Caminhoneiro diz que fiscais cruzaram braços pra ver jogo e procura a polícia

caminhoneiro_vilhena




O caminhoneiro Osmar Pereira Vitória registrou um boletim de ocorrências, na tarde desta terça-feira (17), alegando que os servidores do posto fiscal de Vilhena (RO) teriam cruzado os braços para assistem ao jogo do Brasil contra o México pela segunda rodada da Copa do Mundo. Os fiscais da Secretaria de Estado de Finanças (Sefin), por sua vez, afirmam que o atendimento não foi interrompido. O caso foi registrado na delegacia da Polícia Civil do município.

De acordo com Pereira, ao chegar à unidade, ele encontrou dois fiscais assistindo ao jogo e se recusaram a realizar o atendimento. “Eles não estavam atendendo, então procurei a polícia. Isso é inadmissível”, afirma o caminhoneiro. Segundo ele, em 10 anos de estrada esta foi a primeira vez que passou por uma situação como esta. “Não sou obrigado a assistir jogo de futebol”, declara.

O caminhão de Osmar foi levado para a pista do posto fiscal já no segundo tempo do jogo, quando ele havia retornado da Delegacia de Polícia Civil.

Procurado, os dois servidores negaram o não atendimento durante o jogo. De acordo com eles, que não quiseram se identificar, quando Osmar chegou ao local havia mais cinco caminhões na frente. “Ele chegou querendo passar na frente dos demais caminhoneiros. A TV estava ligada na partida de futebol, mas mesmo assim continuamos nosso trabalho”, finalizou um dos servidores.

Fonte: Rede Amazônica

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS NO E-MAIL





Seu e-mail (obrigatório)






8 comentários em “Caminhoneiro diz que fiscais cruzaram braços pra ver jogo e procura a polícia

  • 24/07/2014 em 09:33
    Permalink

    Como trabalho com motoristas de diversos lugares do País e de diversas empresas, ou caminhoneiros autônomos, sei que este tipo de “não-atendimento” existe e, muitos afirmam que se o motorista insistir passará a ser perseguido por anos e anos. Aí eu acho que o Sindicato (que vive afirmando que faz e acontece) tinha que fazer acontecer colaborando com a denúncia do motorista.
    Quantos motoristas tem a coragem do Osmar? Poucos

    Resposta
  • 22/06/2014 em 12:07
    Permalink

    Se todos agissem dessa maneira, talvez eles melhorassem a forma de trabalhar. porque não é só ai, parecem que saem ligando um para outro para menosprezar caminhoneiros é uma palavra universal, AGUARDE…..E tome tempo.PARABÉNS OSMAR PEREIRA. Pela sua atitude Carlos jerônimo. pernambucano..

    Resposta
  • 21/06/2014 em 22:54
    Permalink

    Passou da hora de inventar um “Sem Parar” para estes Postos Fiscais.

    Resposta
  • 19/06/2014 em 19:57
    Permalink

    Parabéns ao Osmar pela atitude de coragem.

    Resposta
  • 18/06/2014 em 22:27
    Permalink

    Eu acho um grande abuso de nossa paciência somos obrigados a ficar por horas esperando a “boa vontade dos fiscais ‘” quem nunca passou horas ou até dias no posto fiscal de penaforte CE ou no xexeu PE que absurdo o nosso amigo esta de parabéns

    Resposta
  • 18/06/2014 em 18:15
    Permalink

    tenho certeza que o caminhoneiro não mentiu o que a gente sofre em postos fiscaisé muito mais que isso eles una parte e se a gente falar alguma coisa eles se levantam e deixa esperar repito não são em todos os postos

    Resposta
  • 18/06/2014 em 10:56
    Permalink

    Tenho absoluta certeza que o motorista sofreu mesmo este descaso dos funcionários. Mas vai passar por mentiroso, funcionários público nunca faz nada de errado. Da mesma maneira acontece, quando PRfs,PRMs, atacam pegam documentos veículos e ficam enrolando, para pegar uma propininha forçada.. Brasil é um país onde tendo um poderzinho, já se transforma num corrupto.. Não é a maioria, mas esta minoria é protegida pelo espirito de corporação..Lembram do japonez corrupto, nunca foi desligado, só tranferido ´para outra região e, segui achacando com mais cuidado.. rsrsrs

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!