Caminhões ficam 30 horas atolados em estrada rural de Santa Cruz

Caminhoes atolados (1)




Doze caminhões carregados de laranja ficaram quase 30 horas atolados em uma vicinal na zona rural de Santa Cruz do Rio Pardo (SP) neste final de semana. Com risco de perder a carga e a viagem os motoristas só puderam contar com a ajuda de tratores das fazendas.

Os caminhões estavam levando parte da produção de fazendas de laranja, em Santa Cruz do Rio Pardo para indústrias em Itápolis. Só que os caminhoneiros rodaram poucos quilômetros. Com a chuva dos últimos dias, a estrada ficou intransitável. Doze carretas carregadas da fruta atolaram.

Os caminhoneiros passaram parte da sexta-feira (26) e quase o sábado (27) inteiro correndo o risco de perder a carga e passando por transtornos. “Isso é praticamente uma viagem perdida, nós ganhamos por viagem e se não viajamos não temos ganho. Isso porque temos a assistência das fazendas, porque a prefeitura não faz nada”, conta o caminhoneiro Evaristo Dia das Chagas.

Nem a força de quatro tratores conseguiu fazer uma carreta subir a estrada. E com toda essa dificuldade os caminhoneiros não querem mais passar pela estrada. Segundo eles, a prefeitura não faz manutenção no local, e sempre quando chove os caminhões atolam.

Caminhoes atolados (2)“Todo ano é assim, depois que a usina fechou abandonaram a estrada e tem muita gente que nem quer vir pagar as laranjas nas fazendas da região, tudo por causa da estrada”, reclama Ermindo Rosseti.

As fazendas de laranja já têm dificuldades para conseguir caminhoneiros dispostos a correr o risco de passar pela estrada. E quem mora na zona rural também sofre. Os filhos de Rudinei Silva estão sem ir para escola. “Eles foram na escola duas vezes essa semana, porque a perua não consegue pegá-los em casa por causa da estrada e o motorista não tem culpa, como ele vai colocar a perua dele nessa estrada, se acontece alguma coisa quem vai ressarcir”, completa o administrador da fazenda.

O secretário de agricultura de Santa Cruz do Rio Pardo informou que vai fazer uma inspeção na vicinal na segunda-feira para tomar as medidas necessárias. Os caminhões foram retirados do local no início da noite de sábado.

Fonte: TV TEM