NTC negociou junto ao BNDES necessidades do setor e teve todas as solicitações atendidas

Carreta Scania Arqueada




A NTC (Associação Nacional do Transporte de Carga e Logística) desempenhou papel fundamental na conquista de benefícios para o setor do transporte rodoviário de cargas. Demandas encaminhadas ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) presencialmente foram atendidas em sua totalidade nos últimos meses, a conquista mais recente foi divulgada pelo Banco no dia 12 de setembro e garante aos empresários a possibilidade de refinanciamento do crédito adquirido pelo PSI.

O presidente da NTC, José Hélio Fernandes, acompanhado de comitiva formada por empresários e lideranças do setor, foi recebido pelo presidente do BNDES, Luciano Coutinho, e demais diretores da organização, onde compartilhou as solicitações recebidas de transportadores, sindicatos e federações.

As demandas envolviam a criação de linha de capital de giro, a Progeren, para as empresas de transporte, a possibilidade de financiamento de até 100% dos caminhões adquiridos pelo PSI (antes o empresário precisava arcar com 10% de entrada no ato da compra) e o refinanciamento de crédito adquirido pelo PSI em até 60 meses (mais informações podem ser acessadas aqui).

LEIA MAIS  Homem é preso por adulterar placa de caminhão com fita adesiva em SC

“Felizmente fomos atendidos e agora os transportadores poderão respirar um pouco mais aliviados e organizarem suas contas, pois atualmente as empresas do TRC passam um grande sufoco”, afirmou Fernandes.

Mais benefícios para o transportador

Em maio, uma das principais lutas da NTC para garantir a rentabilidade das empresas do setor foi atendida. O presidente da entidade participou de reunião convocada pela presidente da República, Dilma Roussef, onde foi anunciada a desoneração da folha de pagamento para o TRC em caráter definitivo.

LEIA MAIS  Caminhão roubado em São Paulo há quase três anos é recuperado pela PRF na Bahia

A desoneração diminui os custos com a contratação de funcionários e permite a formalização e o aumento do quadro de colaboradores das empresas de transporte sem nenhum prejuízo ao trabalhador, além de possibilitar a estabilização financeira das companhias em um cenário onde o frete está extremamente defasado e vem causando prejuízos.

Fonte: Portal NTC




Deixe sua opinião sobre o assunto!