Único acesso por terra ao Acre deve ficar pronto em três anos

balsa acre




O início da construção do primeiro acesso terrestre ao estado do Acre, na divisa com Rondônia e fronteira com a Bolívia, deve ocorrer em breve.

Conforme o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), foi dada a ordem de início para elaboração do projeto básico e executivo. A empresa responsável pela construção já está mobilizada no local, aguardando a aprovação final do projeto.

A previsão é que os trabalhos sejam concluídos em 36 meses, também de acordo com o órgão.

A obra, com extensão de 3,5 km – quase 1,1 km somente com a ponte –, deve reduzir o tempo de viagem em cerca de uma hora. A travessia será feita pela BR-364, sobre o Rio Madeira.

LEIA MAIS  Mercedes-Benz Arocs é transformado em devorador de neve na Suécia

O percurso é fundamental para o transporte de mercadorias e produtos com origem ou destino no Acre e, atualmente, só pode ser feito por meio de balsa: são três embarcações que funcionam 24 horas e transportam, diariamente, três mil veículos.

Um caminhão carregado pode pagar até R$ 150 para fazer a travessia. Veículos de passeio pagam R$ 15,50. A tarifa para pedestres é de R$ 1,55.

LEIA MAIS  Exército conclui pavimentação de rodovia em Santa Catarina

Fonte: Agência CNT de Notícias




2 comentários em “Único acesso por terra ao Acre deve ficar pronto em três anos

  • 06/11/2014 em 13:21
    Permalink

    A reportagem está errada, não é Roraima, mas sim Rondônia …….

    Resposta
    • 06/11/2014 em 16:03
      Permalink

      Corrigido, obrigado!

      Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!