Aliança Renault-Nissan: recorde de vendas em 2013 pelo quinto ano consecutivo

Aliança Renault Nissan (1)

A Aliança Renault-Nissan vendeu 8.266.098 de veículos no mundo em 2013, um volume de vendas sem precedentes que representa uma alta de 2,1% em relação a 2012 e inclui as vendas da AVTOVAZ.

“A forte demanda nos principais mercados mais do que compensou o baixo crescimento, ou até mesmo recuo, nas outras regiões », declarou Carlos Ghosn, Presidente da Renault-Nissan. Sempre haverá períodos de volatilidade em algumas regiões, mas estamos otimistas em relação ao crescimento do mercado automotivo de longo prazo. A Aliança Renault-Nissan está bem posicionada para desempenhar um papel de destaque nos principais segmentos do mercado em nível mundial.”

O grupo Renault vendeu 2.628.208 veículos no mundo em 2013, em alta de 3,1% em relação a 2012. Em um mercado em queda de 1,7%, os volumes do Grupo aumentaram 2,4% na Europa, com 1.301.864 veículos vendidos; a participação de mercado chegou a 9,5%, em alta de 0,4 ponto.

Aliança Renault Nissan (2)Pelo segundo ano consecutivo, a Renault realizou mais de 50% de suas vendas fora da Europa. Elas chegaram a 1.326.344 veículos, em alta de 3,8% em relação a 2012.

A Nissan Motor Corporation vendeu 5.102.979 veículos no mundo, em alta de 3,3%, um volume recorde pelo quarto ano consecutivo. A Nissan continua a comercializar mais de 1 milhão de veículos em seus dois principais mercados: a China e os Estados Unidos.

A AVTOVAZ, proprietária da célebre marca LADA, vendeu 534.911 veículos em nível mundial, uma queda de 12,1% em relação a 2012, em um contexto de desaceleração do crescimento econômico na Rússia. A Aliança Renault-Nissan possui uma participação majoritária no capital da AVTOVAZ, a maior montadora de automóveis da Rússia, através de uma joint venture com a empresa estatal RosTech. Um veículo a cada três na Rússia foi vendido pela Aliança Renault-Nissan e a AVTOVAZ.

Fatos relevantes do ano de 2013: Renault e Nissan

Os dez primeiros mercados da Aliança em 2013 foram China, Estados Unidos, Rússia, Japão, França, México, Brasil, Alemanha, Reino Unido e Turquia.

Na China, primeiro mercado automotivo mundial, a Nissan bateu seu recorde com 1,27 milhão de unidades vendidas em 2013, uma progressão de 17,2%. A Nissan é a marca japonesa número um na China, com uma participação de mercado de 5,9%. Entre as vendas da Nissan a Venucia, a marca chinesa local com seu parceiro DongFeng Motor.

Em dezembro 2013, a Renault anunciou a aprovação do governo chinês para iniciar a produção de carros na China em 2016, através de uma joint venture com a DongFeng. Esta joint venture se instalará na cidade de Wuhan, uma fábrica com capacidade para produzir 150.000 unidades por ano, podendo ser multiplicada por dois posteriormente.

Nos Estados Unidos, a Nissan registrou vendas de 1.248.421 unidades das marcas Nissan e Infiniti, um aumento de 9,4% em relação a 2012. As vendas da marca Nissan tiveram um progresso de 10,8% atingindo 1.131.966 veículos vendidos, graças a uma forte demanda do sedan Altima, do crossover Rogue, do compacto Versa e do elétrico Nissan LEAF. Nissan e Infiniti chegaram a uma participação de mercado de 8,0% nos Estados Unidos em 2013, em alta de 0,1 ponto em relação a 2012.

Apesar da desaceleração econômica na Rússia, as vendas da Renault aumentaram 10,7%, atingindo um recorde de 210.099 veículos vendidos. A Rússia é o terceiro mercado mais importante da Renault após a França e o Brasil. A Renault é a primeira marca estrangeira da Rússia e a segunda marca mais famosa em 2013 após a Lada, graças ao sucesso de seu SUV Duster. A participação de mercado da Renault na Rússia chegou a o nível recorde de 7,6%, em alta de 1,1 ponto. A Nissan vendeu 154.996 veículos, e sua participação de mercado chegou a 5,6%, em alta de 0,1 ponto.

No Japão, o mercado de origem da Nissan, as vendas tiveram um progresso de 2,9%, com 678.824 veículos vendidos, incluindo veículos ultraleves. As vendas de veículos ultraleves tiveram 21,3% de progressão, com 185.929 veículos vendidos, um recorde pelo segundo ano consecutivo. A participação de mercado da Nissan no Japão chegou a 12,6%, em alta de 0,3 ponto.

