Grupo Mirassol investe em operação para a John Deere

por Blog do Caminhoneiro

mirassol-caminhoesO Grupo Mirassol, especializado em transporte e logística, firmou um novo contrato com a fabricante de equipamentos agrícolas John Deere para o transporte de seus produtos a partir do Sul do País. O novo contrato tem duração estipulada em três anos, podendo ser estendido.

Para este serviço, foram adquiridas dez composições rodotrens, que consistem em cavalos mecânico Mercedes-Benz Axor 2644 e carretas Fachinni com sider Fix. “Essa composição tem capacidade para transportar 180 m³ por conjunto. A escolha por esta modalidade ocorreu justamente pelo fato de contar com uma capacidade de carga de duas carretas comuns, além de resultar em muito menos poluição para o meio ambiente”, conta Carlos Donizete Guimarães, diretor Comercial do Grupo Mirassol.

A Mirassol investiu nessa fase R$ 6 milhões, e selecionou e treinou especialmente 13 motoristas, que rodarão de segunda a sábado, dentro do intervalo de horário das 6h às 22h, respeitando o cumprimento da Lei do Descanso. Todo o trabalho realizado é para movimentar peças para tratores, pulverizadores e outros equipamentos voltados para o manejo da cultura da cana-de-açúcar e outras aplicações do agronegócio.

“Como já estávamos trabalhando com 4 veículos em um projeto piloto, utilizaremos um total de 14 conjuntos de rodotrem para a operação, sendo que dez ficarão rodando, dois permanecerão estacionados na unidade em Catalão (GO) e outros dois na instalação de Campinas (SP). Nessas bases serão realizadas as trocas das carretas”, explica diz Cláudio Aparecido Soares, gerente da Unidade de Campinas da Mirassol. “A operação vai contar com dois pontos de apoio, que são a nossa unidade logística e de armazenagem de Campinas e o centro de distribuição em Catalão, um apoio importante para que tenhamos sempre motoristas descansados e conjuntos de rodotrem disponíveis para realizar o retorno ou a transferência. A segurança e a eficiência das viagens são nossas prioridades”, ressalta o gestor.

O executivo explica que a operação é iniciada no Rio Grande do Sul, em Porto Alegre e Santa Rosa. “Fazemos as coletas nessas regiões, incluindo São José dos Pinhais (PR), São Paulo e Minas Gerais. A consolidação acontece em Campinas e, posteriormente, enviamos para Catalão, de rodotrem. Como o volume é muito grande, optamos em efetuar esse investimento para atender esse trecho”, diz Cláudio.

Inicialmente, a Mirassol projeta uma média de 2,4 viagens por semana, mas a meta de produtividade é chegar a três viagens semanais. Em termos de volume, a projeção inicial é transportar 17.376 m³ de carga por mês. Além disso, para a próxima etapa das operações, está prevista a aplicação das unidades rodotrem para atender outros trajetos além de Campinas/Catalão.

Fonte: Divulgação

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário