Voith fornece transmissões automáticas para ônibus que circulam no BRT Transcarioca

BRT




A Voith – líder mundial em soluções para transmissão de potência, forneceu 60 transmissões automáticas DIWA.5 para ônibus articulados que estão circulando no BRT Transcarioca, que liga a Barra da Tijuca ao Aeroporto Internacional do Rio, na Ilha do Governador, e foi inaugurado em junho deste ano. Ainda este mês, o primeiro ônibus biarticulado do sistema de transportes da cidade do Rio de Janeiro também entrará em operação com transmissões Voith.

Foram equipados 28 ônibus da Volvo, sendo que 7 rodam pela Translitoral Transportes e 21 pelo Grupo Redentor. Já para a Mercedes-Benz, a Voith entregou 32 transmissões, das quais 15 carros rodam pela Viação Três Amigos, 10 pela Caprichosa Auto Ônibus e 7 pela Transportes Paranapuan. Todos os 60 ônibus com transmissão automática DIWA 5, que rodam pelo BRT Transcarioca, são articulados.

Ainda este mês, um biarticulado com transmissão Voith também entrará em operação no Transcarioca pelo Grupo Redentor, uma novidade para a cidade e para o sistema.

LEIA MAIS  Viação Itapemirim anuncia parceria com a Viação Garcia e confirma linha São Paulo-Curitiba com novos ônibus

A Voith coleciona fornecimentos para o Estado do Rio de Janeiro desde 2012, com veículos operando nos sistemas Transnit e Transoceânica (Niterói) e no sistema BRS e BRT TransOeste (Rio de Janeiro). Além disso, possui uma regional na cidade, com treinamento e assistência técnica local permanente, diretamente da fábrica.

LEIA MAIS  Empresa de Pernambuco compra 72 ônibus Caio para renovação de frota

Voith_DIWA_5A DIWA.5 tem a exclusiva combinação de transmissão continuamente variável com a transmissão automática convencional, sendo ideal para o trânsito urbano. Um comando eletrônico com exclusiva tecnologia SensoTop garante ajuste automático do trem de força, em função das variações de carga e topografia. Este conjunto tecnológico garante menor estresse no conjunto mecânico, menor custo operacional e maior disponibilidade do veículo.

Fonte: Divulgação




Deixe sua opinião sobre o assunto!