Transportadoras do Sul expandem operação com MAN TGX

Foto Guilherme Zonta



Foto Guilherme Zonta

As vendas do MAN TGX 28.440 6×2 cresceram mais de 120% de janeiro a setembro deste ano, com relação ao mesmo período de 2013. A Faccin Logística, com a aquisição de 15 unidades, e o Posto Bem Vindo, com seis novos caminhões, contribuíram para alavancar este resultado. A produtividade do veículo, com custo operacional otimizado, é apontado como um dos grandes atrativos pelos clientes.

Foto Guilherme Zonta
Foto Guilherme Zonta

A Faccin, que já conta com dois caminhões MAN, escolheu o TGX para ampliar sua frota e dar continuidade aos fretes dedicados com contratos de longo prazo. Preocupados em reduzir o custo de se seus clientes, a transportadora encontrou no modelo a solução ideal. “Trata-se de um caminhão com ótimo custo-benefício. No caso do implemento vanderléia, que utilizamos para a operação, tem se mostrado com o melhor consumo de combustível de nossa frota atual. Soma-se a isso o fato de parar pouco em função de manutenção e ser extremamente confortável para o motorista”, explica Luiz Henrique Faccin, um dos proprietários da empresa.

Já o Posto Bem Vindo apostou nos veículos da MAN Latin America, fabricante dos veículos comerciais MAN e Volkswagen, para atender a novo contrato fechado para o transporte de matéria-prima para composição de cimento. Os seis caminhões MAN TGX 28.440 6×2 serão os primeiros da montadora em sua frota. “Boas referências com outras empresas da região quanto à segurança, conforto e economia foram os fatores decisivos para nossa escolha”, relata Vergilino Mees, fundador do Posto Bem Vindo e sua área de transportes.

Os veículos do Posto Bem Vindo atuam na rota de Imbituba a Itajaí, cruzando o litoral catarinense, num percurso médio de 700 quilômetros por dia. Já na Faccin, os TGX 6×2 operam em diversos trajetos, rodando sete estados do Brasil: de Castro (PR) até Boituva (SP) e também saindo de Uberlândia (MG) com destino a Alagoinhas (BA), Petrópolis (RJ), Teresópolis (RJ) e Rondonópolis (MT), com uma média diária de 320 quilômetros.

Rede consolidada é um dos diferenciais

Foto Rodrigo Canteri
Foto Rodrigo Canteri

Ambos os clientes vão se beneficiar na operação de uma rede consolidada com mais de 150 concessionárias por todo o país para serviços de pós-vendas em seus novos caminhões MAN TGX 28.440 6×2. Além de contar com a estrutura das revendas em que adquiriram seus veículos, os frotistas poderão usufruir de todos os demais estabelecimentos da rede da MAN Latin America, com oferta de mão de obra treinada e especializada para cada serviço prestado e o uso de peças originais.

Para ainda mais confiabilidade no seu transporte, o MAN TGX 6×2 é equipado com o sistema exclusivo de rastreamento, monitoramento, telemetria e gestão de frotas denominado MAN Guard, com 12 meses de habilitação gratuita. Este sistema ajuda na segurança e logística dos frotistas e fornece dados de operação do veículo que podem ser usados para melhorar o treinamento dos motoristas e reduzir o risco de acidentes.

Por meio da Internet, o MAN Guard emite aos clientes um relatório periódico com os principais resultados de performance do caminhão. Dessa forma, o proprietário terá todas as informações importantes a respeito da operação do veículo, garantindo que este seja otimizado para obter menor custo na sua operação.

Garantindo que os modelos MAN fiquem a maior parte do tempo disponíveis para a operação, o MAN Guard incorpora um inédito sistema que avisa a fábrica quando o veículo está dentro do concessionário. De posse da informação, a área de Assistência Técnica acompanhará de perto os serviços de modo a garantir que o caminhão não fique parado mais tempo que o necessário dentro do concessionário.

Configurações do MAN TGX 28.440 6×2 favorecem vendas

MAN TGX - Sul do Brasil (1)Destinado às aplicações rodoviárias de médias e longas distâncias com composições atreladas a semirreboque de três eixos com PBTC de 48,5 a 53 toneladas, o modelo atende a uma ampla gama de segmentos como basculante, carga seca, container, frigorífico, furgão (baú), graneleiro, sider e tanque.

O motor MAN D2676 de seis cilindros em linha e 12,4 litros com 440 cv, tem torque elevado (2.200 Nm) numa ampla faixa de rotações, proporcionando maior capacidade de sustentação da velocidade em rampa e menor necessidade de troca de marchas. Essa característica, além de garantir maior conforto ao motorista, colabora para a redução do consumo de combustível e aumento da velocidade média nas viagens.

A motorização atende às normas de emissão de poluentes previstas no Euro 5, utilizando a tecnologia de pós-tratamento dos gases de escape SCR (Selective Catalytic Reduction). O sistema utiliza o Arla 32 para reduzir os níveis de poluentes na exaustão.

A transmissão automatizada MAN TipMatic é item de série. A versão de 16 marchas, exclusiva para o Brasil, oferece melhor escalonamento, quando comparado à versão de 12 marchas usada na Europa, e atende às particularidades de operação no país. A transmissão traz ainda de série o sistema EasyStart que auxilia a partida em rampa.

Fonte: MAN Latin America




Deixe sua opinião sobre o assunto!