Fórmula Truck chega à metade na etapa de Cascavel

fogaca(1)




A pausa no calendário de corridas planejada para o período da Copa do Mundo não diminuiu o ritmo do trabalho de organizadores e competidores que integram o Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. A equipe de produção, os pilotos e as equipes de competição mantém em ritmo intenso sua preparação para o GP Crystal, que vai marcar em Cascavel (PR), no dia 20 de julho, o encerramento da primeira metade da temporada de 2014.

Reconhecido na Fórmula Truck por ter sido sede em 1995 da primeira corrida de demonstração que levou à sua homologação como campeonato de automobilismo, o Autódromo Internacional de Cascavel recebeu dez etapas do Campeonato Brasileiro da categoria, entre 1999 e 2013. As etapas realizadas no circuito paranaense de 1996 a 1998, nas três primeiras temporadas oficiais, foram disputadas sob caráter extracampeonato.

Cascavel firmou-se de volta no calendário de corridas da Fórmula Truck em 2012, após a completa reestruturação de seu autódromo, rebatizado com o nome de Zilmar Beux, seu fundador. É a pista que apresenta a segunda média de velocidade mais alta do calendário, só atrás da de Brasília (DF), onde se utiliza o anel externo composto por cinco curvas. Felipe Giaffone obteve a pole position de 2013 em Cascavel atingindo média de 142,6 km/h.

O GP Crystal será a quinta das dez etapas do Campeonato Brasileiro e valerá como terceira das quatro provas que formam a classificação do Sul-Americano. Ambos têm como líder Leandro Totti, piloto do Volkswagen-MAN da RM Competições. Ele soma 121 pontos no Brasileiro, contra 76 de Giaffone, seu companheiro de equipe e vice-líder. No Sul-Americano, o paranaense tem 63 pontos. Roberval Andrade, da Ticket Car Corinthians, é vice-líder com 36.

Em dez edições, a etapa de Cascavel teve cinco marcas de caminhões no topo do pódio. A Volkswagen venceu três vezes com Renato Martins, em 2001, 2002 e 2006, e comemorou o primeiro lugar de Giaffone em 2013, com um MAN. A Scania levou Osvaldo Drugovich à vitória em 1999. A Volvo venceu em 2000, com Jorge Fleck; a Ford, em 2003, com Djalma Fogaça; a Mercedes-Benz, em 2004 e 2007, com Wellington Cirino e Geraldo Piquet.

Foram, igualmente, cinco marcas conquistando poles em dez etapas. A Volkswagen obteve as poles de 2006, com Martins, e 2013 com Giaffone, já no caminhão da MAN, marca à qual pertence a Volkswagen. A Scania comandou o grid em 1999, com Drugovich. A Ford foi pole com Fogaça em 2000 e 2003. As poles da Merceces-Benz foram anotadas por Cirino, em 2001, 2002 e 2004, e Piquet, em 2007. A Iveco liderou o grid de 2007, com Beto Monteiro.

Fonte: Fórmula Truck





Deixe sua opinião sobre o assunto!