Chip desenvolvido para controle do transporte de cargas vai eliminar burocracia em portos

por Blog do Caminhoneiro

O transporte de cargas no Brasil passará a ser monitorado por meio de chips. A tecnologia já é testada como forma de eliminar burocracia nos processos de liberação de cargas e reduzir custos em logística.

Fruto de parceria entre governo e indústria, o lacre eletrônico vai acelerar processos de fiscalização durante o transporte de cargas. Não será mais preciso esperar longas horas de fila no Porto de Santos, por exemplo, para que o produto transportado tenha a documentação analisada pela Vigiagro, órgão fiscalizador do Ministério da Agricultura.

Entraves na logística brasileira provocam perdas de R$ 160 bilhões e a solução para o problema promete ser o lacre eletrônico. A tecnologia desenvolvida na USP de São Paulo já foi testada nos portos de Santos (SP) e Navegantes (SC). O lacre é inserido no contêiner e contém todas as informações sobre os produtos transportados.

Desta forma, toda a papelada como notas fiscais que o caminhoneiro precisa apresentar são dispensadas com todas as informações armazenadas no chip. A Vigiagro consegue acessar detalhes da carga. O contêiner é registrado por meio de um aplicativo disponível para celular onde é possível precisar, por exemplo, a situação da carga.

A nova tecnologia deve ainda reduzir o acúmulo de documentos que abarrotam a Vigiagro. Calcula-se que somente em 2013 tenham sido produzidas mais de 300 mil folhas de documentação.

Fonte: Radar Nacional

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-98800-6519

Artigos relacionados

Escreva um comentário