Na França, o mercado de origem da Renault, as vendas do grupo estão em queda de 0,7%, com 547.693 veículos vendidos. No ranking dos dez primeiros veículos de passeio vendidos no mercado francês, o grupo Renault tem seis veículos, dentre os quais o Clio, o mais vendido no país, e o Captur, o crossover mais famoso. A participação de mercado chegou a 25,4%.

O México também atingiu excelentes resultados em 2013. A Nissan mantém o primeiro lugar no país, com vendas em alta de 7,6%, sendo 264.463 veículos vendidos, um recorde histórico. Com 24,9%, a participação de mercado se mantém estável em relação a 2012.

Mercado estratégico para a Aliança, cuja primeira fábrica acaba de ser inaugurada, na Índia a Renault teve uma alta nas vendas de 83,1%, com 64.368 veículos vendidos, apesar de uma queda de 7,5% do mercado de veículos de passeio. As vendas da Renault foram estimuladas pelo sucesso do Duster, tendo a Renault se tornado a primeira montadora de automóveis europeia neste mercado. Na Índia, a marca Renault teve uma participação de mercado de 2,6%, quase o dobro do índice registrado em 2012.

Fatos relevantes do ano de 2013: AVTOVAZ

A AVTOVAZ, fabricante da legendária marca LADA, vendeu 456.309 veículos na Rússia em 2013. Em um mercado em queda, a Renault-Nissan e a AVTOVAZ venderam 821.404 veículos na Rússia em 2013, o que representa uma queda de 7,8% em relação a 2012. A participação de mercado da Aliança, incluindo a AVTOVAZ, ficou em 29,7%.

Em dezembro de 2012, a Aliança Renault-Nissan criou uma joint venture com a estatal RosTech (antiga Russian Technologies) para assumir o controle da AVTOVAZ, a primeira montadora de automóveis na Rússia. A Renault-Nissan vai investir 490 milhões de euros na joint venture para a modernização da AVTOVAZ. Este investimento aumentará a participação da Renault-Nissan para 67,13% na joint venture em meados de 2014.

Até 2016, a Aliança e a AVTOVAZ devem ter uma capacidade de produção da pelo menos 1,7 milhão de carros por ano na Rússia. O complexo industrial de Togliatti já tem um dos maiores programas de compartilhamento de plataformas da Aliança Renault-Nissan. A planta, considerada uma das maiores fábricas do mundo, já produz o LADA Largus e o Nissan Almera. Cinco modelos de quatro marcas diferentes serão produzidos em breve: LADA, Renault, Nissan e Datsun. Este projeto representa um investimento global de aproximadamente 400 milhões de euros.

Veículos zero emissão

Aliança Renault Nissan (3)A Aliança Renault-Nissan é a única montadora de automóveis que comercializa uma ampla gama de veículos 100% elétricos e recarregáveis a partir de fontes da energia totalmente renováveis.

Em 2013, a Aliança vendeu 66.809 veículos elétricos no mundo, uma alta de 52% em relação ao ano anterior. As vendas do Nissan LEAF tiveram um progresso de 77%, atingindo 47.717 veículos, enquanto que as vendas dos quatro modelos elétricos da Renault – Kangoo Z.E., Fluence Z.E., ZOE e Twizy – aumentaram 13%, passando para 19.093 unidades.

O Kangoo Z.E. teve 4.174 unidades vendidas, uma alta de 46% em relação a 2012, o que representa aproximadamente 12% de todos os Kangoo versão utilitária.

A participação da Aliança no mercado mundial dos veículos zero emissão em 2013 ficou em 63%, incluindo o Twizy, o triciclo de dois lugares da Renault. O Nissan LEAF é o veículo elétrico mais vendido do mundo, com uma participação de mercado de 52,1%. Na Europa, a Renault é líder, com 38,6% de participação de mercado.

Entre dezembro de 2010 (lançamento do Nissan LEAF) e dezembro de 2013, as vendas de veículos zero emissão da Aliança chegaram a 134.383 unidades em nível mundial, o que é superior aos veículos elétricos de todas as principais montadoras de automóveis juntas.

O Nissan LEAF teve um total de 96.847 unidades vendidas durante este período. Em 20 de janeiro de 2014, a Nissan comemorou a venda de seu veículo elétrico de número 100.000, modelo LEAF, para um cliente do Reino Unido. Entre outubro de 2011 (lançamento do Kangoo Z.E.) e dezembro de 2013, a Renault vendeu 37.536 veículos zero-emissão.

Fonte: Divulgação

QUER RECEBER NOSSOS CONTEÚDOS NO SEU WHATSAPP?
MANDE UMA MENSAGEM COM SEU NOME CLICANDO NO NÚMERO

042-98800-6519





RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS NO E-MAIL

Seu e-mail (obrigatório)


Deixe sua opinião sobre o assunto!