Hyva aposta na recuperação do mercado no segundo semestre de 2014

guindastehyva_3




A Hyva do Brasil, um dos principais fabricantes nacionais de cilindros hidráulicos e guindastes, fechou o primeiro semestre com desempenho quase igual ao obtido no mesmo período de 2013. A empresa registrou vendas de R$ 96 milhões, com leve retração de 2,8%, contra uma queda de cerca de 20% do mercado brasileiro, e ampliou sua participação, tanto em hidráulicos como em guindastes.

“Após um primeiro trimestre de crescimento, enfrentamos declínio da demanda em razão da queda nas vendas de caminhões e implementos rodoviários. Isso nos impactou diretamente, inclusive tivemos que adequar nossa produção para enfrentar as férias coletivas de algumas montadoras e de fabricantes de implementos”, destaca o diretor-presidente da Hyva do Brasil, Rogério De Antoni.

Segundo o executivo, a manutenção dos resultados e das vendas da Hyva no primeiro semestre está baseada na estratégia de longo prazo da empresa, que vem investindo continuamente em suas operações para aumentar sua capacidade de produção e elevar ainda mais o padrão tecnológico e de qualidade de seus produtos. “A maior evolução se deu no segmento de guindastes, no qual investimos fortemente nos últimos anos, com a construção de uma moderna fábrica, em Caxias do Sul, a nomeação e ampliação de nossa rede de distribuidores e de serviços, e o lançamento de mais de 13 novos produtos”, enfatiza.

Para De Antoni, a meta é continuar a crescer, com a expansão das operações de guindastes no Brasil e na América do Sul, e a manutenção da liderança em cilindros hidráulicos, com o fortalecimento das exportações. “Nossas vendas de cilindros hidráulicos para os Estados Unidos continuam em crescimento, comparados a 2013, e estão compensando a retração nos países da América do Sul, parte pela redução dos investimentos em mineração, principalmente no Peru e no Chile e também relacionado à deteriorada condição econômica e incertezas na Argentina”.

Guindastes

A Hyva começou a comercializar guindastes no Brasil em 2009, com produtos importados da Europa. Em 2012, investiu mais de R$ 16 milhões, inaugurou uma nova fábrica, a mais moderna do País no segmento, e ampliou sua presença com o lançamento de 13 diferentes modelos com capacidades de carga de 1 a 45 toneladas-metro. Somente em 2014 foram mais três novos modelos de guindastes que auxiliaram na ampliação de sua participação no mercado.

“As incertezas do comportamento do mercado trazidas pela Copa do Mundo e pelas eleições ainda persistem, mas projetamos um mercado melhor no segundo semestre, se comparado ao primeiro. Acredito na recuperação das vendas de caminhões e implementos e, por consequência, em melhores vendas dos nossos produtos, embora o mercado em 2014 deva fechar com retração de 5% a 10% em comparação a 2013”.

“Vamos crescer em guindastes, pela qualidade e desempenho superiores de nossos produtos, pelos investimentos e lançamentos realizados e por termos uma rede de distribuidores capacitada e competente cobrindo todo o território nacional, diferenci al importante neste segmento”.

Fonte: Hyva do Brasil