Modelo clássico Scania L111 é restaurado e volta a rodar

Newsroom-17-de-abril-L111-11




O proprietário original do caminhão, Bill Larsen, que usou L111 com cabine para o seu negócio madeireiro na década de 1980, ficou tão impressionado com o seu manuseio e dirigibilidade que passou a investir em uma frota de caminhões Scania.

“Gostei do seu estilo europeu, que é o que me atraiu em primeiro lugar, e ele também tinha uma configuração de eixo diferencial que foi essencial para o terreno lamacento no qual eu tinha que dirigir”, disse Larsen.

Excelente para a indústria madeireira

Newsroom-17-de-abril-L111-4A Scania tem uma forte reputação na Europa na indústria madeireira, que se estende por várias décadas. No norte do continente, a montadora é escolha popular nas rotas madeireiras cobertas de neve, que exigem excelente aderência, confiabilidade e força.

“Os caminhões Scania eram muito melhores de dirigir do que os de fabricantes americanos. Eles também tinham uma melhor trava de direção e eram muito mais silenciosos na cabine. Eles eram muito manobráveis, e com um acionamento único eram bons nos pneus, o que é importante na mata. A caixa de câmbio foi muito bem adaptada para a tarefa e os freios eram excelentes. As molas também eram fortes o suficiente para levar uma carga pesada”, lembra Larsen.

Ampla restauração externa

Newsroom-17-de-abril-L111-12O caminhão já havia sido restaurado e equipado com um motor recondicionado. O interior se manteve em bom estado, mas, desde que o veículo havia sido deixado ao ar livre por algum tempo, ele tinha se deteriorado e precisava de um trabalho extenso de restauração em sua carroceria.

O restaurador de caminhões local Allen Mounsey disse: “nós removemos a pintura da carroceria e todos os painéis, e deixamos a superestrutura. Tivemos de fabricar painéis de reparo para o teto, o piso e a parte traseira da cabine. O interior estava bom de um modo geral e o forro do teto já tinha sido substituído”.

O Scania L111 clássico foi restaurado em um padrão muito elevado, graças ao cuidado e devoção do gerente de Peças Usadas da Scania, Russell Lawrie. O caminhão recebeu uma nova camada de tinta em sua cor original, marrom Hamersley; marca e riscas foram pintadas à mão.

A Scania planeja exibir o caminhão recém-restaurado em uma série de feiras e eventos durante todo o ano.

Fonte: Scania





Deixe sua opinião sobre o assunto!