Diesel já chega ao posto com mais biodiesel

abastecendo diesel




Os postos de combustíveis brasileiros passaram a vender combustível diesel com adição de 6% de biodiesel desde o dia 1 deste mês. A decisão foi estabelecida pela Medida Provisória 647, de 28 de maio de 2014, que ainda prevê a adição de 7% de biodiesel a partir de 1 de novembro.

A nova mistura permitirá o pleno uso da capacidade de produção de biodiesel no País e beneficiará agricultores familiares. Atualmente, cerca de 73% da matéria-prima utilizada na fabricação do biocombustível são soja, cultivada por pequenos, médios e grandes agricultores. Em segundo lugar está o sebo bovino (22%). As demais matérias-primas são óleos de algodão, fritura, girassol e outros. O Brasil dispõe de 57 unidades em condições de processar 7,5 bilhões de litros de biodiesel por ano. Cerca de cem mil famílias são contempladas pelo Programa Nacional de Biodiesel.

O aumento da mistura também deverá posicionar o Brasil como 2º maior produtor mundial de biodiesel. Ainda em 2014, a produção brasileira deverá superar 3,4 bilhões de litros, ultrapassando a atual segunda colocada, a Alemanha (aproximadamente 3 bilhões). A consolidação definitiva ocorrerá em 2015, já com a adoção do B7. A expectativa é de que no próximo ano, a produção deverá passar de 4,4 bilhões de litros. Atualmente, o maior produtor é os Estados Unidos, com mais de 5 bilhões de litros por ano.

O programa brasileiro para o biodiesel instituiu o percentual de 2% da mistura, em 2008, e, em 2010, subiu para 5%, depois disso não haviam ocorrido mudanças. Segundo dados do Ministério de Minas e Energia, cada ponto percentual a mais de biodiesel na mistura evita a importação de 600 milhões de litros de óleo diesel.

Fonte: DCI




Um comentário em “Diesel já chega ao posto com mais biodiesel

  • 09/07/2014 em 14:11
    Permalink

    Fala-se da redução da importação. Ou seja, quanto maior o percentual de biodiesel, menor a quantidade de diesel importada. Mas qual o limite desta concentração, que mantenha a vida útil do motor?
    Como estão e quais são as modificações nos motores dos veículos, para aceitar esta mistura?

Fechado para comentários.