Produto que diminui índice de poluição de veículos é lançado pela Camargo Química

Uma solução química que reage com os gases poluentes que saem dos motores automotivos movidos a diesel tornou-se uso obrigatório desde 2012 em veículos classificados como comerciais leves, pesados, semipesados e ônibus. É o Arla 32, que agora também faz parte da cartela de produtos da Camargo Química.

A empresa catarinense torna-se a terceira de Santa Catarina a produzir o reagente químico com homologação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). No Brasil, são 74 organizações autorizadas a comercializar. O Arla 32 da Camargo Química, denominado Tec Nox 32, será distribuído em todas as regiões do país, mas com foco nos estados do Sul – Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Com os novos produtos, a empresa catarinense passa a expandir a atuação, que antes destinava-se à construção civil. “Decidimos investir nesse segmento para veículos automotivos em função da abertura do mercado e de amplas oportunidades. O Tec Nox 32 entra para comercialização com preço competitivo e com certificado do Inmetro, visando vendas para transportadoras e em licitações. A expectativa é de um aumento de 10% na receita anual da empresa em 2014”, destaca Fábio Pires, diretor da Camargo Química.

LEIA MAIS  Scania lança aplicativo de treinamentos em vídeo na Europa e Ásia

Tec Nox 32

Fábio Pires explica que o produto não é considerado perigoso para manuseio nem danoso ao meio ambiente. É produzido através de solução de ureia de alta pureza com água desmineralizada e deve ser abastecido com um tanque específico, semelhante ao usado para diesel. Recomenda-se que a cada 100 litros de diesel sejam usados 5 litros de Arla 32.

LEIA MAIS  Caminhoneiros dos Estados Unidos escolhem as 20 melhores transportadoras para se trabalhar

Fonte: Divulgação




Deixe sua opinião sobre o assunto!