F-Truck: Monteiro vai à Argentina motivado a repetir vitória de 2013

Demoraram seis etapas para o Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck conhecer seu segundo vencedor. Depois de cinco vitórias de Leandro Totti com o Volkswagen da RM Competições/MAN Latin America, foi Beto Monteiro quem recebeu a bandeira quadriculada em primeiro lugar na sexta etapa, disputada na pista gaúcha de Santa Cruz do Sul no dia 17 de agosto. Foi a 11ª vitória na categoria do piloto pernambucano, que compete pela Scuderia Iveco.

“A sensação da vitória é única, e essa veio em um ótimo momento”, diz o atual campeão da Fórmula Truck, citando a fase de forte negociação entre os pilotos e as equipes visando à temporada de 2015, a vigésima da história da competição. Monteiro não festejava uma vitória desde a sétima corrida do ano passado, disputada em Córdoba, na Argentina – pista que receberá a categoria para a sétima etapa, marcada para o dia 14 de setembro.

Voltar ao palco da vitória que sacramentou em 2013 seu segundo título brasileiro na Fórmula Truck também motiva Monteiro. “Córdoba é uma pista em que a gente pode se dar bem. Não dá para considerar tanto a questão pista, as equipes sabem suas vantagens e desvantagens e como trabalhar isso, mas o que anima é que os nossos caminhões evoluíram muito nas últimas corridas e isso é indicativo de que podemos pensar em voar alto, sim”, comenta.

LEIA MAIS  Califórnia propõe liberar testes com caminhões autônomos pequenos nas ruas

Monteiro empata em quarto lugar na classificação do campeonato com o paulista Roberval Andrade, da Ticket Car-Corinthians Motorsport – no eventual critério de desempate, que tem o número de vitórias como primeiro critério, é o pernambucano quem leva vantagem. Totti lidera com 152 pontos. O paulista Felipe Giaffone, também da RM Competições, é vice-líder com 106. Tem três a mais que o paranaense Wellington Cirino, da ABF-Santos Desenvolvimento.

LEIA MAIS  Caminhões tem restrição de tráfego na Semana Santa

Os 90 pontos de desvantagem em relação ao líder, havendo 128 ainda em jogo nas quatro últimas etapas, fazem Monteiro reconhecer a dificuldade da conquista do tricampeonato já em 2014. “O que não tira o foco do trabalho. Nós estamos desde o início do ano focados em chegar o mais à frente possível, e a vitória na última corrida não só deu uma injeção de ânimo em todos na equipe como também mostrou que temos um grande potencial”, finaliza.

Fonte: Fórmula Truck




Deixe sua opinião sobre o assunto!