Operação no sul do Rio diminui fugas de balanças de pesagem na via Dutra

balanca




O número de veículos de carga que fogem de balanças de pesagem, no trecho da via Dutra que passa pelo sul do Rio, vem diminuindo. É o que mostra o balanço de uma operação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Um alerta acendeu em fevereiro, quando foram constatadas mais de 17 mil fugas não interceptadas, o pior índice desde que começaram os registros. Para coibir este tipo de ação, foi criada a operação “Olho de Águia”, que começou em fase de testes logo no mês seguinte. De lá para cá, o número já diminuiu 58%.

A balança de Resende é a maior do país em movimento e fiscalização. Na sala de controle de fugas, funcionários da concessionária que administra a rodovia monitoram carretas, caminhões e ônibus que passam pelo trecho, durante 24h por dia. Quando algum é flagrado tentando burlar a pesagem, sem passar pela balança, os fiscais são comunicados imediatamente.

LEIA MAIS  Comparativo aplicativos de frete: Fretebras, Truckpad, Sontra Cargo e Fretefy

Embora menor que a registrada na balança de Resende, o posto de Paracambi também teve queda no número de veículos que burlam a fiscalização. Desde o início da operação, diminuiu 23%. “O que a gente tá percebendo é que a diferença nos horários de funcionamento afeta a operação. Aqui, a operação está atuando mais à noite. Lá, está mais de dia. Então, a gente vai adequar a operação em Paracambi, e fazer ela ficar mais ostensiva durante todo o período”, explicou Rodrigo Castro, coordenador de fiscalização da ANTT.

LEIA MAIS  Falta de caminhoneiros está mudando a indústria de transportes nos EUA

Para intensificar a fiscalização, o número de agentes no posto passou de sete para 15. O reforço veio de Barra do Piraí. De acordo com a ANTT, a operação vai continuar por tempo indeterminado. “O objetivo é vazão zero. O objetivo é a gente atuar para que o transportador, cada vez mais, entenda a necessidade de ser fiscalizado pela ANTT”, contou Rodrigo.

Fonte: TV Rio Sul




Deixe sua opinião sobre o assunto!