Scania cresce 40% nos semipesados no primeiro quadrimestre

Scania P 270 DB 8x2 -Etanol (2)




A Scania continua sendo a marca que mais cresce na categoria de caminhões semipesados. De janeiro a abril deste ano, a fabricante emplacou 520 unidades, alta de 40% sobre os 369 produtos registrados no mesmo período em 2013. Uma das explicações desse sucesso está na decisão pioneira de oferecer, de fábrica, a caixa automatizada Opticruise, desde janeiro de 2014. Ela era opcional desde 2010.

O Scania Opticruise 2014, que está na quarta geração, traz como novidades a função econômica (de um total de três modos de condução) e o novo sistema de lubrificação. A caixa ganhou mudanças de marchas mais rápidas e recebeu um software ainda mais inteligente, capaz de ajustar o desempenho do motor de acordo com o peso da carga e da topografia. O resultado é mais eficiência, produtividade e segurança. O novo sistema de lubrificação conta com novo direcionamento do óleo dentro da transmissão, que assegura melhor refrigeração e, por consequência, menor quantidade utilizada.

“A Scania vem sendo pioneira nos semipesados desde que entrou nesse segmento em 2010. A marca foi a primeira a oferecer caixa automatizada como opcional, e desde o início do ano tornou-a item de série para toda a gama, um avanço importante para a categoria”, afirma Victor Carvalho, gerente executivo de Vendas de caminhões da Scania no Brasil. “Disponibilizar o que o cliente de fato necessita tem feito a Scania se destacar nos semipesados. Prova disso é a participação histórica de 3,8% conquistada no primeiro quadrimestre. Nosso campeão de vendas, o P 310, continua em ascensão.”

LEIA MAIS  Quase 72 toneladas de excesso de peso são flagradas em três veículos de carga na BR 101 na BA

A versão mais emplacada do P 310 é a de configuração de roda 8×2. De janeiro a abril de 2014, o P 310 8×2 obteve 383 registros ante 195 do mesmo período em 2013, numa alta de 97%. “Das 520 unidades de semipesados emplacadas pela Scania neste ano, quase 75% foram do P 310 8×2. Em 2013, nas mesmas bases de comparação, a participação do modelo dentro do mix da marca foi de 53%”, diz Carvalho. “Ele tem sido muito bem aceito pelo mercado em virtude das múltiplas aplicações nas quais pode ser utilizado. Além de ter a maior capacidade volumétrica de carga da categoria (na opção de entre-eixos de 6.300mm), com a maior área disponível para carregamento.”

A decisão pioneira da Scania de equipar de série seus caminhões semipesados com caixa automatizada tem feito a diferença para a operação de diversos clientes. O P 310 8×2 foi o escolhido da Trans Kothe para transferir carne refrigerada em baús implementados como câmara fria por todo o País. A empresa comprou 36 unidades para ampliar e qualificar sua frota e todas foram adquiridas com um programa de manutenção, para reduzir custos.

“Dois fatores decisórios para nossa escolha, além da confiança na marca, foi saber que o P 310 sai de série com o quarto eixo com garantia original de fábrica e caixa automatizada. O Opticruise está confirmando a mesma fama já reconhecida pelo uso na linha pesada, e sua performance é excelente. Os motoristas dizem que é como dirigir um automóvel”, explica Josiney Fermino, diretor operacional da Trans Kothe. “Outro diferencial é a cabine-leito. Nossos clientes pediram que usássemos semipesados para facilitar a distribuição nos grandes centros e assim evitar as restrições a caminhões grandes. Como a frota roda bastante, 10 mil quilômetros por mês, o conforto da cabine ajuda o motorista a descansar melhor.”

LEIA MAIS  Fábrica da Ford em São Bernardo do Campo tem mais uma interessada

A Trans Kothe possui 10 filiais e uma frota de 352 caminhões, dos quais 312 são rodoviários e 40 semipesados, com 70% dos produtos da marca Scania. A venda foi realizada pela concessionária MCM Gurupi, do Tocantins (TO).

Linha versátil e econômica

A oferta de produtos semipesados de cabina P da Scania contempla opções nas configurações de tração 4×2, 6×2 e 8×2, com diferentes distâncias entre eixos, que podem receber implementos dos tipos caçamba, unidade frigorífica, tanque, sider/baú e carga seca. Os modelos dispõem de potência nas faixas de 250, 270 e 310cv, todos com motores de 9 litros. A linha P 270 é a única do mercado a oferecer caminhão movido a etanol.

Os caminhões semipesados da Scania são os únicos a disponibilizar balança digital no painel (para medir o peso e ajudar o motorista a estar dentro das exigências da Lei da Balança) e suspensão a ar, ambos de série. A suspensão pneumática agrega capacidade superior e maior preservação da carga nos serviços de carregamento e descarregamento.

A Scania também oferece um completo pacote de serviços com soluções adequadas a cada perfil e necessidade dos clientes e um versátil leque de itens opcionais.

Fonte: Scania




Um comentário em “Scania cresce 40% nos semipesados no primeiro quadrimestre

  • 20/05/2014 em 16:52
    Permalink

    Ótima matéria, tenho recebido em minha empresa muitos caminhões semipesados Scania, a empresa realmente está crescendo nessa especialidade e vemos isso nas ruas. Tenho uma empresa de peças para caminhão, a RJ Diesel e atendo muitos caminhões de diversas marcas.

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!