Ônibus Volkswagen facilita oferta de crédito a microempreendedores no Rio

Microônibus MAN




A MAN Latin America, fabricante dos ônibus e caminhões Volkswagen e MAN, vai ceder um Volksbus 9.160 para a AgeRio (Agência Estadual de Fomento) utilizar no atendimento a microempreendedores interessados no programa de microcrédito da instituição. Com o nome de AgeRio Unidade Móvel, o Volksbus vai circular no próximo mês no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, e depois seguirá para outras regiões pacificadas ou em processo de pacificação na cidade. O objetivo é impulsionar a economia nessas comunidades.

O lançamento do AgeRio Unidade Móvel ocorreu ontem (26/6) com a presença do governador Luiz Fernando Pezão; do prefeito Eduardo Paes; secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Julio Bueno; do presidente da AgeRio, Domingos Vargas; além de empreendedores da Maré. A instituição comemorou ainda a assinatura do contrato de microcrédito de número 500 do conjunto de comunidades e a inauguração de seu posto de atendimento no local.

O Volksbus 9.160 facilita o acesso de microempreendedores às informações do programa, ampliando o alcance da iniciativa. Adaptado para essa vocação comercial, o veículo vai dispor de estrutura para abrigar o escritório móvel da AgeRio. Com a unidade, os interessados poderão receber orientação personalizada de especialistas, como consultoria técnica e educação financeira.

“Essa iniciativa do governo do estado movimenta a economia local, gera renda e empregos, dando condições para que as comunidades se desenvolvam de forma sustentável. É um programa muito nobre e, certamente, nosso Volksbus irá contribuir para que esse benefício chegue a muitos empreendedores”, destaca Marco Saltini, diretor de Relações Governamentais e Institucionais da MAN Latin America.

Iniciativa leva desenvolvimento para regiões pacificadas O Programa de Microcrédito da AgeRio financia microempreendedores de comunidades pacificadas ou em processo de pacificação do Rio de Janeiro, acompanhando a instalação das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora). Os créditos variam R$ 300 a 15 mil, com taxa de juros de 0,25% ao mês (3% ao ano). O foco do programa é o conceito de microcrédito produtivo orientado, que além do financiamento em si abrange também a orientação financeira do negócio feita por técnicos da agência de fomento.

Ao todo o Programa de Microcrédito da AgeRio já assinou mais de três mil contratos de financiamento em comunidades pacificadas e em processo de pacificação, o que representa um volume de crédito liberado de cerca R$ 14,5 milhões, com índice de inadimplência de 1,86% e tíquete médio de R$ 3,5 mil. E a expectativa é que o programa cresça cada vez mais, acompanhando a política de pacificação implementada pelo Governo do Estado.

No Complexo Maré o contrato de número 500 representa cerca de R$ 2,7 milhões em volume de crédito liberado. Os segmentos de Vestuário (33,9%), Comércio de Alimentos (24%), Beleza e Estética (15,8%) e Prestadores de Serviço (12,3%) são os mais atendidos e respondem juntos por aproximadamente 80% dos financiamentos.

Fonte: MAN Latin America





Deixe sua opinião sobre o assunto!