Vida na Estrada: Repórter mostra flagrantes de uso de drogas por caminhoneiros

por Blog do Caminhoneiro

vida na estradaPara reduzir o tempo das viagens, os caminhoneiros abusam das drogas, principalmente cocaína, metanfetamina e rebite. O vício se estende por todas estradas do País e, em alguns casos, é alimentado por esquemas de distribuição em postos de gasolina. Acompanhe os detalhes na reportagem de Eduardo Ribeiro.


Fonte: Jornal da Record

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-98800-6519

Artigos relacionados

2 comentários

Leonardo 15/03/2014 - 19:14

Concordo 100% inclusive a fala dos cegonheiros … os que se escapam se brincar nao chega a 30% …

Reply
leocoe 14/03/2014 - 19:00

Realmente o uso de drogas , principalmente a cocaína esta se alastrando entre os menores de 40 anos.Só eu conheço uns dez que utilizam. Por isto acho válido estas blitz e, a cassação da CNH dos envolvidos pegos com droga. Deve a PRF, no ato impedir a sequencia da viagem..Somente assim as empresas que tiverem seus caminhões retidos, vão parar de incentivar, diretamente ou indiretamente o uso. Pois que ao exigir horários apertados, muitas vzs obrigam o empregado a usar entorpecentes desta ordem. Alguns podem até dizer que é uma minoria, mas esta minoria faz um estrago muito grande nas rodovias e na imagem dos profissionais que prezam a profissão. Nestas imagens param um caminhão cegonheiro, se pararem a maioria dos cegonheiros, vai faltar quem transporte carros.. Pq são nas estradas um perigo aos outros motoristas. Basta ver a velocidade que andam. Digo isto, excluindo ai uma minoria de bons profissionais, desta categoria do transporte> a estes peço até desculpas por escrever isto, mas desde ja digo, existem no segmento muitos que não fazem uso e merecem respeito. Porem a gurizada esta difícil de aguentar.. é um corre ,corre imenso, um empurra , empurra a terceiros para fora da pista, deixam a ferragem quase em cima de colegas mais lentos, etc.. E vms de 1313 MB.

Reply

Escreva um comentário