Espanha permite prolongamento aerodinâmico nos caminhões

Prolongamento aerodinamico




O Governo espanhol passou a permitir a introdução de apêndices aerodinâmicos nas traseiras dos caminhões para melhorar a eficiência de combustível e reduzir o consumo. O Executivo do país europeu autoriza a incorporação de dispositivos com um comprimento de 90 centímetros em reboques e semirreboques novos ou usados, antecipando-se à futura legislação da União Europeia.

Esta tecnologia melhora a eficiência aerodinâmica de um conjunto articulado ao canalizar o fluxo de ar para a traseira do veículo, reduzindo o arrasto aerodinâmico. O apêndice pode ser instalado em menos de 45 minutos, melhora a estabilidade do caminhão graças a uma maior estabilidade e não penaliza a capacidade de carga nem o processo de carga e descarga.

Um dos fabricantes deste tipo de equipamentos, a ATDynamics, disse que a redução do consumo de combustível num conjunto articulado de cavalo-mecânico e semirreboque pode chegar a 1,5 litros por cada cem quilômetros percorridos. A União Europeia planeja autorizar a introdução deste tipo de dispositivo, sob a revisão da regulamentação sobre dimensões e pesos dos veículos comerciais.

Além da Espanha, outros países como o Canadá, México, Chile, Coreia do Sul e Estados Unidos já reconheceram a necessidade de atualizar a legislação relativa à dimensão dos veículos pesados para tirar partido da vantagem decorrente da introdução de tecnologias para reduzir o consumo de combustível e das emissões.

Fonte: Transportes em Revista




Deixe sua opinião sobre o assunto!