Coluna Mecânica Online – Como funciona o Novo Uno “liga-desliga”‏

Já imaginou parar o veículo e o motor morrer? Essa pode ser a primeira impressão de quem dirige um veículo com o sistema Start&Stop (S&S), tecnologia que vem de série na nova versão Evolution do Novo Uno 2015. Enquanto outros fabricantes investiram na produção de motores menores, com três cilindros, a Fiat inova com o primeiro modelo fabricado no Brasil com a tecnologia e ainda por cima funcionando tanto com gasolina quanto com etanol.

Este recurso “verde” de última geração desliga e religa o motor automaticamente. Uma redução de até 20% no consumo de combustível pode ser verificada com o sistema ligado, principalmente nas paradas constantes, comuns no trânsito das grandes cidades. Ele também ajuda a reduzir significativamente a emissão de gases, contribuindo com o meio ambiente. E ainda melhora o conforto acústico do carro, já que não há o ruído característico do motor na marcha lenta.

O funcionamento é intuitivo e simples, com controle totalmente eletrônico e inteligente. Em trânsito pesado basta parar o carro em ponto morto que o motor desliga automaticamente. Para sair, é só pisar na embreagem para o propulsor religar imediatamente.

uno_evolution_027




No painel do carro, após o desligamento do motor em uma parada, um símbolo mostra quando o sistema está ativo e funcionando. Em caso de paradas mais longas, que excedam 165 segundos, o motor entra em funcionamento sem a intervenção do motorista, garantindo a proteção da carga da bateria. O sistema S&S também pode religar automaticamente o motor caso o vácuo do servo-freio baixe ou ainda se o carro atingir velocidade superior a 3 km/h (por exemplo, em uma situação de aclive e declive).

Por trás desta simplicidade de operação existe muito trabalho de engenharia, que também acrescentou novas tecnologias para chegar ao resultado. Todo o sistema de partida do carro foi reformulado, desde o motor de arranque — desenvolvido especialmente para funcionar com mais frequência —, até o gerenciamento eletrônico do novo equipamento.

A bateria de 60 Ah, que traz Mix Acid Element (misturador do eletrólito), além de células de energia com tecnologia Heavy Duty, garante partidas e recargas mais rápidas. Existe também o Sensor Inteligente de Bateria (IBS), que monitora não só a carga elétrica do acumulador como todo o consumo de eletricidade do carro enquanto o motor está desligado pelo S&S. Este sensor IBS trabalha diretamente ligado ao sistema de gerenciamento eletrônico do carro, garantindo que o S&S só atue quando a bateria estiver acima dos 75% de carga.

Ainda para garantir recargas mais rápidas da bateria, o alternador é especial, de 120 Ah. E mais, um estabilizador de tensão mantém constante a corrente elétrica para todo o veículo, mesmo durante as repartidas.

Com o ar condicionado funcionando, o sistema religa o motor automaticamente após 60 segundos para manter a climatização interna. Durante a parada, o ventilador interno do ar condicionado permanece em funcionamento, porém o compressor se desliga, uma vez que ele depende do funcionamento do motor. Caso o motorista queira manter o ar da cabine mais frio, o sistema Start&Stop pode ser desligado a qualquer momento através de um botão no painel frontal.

Para o funcionamento do S&S, o gerenciamento eletrônico checa diversos parâmetros, como porta e capô fechados, cinto do motorista afivelado, se o motor já terminou seu ciclo de aquecimento e a velocidade superou 7 Km/h por mais de 2 segundos, câmbio em ponto morto, além do pedal de freio acionado e o carro parado. Só depois desta checagem eletrônica é que o Start&Stop começa a atuar. Tudo isso, porém, é feito em milésimos de segundo.

Todo este gerenciamento é muito eficiente por meio de uma arquitetura eletrônica aperfeiçoada e o novo sistema CANbus, que passou de 11 bits para 29 bits. Isto torna toda a parte eletro/eletrônica do modelo mais rápida, suportando os novos recursos, inclusive os de conforto e segurança.

Durante o lançamento do Novo Uno 2015, em Buenos Aires, tivemos a oportunidade de testar em trânsito pesado o comportamento do sistema, que muito agradou. Principalmente quando colocamos o pé na embreagem para colocar a primeira marcha, o ligar foi rápido e sem maiores vibrações do veículo, o que poderia vir a incomodar.

Condições AUTO STOP

· Temperatura do líquido de arrefecimento do motor acima de 40°C.

· Cinto de segurança do motorista afivelado.

· Porta do condutor e capô fechados.

· Ter atingido anteriormente velocidade superior a 7 quilômetros por hora por 2 segundos.

· Carga da bateria maior que 75%.

· Última marcha engatada não ser a ré.

· Freio de estacionamento não estar acionado.

Condições AUTO START

· Ao se acionar a embreagem.

· Mesmo em ponto-morto, se a velocidade for superior a três quilômetros por hora.

· Baixo vácuo de freio.

· Ligar o ar condicionado manualmente.

· Tempo de motor desligado maior do que 60 segundos com o ar condicionado ligado.

· Após 165 segundos do auto stop, caso o ar condicionado esteja desligado.

· Quando há alta demanda elétrica dos equipamentos do carro, como faróis, limpadores e desembaçadores, por exemplo.

Tarcisio Dias – Portal Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br)





Deixe sua opinião sobre o assunto!