Russa Kamaz quer construir fábrica de caminhões em Angola

kamaz

A Kamaz, fabricante russa, pretende iniciar em 2016 a construção em Angola de uma fábrica de veículos pesados para comercialização nos países da África Austral, afirmou Dmitri Tokarev, da embaixada da Rússia em Angola.

Em declarações ao jornal angolano Expansão, Tokarev disse que a construção da fábrica deverá demorar três anos, com investimentos de 20 milhões de dólares neste projeto.

LEIA MAIS  Tabela de frete não vai resolver problema do excesso de caminhões

Dmitri Tokarev disse ainda que a iniciativa se enquadra nos planos de expansão dos negócios do grupo, que vê Angola como um ponto estratégico para aumentar a presença na África Austral.

Sem mencionar qual a produção inicial prevista para a fábrica, o adido da embaixada da Rússia adiantou que a construção da fábrica em Angola vai ter um impacto significativo, atendendo ao fato de se tratar de veículos pesados para utilização no setor da construção e obras públicas.

LEIA MAIS  Governo discute novas linhas de créditos para caminhoneiros

O grupo Kamaz tem sede em Naberezhnye Chelny, tendo iniciado a atividade de produção de caminhões em 1976.

Fonte: Cargo News