Etapa de Curitiba marca grandes desafios para a Scuderia Iveco

por Blog do Caminhoneiro

Iveco-F-Truck-CuritibaNem a chuva, que poderia ser o maior desafio na corrida desse domingo, traria tantas surpresas para a Scuderia Iveco quanto os contratempos que surgiram durante a prova. O GP Crystal, segunda etapa da Fórmula Truck, que aconteceu no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR), começou com o piloto Beto Monteiro largando da sétima colocação e Valmir Benavides da nona colocação.

Com um bom começo de corrida, onde após a largada Beto Monteiro já assumia a quinta colocação e já disputava o quarto lugar da prova, o piloto teve uma falha momentânea no potenciômetro do pedal do acelerador, o que ocasionou a perda de 6 posições . Ainda assim, o piloto conseguiu finalizar a corrida na sétima colocação e somou oito pontos para o Campeonato Brasileiro.

“Imprevistos acontecem e infelizmente não tínhamos como prever esse incidente. Agora estamos providenciando a troca dos componentes dos dois caminhões, sendo que no carro do piloto Beto Monteiro o reparo é de forma corretiva e no carro do Valmir Benavides de forma preventiva,” afirmou o engenheiro da Scuderia Iveco, Edinilson Almeida.

BenavidesValmir Benavides foi surpreendido por uma batida na traseira de seu veículo bem no início da prova. O incidente acabou danificando bastante o caminhão e mesmo com a intervenção da equipe, que realizou a troca de dois pneus traseiros, o piloto foi forçado a abandonar a corrida devido aos danos. Benavides acabou finalizando a prova na décima nona posição.

A terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck será disputada no dia 18 de maio no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo (SP). Acorrida contará pontos para o Campeonato Brasileiro e, também, pela segunda etapa do Sul-Americano.

Fonte: Blog Iveco

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário