Ford Caminhões está presente na Feira do Caminhoneiro

A Ford Caminhões está presente na Feira do Caminhoneiro em Rondonópolis, Mato Grosso, com a demonstração de seus dois modelos extrapesados, Cargo 2842 e Cargo 2042, com capacidade máxima de tração de 49 e 56 toneladas, respectivamente. Primeiros caminhões globais da marca, ambos oferecem uma série de vantagens operacionais para otimizar a produtividade do transporte.

“Os nossos caminhões extrapesados têm apresentado uma excelente aceitação dos clientes e vêm ganhando espaço gradativamente nesse segmento de grande representatividade. Essa feira é uma oportunidade de testar os nossos caminhões”, comenta Pedro Aquino, gerente de Marketing da Ford Caminhões.

Promovida com apoio da prefeitura municipal de Rondonópolis e da Associação dos Transportadores de Carga (ATC), a Feira do Caminhoneiro é considerada um dos principais eventos de negócios do setor de transporte na região Centro-Oeste. Ela atrai milhares de empresários, embarcadores e motoristas autônomos de todo o País.

LEIA MAIS  Entenda os motivos que levaram a Ford Caminhões a anunciar sua saída do Brasil

Os novos extrapesados 2842 6×2 e Cargo 2042 4×2 estão entre os mais eficientes e robustos da categoria. O seu conjunto de motor, transmissão, eixo, chassi e suspensão oferece força e resistência para as aplicações severas e permite o reboque de composições com três eixos e três eixos espaçados (Vanderléa) para as mais variadas cargas.

São equipados com motor FPT de 10,3 litros, com potência de 420 cv e torque de 1.900 Nm, e câmbio automatizado ZF ASTronic de 12 marchas. Também trazem controle automático de tração (ASR) e freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD) de série.

LEIA MAIS  URGENTE - Ford anuncia saída do mercado de caminhões na América Latina

Os visitantes da feira poderão participar de um test-drive para conhecer o desempenho dos extrapesados em um percurso de 2 quilômetros em formato circular. “Nessa estrutura, é possível dirigir os caminhões implementados e lastreados e conferir todas as suas vantagens operacionais”, completa Aquino.

Fonte: Ford




Deixe sua opinião sobre o assunto!