Solví testará caminhão Volkswagen com tecnologia híbrida

Solví testará caminhão Volkswagen com tecnologia híbrida




A Solví, holding controladora de empresas que atuam nos segmentos de resíduos, saneamento e valorização energética e de engenharia, testará a partir desse mês de maio um caminhão Volkswagen Constellation 17.280 6×2 com tecnologia híbrida hidráulica. Será a primeira vez que o modelo, que já apresentou redução de até 25% no consumo de combustível em testes na coleta de lixo na cidade do Rio de Janeiro, rodará no Estado de São Paulo, mais especificamente em São Bernardo do Campo, onde está instalada a SBC Valorização de Resíduos, uma das empresas da holding e responsável pela coleta na cidade do ABC paulista.

Os testes terão duração de três meses e têm como objetivo avaliar o desempenho do veículo nesse tipo de operação, principalmente em cidades como São Bernardo, onde a topografia é bastante específica, com muitos decliveis, além de ruas estreitas e tráfego pesado. A entrega técnica aconteceu na última sexta-feira (9/5), na concessionária Dibracam, no ABC paulista, e reuniu representantes da MAN Latin America e da Solví.

O sistema adotado no veículo híbrido traz para os caminhões brasileiros o mesmo conceito de recuperação da energia cinética (KERS) utilizado nos carros da Fórmula 1. O sistema armazena em acumuladores hidráulicos a energia coletada durante a frenagem, usando-a posteriormente na partida. A partir do consumo menor de combustível, o caminhão híbrido ajuda a reduzir os níveis de emissão dos principais poluentes veiculares causadores do efeito estufa, como gás carbônico, e os que contribuem para degradação da qualidade do ar como, material particulado, óxido de nitrogênio, entre outros.

A tecnologia é apropriada para operações de coleta de resíduos, em que o veículo está submetido a um ciclo intensivo “anda e para”. O grande diferencial do híbrido da MAN Latin America em relação aos modelos que existem mundo afora está no dispositivo de armazenagem de energia utilizado nesse veículo. Os outros sistemas utilizam baterias ou ultracapacitores, mas a empresa optou pelos acumuladores hidráulicos pela maior adequação à realidade brasileira.

LEIA MAIS  Delivery: caminhão leve mais vendido do país e destaque também entre os semileves

O principal benefício está na manutenção e operação mais simples do sistema, cuja durabilidade é maior do que a da bateria, por exemplo. A empresa também prevê um menor investimento inicial para aquisição do modelo do que os observados mundialmente em híbridos elétricos. O acumulador hidráulico tem ainda uma capacidade de resposta mais rápida, ou seja, disponibiliza toda a energia armazenada para partida do veículo instantaneamente.

Resultados positivos no Rio

Testes realizados na Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) com o caminhão Volkswagen híbrido hidráulico na coleta de lixo da cidade do Rio geraram redução de até 25% no consumo de combustível. Seria o equivalente ao veículo rodar, no período de um mês, sete dias sem gastar uma gota de diesel ou emitir gases nocivos.

Na aplicação, isso permitiu uma economia de cerca de 745 litros de diesel por mês, em dois turnos de operação. Em termos financeiros, a Comlurb deixou de gastar aproximadamente R$ 1,5 mil, em um mês, apenas com o abastecimento de combustível desse único veículo. Ambientalmente, a vantagem também é significativa. A tecnologia híbrida hidráulica aplicada no caminhão Volkswagen evitou a emissão de quase 2 toneladas de CO2 durante cada mês do teste. Em um ano, chegaria a 23,5t.

Assim como acontecerá na SolvÍ, o teste teve duração de três meses, com o veículo rodando em diferentes condições de tráfego e vias. O veículo cumpriu rotas nos arredores do Estádio do Maracanã, na Zona Sul e favelas como a da Rocinha e do Vidigal para coletar lixo. Em média, o veículo percorreu cerca de 160 quilômetros nos dois turnos que operou a cada dia do teste. Submetido a avaliações periódicas de sua performance e consumo, o caminhão Volkswagen híbrido hidráulico operou em condições severas de aplicação na Comlurb para que se pudesse comprovar a robustez e a eficiência de seu sistema.

LEIA MAIS  Volkswagen entrega 90 ônibus para assistência no Sul do Brasil

Parceria de longa data

A Solví possui uma frota composta por mais de 800 caminhões próprios, sendo 95% de caminhões Volkswagen. Ao longo de 17 anos de parceria com a marca Volkswagen Caminhões e Ônibus, foram mais de sete protótipos de caminhões desenvolvidos em conjunto com a engenharia da fábrica da MAN, localizada em Resende (RJ). O início da relação começou em 1995 com a venda do primeiro caminhão VW 16.170 para o grupo Solví.

O conceito Sob Medida deu início no ano de 2001, com o lançamento da Série 2000 e a oferta de um caminhão mais destinado à coleta de lixo. O ano de 2011 marca o lançamento da linha vocacional Compactor, com o caminhão VW 17.250, totalmente dedicado ao transporte de resíduos sólidos. Em 2012, é introduzida a linha Volkswagen Advantech Euro 5, com o modelo de caminhão VW 17.280. A MAN Latin America é a única fabricante que oferece aos clientes desse segmento, veículos equipados com a tecnologia EGR, sem a necessidade de aditivo a base de ureia.

Fonte: MAN Latin America




Deixe sua opinião sobre o assunto!