Lavrita fornece caminhões com plataforma Scania de combate a incêndio aeroportuário

Lavrita Engenharia - Scania P 440 4x4 - CCI-AP2-Fênix (2)




A Lavrita Engenharia entregou hoje, terça-feira 15 de julho, 33 caminhões de combate a incêndio aeroportuário, com plataforma do Scania P 440 4×4, à Secretária de Aviação Civil (SAC) com a presença do ministro-chefe da pasta, Moreira Franco. A cerimônia realizada na sede da Lavrita, em São Bernardo do Campo (SP), faz parte do Programa de Investimento em Logística: Aeroportos, da SAC, que pretende levar a aviação comercial ao interior do Brasil.

“O CCI-AP2-Fênix, montado pela Lavrita, utiliza a plataforma do Scania P 440, que é o único caminhão 4×4 produzido no país que atende as exigências das normas contra incêndio de aeródromos e pode ser usado em qualquer aeroporto das Américas. É o modelo pioneiro, exclusivo e mais completo do mercado brasileiro”, afirma Rogério Rezende, diretor de Assuntos Institucionais e Governamentais da Scania Latin America. Segundo o executivo, o desenvolvimento deste caminhão em parceria com a Lavrita é motivo de orgulho para a empresa. “Mundialmente ofereceremos soluções de transporte completas de produtos e serviços para aplicações especiais e customizadas. Esse fornecimento reforça o nosso compromisso com o entendimento das necessidades dos clientes.”

A licitação vencida pela Lavrita prevê nesta primeira fase a compra de 64 unidades do CCI-AP2-Fênix, com plataforma do Scania P 440 4×4, num acordo de R$ 101.750,400 milhões. Os 31 modelos restantes do lote total de 64 serão entregues até o final deste ano à SAC.

“A Scania foi a única fabricante a nos atender com esta solução. É um projeto que nasceu em 2009 e foi fruto de um trabalho intenso de profissionais das duas empresas. Trata-se de um momento muito especial para a qualificação dos veículos de emergência nos aeroportos nacionais”, diz Wilson Molina Ribas, diretor técnico da Lavrita Engenharia. “A nossa divisão de equipamentos especiais oferece as mais completas e atuais tecnologias de desenvolvimento. Esse veículo de última geração é uma ferramenta de extrema importância para as operações de segurança aeroportuária, nas missões de combate a incêndio em aeronaves, bem como dos arredores dos aeródromos”.

Os 33 caminhões entregues neste primeiro lote serão locados pela SAC a aeroportos das cidades de Alta Floresta (MT), Altamira (PA), Araguaína (TO), Barreiras (BA), Bonito (MS), Cacoal (RO), Caruaru (PE), Cruzeiro do Sul (AC), Fernando de Noronha (PE), Ilhéus (BA), Imperatriz (MA), Ji-Paraná (RO), Juazeiro do Norte (CE), Macapá (AP), Marabá (PA), Paulo Afonso (BA), Santarém (PA), Sinop (MT), Tabatinga (AM), Tefé (AM) e Vitória da Conquista (BA).

Parceria que gerou uma solução customizada

Veiculos Scania - Lavrita“O CCI-AP2-Fênix é um sonho realizado. Conheci a linha Scania de veículos especiais importados e foi uma grande satisfação saber que a marca iria produzir no Brasil o modelo, especialmente para atender a esta licitação”, revela o diretor da Lavrita. “O objetivo agora é participar de outros pregões e oferecer ainda mais soluções para os órgãos públicos.”

O nome técnico do CCI-AP2-Fênix tem por significado: carros de combate a incêndio do tipo ataque principal classe 2, modelo Fênix. Com base na cabine e no chassi do P 440 4×4, veículo tradicional da linha especial para combate a incêndios e de eficácia já reconhecida pelos clientes da Scania na Europa, a Lavrita projeta, fabrica e monta o equipamento com implementos da Rosenbauer (da Áustria) com produtos da mais alta tecnologia disponível como bomba de água, canhões monitores e demais itens determinados pelas normas contra incêndio aeroportuário.

O CCI-AP2-Fênix possui motor Scania de 13 litros com potência de 440cv, tração 4×4 (para atuar em qualquer tipo de terreno), gerenciamento eletrônico total, ar condicionado, sistema de freios ABS/EBS, capacidade para transportar no mínimo 6.100 litros de água para produção de espuma, reservatórios de LGE (líquido gerador de espuma) de 780 litros e de PQS (pó químico seco) de 200 kg, bomba de 5.500 lpm, canhão monitor superior com alcance mínimo de 70m e canhão inferior de alcance mínimo de 46m. Vale a pena ressaltar que estes veículos só atuam em caso de emergências e para serem eficientes atingem uma velocidade de 0 a 80 km/h em menos de 35 segundos, atendendo a normas internacionais. A velocidade final chega a 113 km/h.

Lavrita Engenharia - Scania P 440 4x4 - CCI-AP2-Fênix (3)Outro diferencial está na caixa de transmissão automática Allison série HD 4500 que permite o deslocamento do veículo e o uso da moto bomba simultaneamente, ou seja, é possível jogar água e andar ao mesmo tempo, o que reverte ao bombeiro um ganho de velocidade e eficiência. O câmbio, em forma de joystick, também deixa a marcha ser engatada em alta rotação, além de ser equipado com tomada de força e divisor de potência.

Cada caminhão pode atuar em quaisquer aeroportos das Américas, pois recebeu homologações de 260 itens para atender normas e regulamentações internacionais e nacionais de instituições como NFPA (EUA – Standard for Aircraft Rescue and Fire – Fighting Vehicles), ICAO (Canadá – International Civil Aviation Organization), FAA (EUA – Federal Aviation Organization), ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) e SAC (Secretaria da Aviação Civil).

Linha de caminhões especiais

Lavrita Engenharia - Scania P 440 4x4 - CCI-AP2-Fênix (1)A Scania oferece ao mercado seus veículos especiais da linha de resgate para aplicações em aeroportos, de caminhões-tanque de água/espuma e de água/resgate, escadas elevatórias e plataforma e de veículos de combate a incêndio para diversos objetivos; nas configurações de rodas 4×2, 6×2, 6×4, 8×4, 4×4 e 6×6. Além de um completo portfólio de serviços para tornar a operação ainda mais rentável e com máxima disponibilidade.

Fonte: Scania





Um comentário em “Lavrita fornece caminhões com plataforma Scania de combate a incêndio aeroportuário

Fechado para comentários.