Modal rodoviário precisa de quase R$ 300 bilhões para solucionar entraves existentes no país

Escoamento da safra de soja por caminhões bitrem - Mato Grosso

“O que o Brasil precisa em transporte e logística” é um documento da Agência CNT de Notícias que reúne as principais demandas do setor de transporte e que foi entregue aos candidatos à Presidência da República, serve de apoio a demais tomadores de decisão, além de informar e nortear o cidadão brasileiro da situação de diversos segmentos do setor.

Alguns dados que mostram a situação atual do modal rodoviário e o que é necessário para que ele se torne cada vez mais eficiente. Ele é o que tem participação predominante na matriz de transporte de cargas e de passageiros no Brasil. O transporte de cargas é responsável por cerca de 61% dos deslocamentos e o de passageiros representa aproximadamente 96% da matriz.

Dos 1.713.885 km de rodovias brasileiras, apenas 202.589 km são pavimentados (11,8%). Além da pequena oferta de rodovias pavimentadas, as existentes dispõem de limitada qualidade. Avaliação da CNT aponta que mais de 60% das rodovias brasileiras pavimentadas apresentam algum tipo de problema relacionado à sinalização, ao pavimento e à geometria da via.

As consequências dessa inadequada infraestrutura são diversas, entre as quais é possível apontar o desperdício de tempo na realização de viagens, a elevação do custo operacional dos veículos, o incremento da emissão de material particulado e de gases de efeito estufa, o desgaste e as avarias nos veículos e a perda de competitividade do país, além do elevado número de acidentes nas rodovias brasileiras.

A CNT identifica, portanto, 618 intervenções necessárias para a dinamização do modal no país, com investimento estimado de R$ 293,9 bilhões para a solução dos atuais entraves do modal e a adequação da malha. As intervenções dividem-se em construção, adequação, duplicação e pavimentação e recuperação de pavimento.

“O que o Brasil precisa em transporte e logística”

A CNT (Confederação Nacional do Transporte), como representante do setor de transporte e logística e comprometida com o seu desenvolvimento, apresenta, pela primeira vez, suas recomendações aos candidatos à Presidência da República.

Ciente das dificuldades de se planejar e construir um sistema de transporte multimodal moderno e eficiente, a CNT disponibiliza o documento a fim de auxiliar presidenciáveis e demais tomadores de decisão na escolha de medidas que solucionem os gargalos que hoje emperram o setor e o próprio país.

As recomendações da CNT visam a inovar, transformar e dinamizar o transporte e a logística no Brasil, com a adequação e a expansão da infraestrutura de transporte, bem como a realização dos ajustes necessários para se reduzir a burocracia e os custos, além de permitir ganhos de produtividade nos próximos anos.

Fonte: Agência CNT de Notícias Texto de Ana Rita Gondim




Um comentário em “Modal rodoviário precisa de quase R$ 300 bilhões para solucionar entraves existentes no país

  • 17/09/2014 em 20:56
    Permalink

    Todos os políticos conhecem muito bem as dificuldades do setor, e sabem também como fazer afim de minimizar os problemas, porem 99,9% dos políticos só pensam em aumentar a arrecadação, com mais burocracias, isso para manter suas péssimas gestões governamentais propositais, pois assim fica bem mais simples superfaturar obras, desviar dinheiro, pagar propinas, laranjas, etc. é lamentável, mais é assim que o Brasil segue.

Fechado para comentários.