulgados na segunda-feira, 2, pela Fenabrave, federação que reúne os concessionários.

Somado ao desempenho também negativo do segmento de leves, cuja retração foi de 8%, o resultado dos pesados intensificou a queda apresentada pelo setor no fechamento do mês: considerando os dois segmentos, as vendas somaram 302,9 mil unidades, recuo de 8,25% sobre outubro, quando foram vendidas 330,2 mil, entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

Entre os pesados, o pior resultado foi observado em caminhões, cujas vendas arrefeceram 13,4% em novembro contra outubro, para 11,7 mil unidades, enquanto ônibus tiveram vendas menores em 5% na mesma base de comparação, para pouco mais de 3 mil unidades.

Quando a comparação é sobre novembro de 2012, o resultado do mês passado para pesados é considerado estável, com pequena queda de 0,1%, mais uma vez puxado pelo desempenho negativo de caminhões, com vendas 6,8% inferiores às registradas há um ano, para 12,5 mil unidades. Ônibus tiveram crescimento expressivo de 38,6% no comparativo anual, para 2,1 mil chassis.

Já no acumulado do ano, o segmento mantém o resultado positivo: entre janeiro e novembro houve alta de 14,2% sobre mesmo período do ano passado, para 173,3 mil unidades, dos quais 141,1 mil são caminhões, com avanço de 12,7%, e 32,2 mil chassis de ônibus, incremento de 21,5%.

Fonte: Portal Automotive Business